Minha conta
    Spike Lee, de Infiltrado na Klan, xinga Bolsonaro de “gangster” e “sem moral”
    Por Kalel Adolfo — 6 de jul. de 2021 às 14:45

    Durante a abertura do Festival de Cannes, Spike Lee (Infiltrado na Klan) disparou críticas ao atual presidente Jair Bolsonaro.

    Não é incomum ver atores e diretores criticando Jair Bolsonaro. Recentemente, A Casa das Flores — seriado da Netflix — chamou o atual presidente de “burro”. Além disso, Deborah Secco já precisou rebater algumas críticas do político por conta de sua performance em Bruna Surfistinha. E agora, chegou a vez de Spike Lee — lendário diretor que já venceu o Oscar — atacar Bolsonaro.

    Durante a cerimônia de abertura da 74ª edição do Festival de Cannes, que aconteceu hoje (6), o cineasta por trás de Infiltrado na KlanDestacamento Blood chamou Bolsonaro de “gângster” enquanto discursava sobre o cenário político mundial.

    “Este mundo é governado por gângsters. O Agente Laranja — se referindo a Donald Trump —, o cara do Brasil (Bolsonaro) e o presidente russo Putin. Eles são gângsteres e farão o que bem entenderem. Eles não têm moral nem escrúpulos”, afirmou. E aí, você concorda com ele?

    Leonardo DiCaprio rebate afirmações de Bolsonaro e Mark Ruffalo critica política ambiental brasileira
    Spike Lee é o primeiro negro a presidir o júri do festival
    Spike Lee no Festival de Cannes 2021

    Spike Lee deveria ter presidido o júri de Cannes em 2020, mas o festival acabou sendo cancelado por conta da pandemia do novo coronavírus. Mas desta vez, o evento está acontecendo com toda a força. Ao seu lado, estão artistas importantes como Song Kang-hoMélanie Laurent — que atuou no recente Oxigênio —, Mati DiopMaggie Gyllenhaal e o diretor brasileiro Kleber Mendonça Filho, que chegou a vencer o Prêmio do Júri em 2019 por Bacurau.

    Netflix desmente filho de Jair Bolsonaro sobre série: "Você está louca, querida"
    O que esperar das produções no Festival de Cannes 2021?

    Entre os títulos mais aguardados da edição estão Annette, do diretor francês Leos Carax, estrelado por Adam Driver e Marion Cottilard. O musical acompanha um casal formado por um comediante e uma cantora de ópera, que veem a vida passar por uma grande transformação após o nascimento da filha.

    Contudo, há outras obras extremamente empolgantes que vão dar muito o que falar nos próximos meses. O AdoroCinema criou uma lista com todas elas. Vale lembrar que o evento é o berço de clássicos como Pulp Fiction e Parasita — que foi exibido recentemente na Globo.

    Artistas internacionais aderem à campanha #EleNão
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • haroldo
      ..isto enquanto sobre o efeito das drogas que ingeriu, sem o uso delas ele só gagueja...
    • Germano Dutra Jr
      E ele não tá errado.Olha o gado que está vindo para chiar. 3, 2, 1...
    • wisemann_andy
      De fato... E convenhamos, é o Spike Lee...
    • Pietro
      Artista estrangeiro dando palpite sobre a política brasileira ?Eu não levo a sério.
    • João
      Cara bosta, ele não tem nenhuma moral de criticar essas pessoas pois ele é um hipócrita de merda, não só ele se veste que nem um gangster (ou um cafetão) como ele também é um total racista contra brancos sendo que ele VIVE fazendo mimimi sobre racismo. Esse de certeza é um diretor que eu não consigo gostar, muito pelo contrário, eu o odeio.
    • Lilith Valentine
      o cara é foda.. agora os gado vai querer boicota ele e a lei rounaet do brasilrs tadinho do leeimagina a frustacao dele em sabe que o gado fico putinho e nao querem mais ve filme dele
    Mostrar comentários
    Back to Top