Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Oscar 2021: Confira todas as críticas do AdoroCinema dos filmes indicados à premiação
    Por Barbara Demerov — 22 de mar. de 2021 às 18:34
    Atualizado 16 de abr. de 2021 às 23:14
    facebook Tweet

    Com destaque para Mank, o mais indicado da premiação em 2021, e A Voz Suprema do Blues, que conta com a ótima atuação de Chadwick Boseman.

    temporada de premiações em 2021 está quase terminando com a chegada do OScar, a grande premiação do cinema, e os grandes favoritos à estatueta estão em destaque para todo mundo ver. Entre os indicados a Melhor Filme, apenas MinariBela Vingança ainda não chegaram ao Brasil.

    Oscar 2021: Onde assistir a cada um dos indicados desse ano?

    AdoroCinema está acompanhando as produções mais cotadas ao Oscar, Globo de Ouro, SAG e muito mais desde o último trimestre do ano passado, época em que festivais e premiações já começaram a "pescando" os filmes mais comentados pela crítica e público. Pieces of a Woman, que rendeu uma indicação ao Oscar para Vanessa Kirby, e Os 7 de Chicago são alguns exemplos, ambos disponíveis na Netflix.

    Abaixo você confere todas as críticas publicadas por aqui sobre os principais longas que estão indicados ao Oscar. Vamos atualizar tudo até o dia 25 de abril, data da cerimônia do Oscar 2021!

    MEU PAI

    Indicado a seis categorias no Oscar, Meu Pai tem Olivia ColmanAnthony Hopkins no elenco.

    "À primeira vista, o fato de o filme Meu Pai ser uma adaptação da peça teatral homônima pode deixar alguns cinéfilos com o pé atrás. Há diversos longas que se originaram dos palcos, mas uma parte deles adapta cada história tão fielmente que a capacidade do cinema em evocar elementos audiovisuais marcantes não é tão aproveitada. O uso de câmera, uma boa montagem e a utilização de um período de tempo mais extenso (sem parecer que estamos observando uma história sem cortes) são algumas características que diferenciam o teatro do cinema -- e isso é algo que a obra de Florian Zeller faz com bastante eficiência". Confira a crítica completa de Meu Pai por Barbara Demerov.

    Meu Pai: Por que filme indicado ao Oscar 2021 vai te deixar confuso?

    NOMADLAND

    Indicado a seis categorias no Oscar, Nomadland tem Frances McDormand no elenco e direçao de Chloé Zhao.

    "É um retrato honesto de uma parcela da população norte-americana, que enfrenta, diariamente, perigos, frio e pobreza. Seria muito fácil tratar essa história de forma exagerada, explorando tais dificuldades e problemas. Mas Zhao decide enxergar pelo outro lado, observar como os nômades vivem, se envolvendo entre eles, a fim de contar algo fiel. Então, a equipe (e a duas vezes oscarizada Frances McDormand) fez as malas, viajou por cinco estados, durante semanas, com câmera na mão". Confira a crítica completa de Nomadland por Kati Vianna.

    Nomadland: Conheça histórias dos bastidores do filme favorito ao Oscar 2021

    OS 7 DE CHICAGO

    Indicado a seis categorias no Oscar, Os 7 de Chicago tem direção de Aaron Sorkin.

    "Aaron Sorkin, premiado roteirista que já se arriscou no posto de diretor (estreando com A Grande Jogada), novamente trabalha dobrado em Os 7 de ChicagoSorkin escreve e dirige este drama ambientado no ano de 1969, que acompanha todo o julgamento do grupo formado por Abbie Hoffman, Jerry Rubin, David Dellinger, Tom Hayden, Rennie Davis, John Froines e Lee Weiner. Eles foram julgados e condenados por terem organizado protestos durante a Convenção do Partido Democrata em 1968; o evento se iniciou de forma pacífica, mas, com o choque da polícia, acabou sendo marcado por violência e revolta". Confira a crítica completa de Os 7 de Chicago por Barbara Demerov.

    Os 7 de Chicago: Conheça o elenco do novo filme da Netflix

    A VOZ SUPREMA DO BLUES

    Indicado a cinco categorias no Oscar, A Voz Suprema do Blues tem Viola DavisChadwick Boseman no elenco.

