Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Filmes e séries afetados pelos escândalos de assédios sexuais em Hollywood
    Por Renato Furtado — 25 de fev. de 2018 às 09:40
    facebook Tweet

    Os crimes dos predadores da indústria também alteraram o planejamento de inúmeras obras.

    Gore
    2. Gore +
    Como consequência da demissão de Spacey, a Netflix também cancelou a produção de Gore, cinebiografia do escritor Gore Vidal que seria estrelada e produzida pelo acusado de assédio sexual. A anulação dos projetos e a rescisão do contrato de Spacey teriam custado US$ 39 milhões aos cofres da gigante do streaming.
    Leia mais

    A onda de testemunhos de vítimas de assédios sexuais em Hollywood surgida após a revelação das décadas de abusos cometidos pelo ex-produtor Harvey Weinstein abalou a indústria por vários motivos.

    Além de escancarar o lado mais sórdido, machista e sexista da sétima arte estadunidense, o movimento - que ganhou ainda mais força com a campanha #MeToo e o fundo de apoio às vítimas Time's Up - também intensificou a demanda por mais igualdade de trabalho entre os homens e as mulheres; criou condutas institucionais contra os abusos sexuais; e demonstrou que os grandes predadores sexuais de Hollywood também eram, frequentemente, os nomes mais poderosos da indústria.

    E como os ecos e a repercussão do escândalo envolvendo o ex-magnata - cuja influência nos bastidores foi determinante para decidir os vencedores de 78 estatuetas do Oscar - bem demonstraram, Weinstein não era o único grande criminoso de Hollywood. As confissões das vítimas logo trouxeram à tona os malfeitos e derrubaram as carreiras de figuras como Kevin Spacey, Louis C.K., Andrew KreisbergJeffrey Tambor - leia nossa análise sobre o futuro de Transparent sem seu protagonista - e Bryan Singer, entre inúmeros outros. A queda dos predadores, por sua vez, trouxe um efeito colateral para diversos filmes, séries e projetos que que envolviam a participação direta ou indireta dos mesmos.

    Excetuando produções como The DeuceDeadpool 213 Reasons Why - que seguem inalteradas mesmo após as acusações contra James FrancoT.J. Miller e Jay Asher, respectivamente -, mais de 30 obras foram modificadas, prejudicadas e/ou anuladas por causa dos crimes dos predadores sexuais de Hollywood - confira a relação dos principais filmes e séries afetados pelos escândalos no slideshow acima.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    • Opinião: O que será de Transparent sem Jeffrey Tambor?
    • Oscar 2018: As vitórias de Harvey Weinstein no Prêmio da Academia
    Pela web
    Comentários
    • Rodrigo Pires Lopes
      É nesse sentido...Azar Nosso, mas tambem da Netflix que vai perder gente que curtia essa serie, eles perdem patrocínio também, pois nunca que a serie sera tão boa sem o Frank.
    • Bruno
      O cara do slide 5 parece o laerte kkkk
    • Um dois
      Azar seu, eu e muita gente nem assistia... Netflix com certeza vai falir depois de perder ele
    • Rodrigo Pires Lopes
      Pois é RIP House of Cards, sem Frank noway....Azar da Netflix
    • Vidamell Vida R.
      ferrou.
    Mostrar comentários
    Back to Top