Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Jeffrey Tambor é acusado de assédio sexual por atriz de Transparent
    Por Renato Furtado — 17 de nov. de 2017 às 13:40
    facebook Tweet

    A quinta temporada do seriado pode acontecer sem a estrela do show.

    John Sciulli

    Trace Lysette, a Shea de Transparent, alega que Jeffrey Tambor, estrela da principal série do Amazon Prime, a assediou em inúmeras ocasiões. Segundo informa o Deadline, a atriz relata que Tambor fez comentários sexualmente sugestivos e inapopriados e realizou aproximações fisicamente agressivas. Em seu comunicado, Lysette pede para que Jill Soloway, criadora de Transparent, "remova o problema e permita que a série siga em frente".

    De fato, a Amazon iniciou uma investigação interna acerca da conduta de Tambor no set de filmagens e suspendeu a produção de Transparent após o astro ser acusado de assédio por sua ex-assistente, Van Barnes. Os roteiristas do seriado, inclusive, já estariam trabalhando com a hipótese de retirar o premiado Tambor, que interpreta a transgênero Maura Pfefferman, da quinta temporada. Maiores informações sobre o andamento da produção ainda não foram divulgadas, uma vez que a companhia precisa concluir seus inquéritos antes de bater o martelo sobre Tambor. As alegações de Lysette foram incluídas na sindicância, declarou um porta-voz da empresa de streaming.

    Amazon confirma investigação de suposto assédio sexual do ator Jeffrey Tambor

    Tambor, inclusive, voltou a negar as acusações, declarando o seguinte: "Sei que nem sempre fui a pessoa mais fácil com quem trabalhar. Posso ser volátil e ter um mau temperamento, e frequentemente expresso minhas opiniões de maneira dura e sem tato. Mas nunca, nunca fui um predador. Sinto muito se algumas das minhas ações foram interpretadas por alguém como sexualmente agressivas ou se eu já machuquei ou feri alguém. Mas o fato é que, apesar de todas as minhas falhas, eu não sou um predador e a ideia de que alguém possa me ver desta maneira é algo mais perturbador do que palavras podem expressar".

    Vale ressaltar que o Amazon Prime se encontra em uma situação semelhante à de sua maior concorrente, a Netflix. Com Kevin Spacey fora de House of Cards, seu carro-chefe, a maior companhia de streaming ainda precisa encontrar uma forma de dar prosseguimento ao seriado sem sua estrela, cujo contrato pode impedir sua remoção do drama político.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top