    "Apesar de ser um filme de época nos aspectos visuais e técnicos, a obra - baseada em uma peça - ganha traços teatrais muito fortes graças aos diálogos e à atenção dada às emoções. E quantas emoções. Boseman entrega dois monólogos tão potentes e dramáticos que seu personagem cresce a ponto de se equiparar (ou até mesmo superar) a presença de Davis no papel principal. Quando lembramos do estágio de seu câncer à epoca das filmagens deste filme, as palavras que fala com tanto vigor ganham múltiplas interpretações". Confira a crítica completa de A Voz Suprema do Blues por Barbara Demerov.

    Chadwick Boseman: Confira os motivos que fizeram o ator merecer o Globo de Ouro

    BORAT - FITA DE CINEMA SEGUINTE

    Indicado a duas categorias no Oscar, Borat - Fita de Cinema Seguinte é estrelado por Sacha Baron Cohen.

    "Veja bem, vivemos em uma cultura na qual não apenas a globalização se expande a passos largos e imensos, como também a estupidez e a desinformação tornaram-se razão de orgulho na disseminação de absurdos. Enquanto grupos que defendem questões absurdas, tais quais Terra Plana, movimentos antivacina, ideias retrógradas, teorias de conspiração governamentais, Borat 2 chega para mostrar que já não é necessário criar uma história de ficção para fazer comédia e evidenciar o óbvio: nós somos a piada". Confira a crítica completa de Borat 2 por Ygor Palopoli. 

    Borat 2: Quem é Maria Bakalova?

    DRUK - MAIS UMA RODADA

    Indicado a duas categorias no Oscar, Druk concorre a Melhor Direção e Melhor Filme Internacional.

    "Após o forte drama social apresentado em A Caça, o diretor Thomas Vinterberg se destaca na temporada de premiações em 2021 para retomar sua parceria com o ator Mads Mikkelsen. Em Druk - Mais uma Rodada, a dupla mergulha em mais um drama que fala sobre os reflexos da pressão da sociedade -- desta vez de uma forma um pouco mais contida e com foco nas tramas de quatro homens infelizes com suas vidas". Confira a crítica completa de Druk por Barbara Demerov. 

    Filmes indicados ao Oscar 2021 entrarão no catálogo do Telecine; confira a lista

    JUDAS E O MESSIAS NEGRO

    Indicado a seis categorias no Oscar, Judas e o Messias Negro tem Daniel KaluuyaLakeith Stanfield no elenco.

    "Por mais protocolar que seja o estilo de King ao narrar esta história real, Judas e o Messias Negro conta com uma direção segura, que destaca o talento do elenco, e um roteiro que flui a partir da ação dos Panteras Negras e a reação do FBI. Isso faz com o que filme ganhe os contornos da perseguição violenta e silenciosa que permeou por um tempo até culminar no assassinato de Hampton. Aliado à caçada entre "gato e rato" que se sucede, o filme consegue, também, humanizar a figura de O'Neal, delator do FBI que teve participação na noite em que Hampton perdeu sua vida. Ao abrir e fechar a obra com o personagem (com atuação impressionante de Stanfield), o diretor entrega um contraponto à narrativa principal: O'Neal também foi vítima do sistema policial norte-americano, por mais que tenha tido grande responsabilidade no caso". Confira a crítica completa de Judas e o Messias Negro por Barbara Demerov.

    Como os filmes Os 7 de Chicago e Judas e o Messias Negro se complementam?

    MANK

    Indicado a dez categorias no Oscar, Mank é estrelado por Gary Oldman.

    "Não é porque Mank foi filmado em preto e branco, possui som mono ou custou cerca de 30 milhões de dólares que a produção não é capaz de garantir um forte impacto no espectador. Afinal, a revisita de Fincher à Era de Ouro em Hollywood e ao processo de criação de Cidadão Kane, um dos maiores clássicos de todos os tempos, não se limita ao que aquele determinado período representa no imaginário de quem trabalha na área ou é fã de cinema. Entre um e outro fade in/out há muito o que se observar em uma obra que não possui um grande clímax, mas que distribui grandes momentos em diálogos pontuais". Confira a crítica completa de Mank por Barbara Demerov.

    Mank: O que você precisa saber sobre Cidadão Kane antes de assistir ao novo filme da Netflix

    O SOM DO SILÊNCIO

    Indicado a seis categorias no Oscar, O Som do Silêncio tem Riz Ahmed no elenco.

    "Estreia de Darius Marder na direção, o drama acompanha a história de Ruben, um baterista que vive de maneira nômade com a namorada e parceira de banda, Lou (Olivia Cooke). O problema surge quando sua audição começa a se deteriorar rapidamente, precisando afastá-lo da música. Ele quer ignorar o problema e acumular dinheiro suficiente para colocar um implante, mas ela o convence a entrar para uma comunidade de surdos". Confira a crítica completa de O Som do Silêncio por Kati Vianna. 

    O Som do Silêncio no Oscar 2021: Curiosidades que você precisa saber antes de assistir ao filme

    PIECES OF A WOMAN

    Indicado a Melhor Atriz, Pieces of a Woman tem Vanessa Kirby no elenco.

    "Pieces of a Woman traz uma história tão feminina quanto universal, seja expondo o vazio que fica em um corpo que não se preparou para ficar sozinho como também trabalhando a continuidade da perda. Tudo isso de forma genuína, fazendo com que a protagonista também veja os reflexos em relacionamentos despreparados - uns com capacidade de recuperação, outros não - e na possibilidade de obter justiça diante do que aconteceu. É simbólico notar que a única pessoa que enxerga a perda de um filho como algo inestimável seja a própria pessoa que a vivenciou, mas o fato é que o silêncio de Martha já dizia isso desde o princípio. É como se ela sempre estivesse preparada para se quebrar e juntar seu pedaços novamente". Confira a crítica completa de Pieces of a Woman por Barbara Demerov.

    Pieces of a Woman: indicada ao Globo de Ouro e SAG, Vanessa Kirby fala sobre problema silencioso que filme traz (Entrevista)

    RELATOS DO MUNDO

    Indicado a quatro categorias no Oscar, Relatos do Mundo tem Tom HanksHelena Zengel no elenco.

    "Conhecido por sua câmera frenética e pelas inúmeras sequências de ação de tirar o fôlego em sua filmografia, o diretor Paul Greengrass adentra pela primeira vez no amplo terreno do western. Seu Relatos do Mundo apresenta a sobriedade e firmeza necessárias para um filme do gênero, mas ainda assim é surpreendente ver que o domínio de Greengrass não esteja fadado apenas a se igualar a determinados clássicos do faroeste para agradar o público". Confira a crítica completa de Relatos do Mundo por Barbara Demerov.

    Relatos do Mundo estreia na Netflix: Sobre o que é o filme de western com Tom Hanks?

    ROSA E MOMO

    Indicado a Melhor Canção Original no Oscar, Rosa e Momo já levou o Globo de Ouro na mesma categoria.

    "O comovente enredo acompanha Madame Rosa (Loren), uma sobrevivente do Holocausto que vive na Itália. Ela cuida de filhos de trabalhadoras do sexo, profissão que também já chamou de sua. Um amigo pede que ela aceite o jovem Momo (Gueye), um senegalês órfão bastante rebelde, e envolvido em tráfico de drogas. Só que, enquanto isso, ela precisa lidar com um impiedoso Alzheimer — momento em que Loren transita muito bem entre a mulher madura e firme e a jovem amedrontada por causa de invasores nazistas". Confira a crítica completa de Rosa e Momo por Vitória Pratini.

    SOUL

    Indicado a Melhor Animação, Soul já levou o Globo de Ouro na mesma categoria.

    "Soul não se trata de uma reinvenção do estúdio, tampouco aborda um tema inédito; a graça de tudo está no estilo deste novo universo paralelo (que remete ao que já vimos em Divertida Mente), no existencialismo de Joe e na insegurança de 22. Combinados, estes elementos trazem diferentes aspectos a uma só história. Mais uma vez, o foco aqui não é o de entreter o público infantil. Para além disso, é o de causar uma possível epifania no público adulto - algo bem-vindo sempre, mas especialmente em um ano como o de 2020". Confira a crítica completa de Soul por Barbara Demerov.

    Soul: A importância de dubladores negros na animação da Pixar

    UMA NOITE EM MIAMI

    Indicado a três categorias do Oscar,Uma Noite em Miami é dirigido por Regina King.

    "O primeiro trabalho de Regina King como diretora no cinema não chega a ser nada muito extravagante, tampouco parece ter sido idealizado puramente para impressionar seu público a fim de demonstrar domínio em técnica ou na temática escolhida. Mas acontece que One Night in Miami, um dos primeiros filmes a serem exibidos no Festival de Toronto 2020, é um ótimo início para esta nova fase da carreira de King exatamente por estes dois motivos". Confira a crítica completa de Uma Noite em Miami por Barbara Demerov.

    Oscar 2021: Ouça os indicados para a categoria de Melhor Canção neste ano

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top