Minha conta
    Gosta de produções assustadoras? Confira os melhores filmes de terror de 2021
    31 de dez. de 2021 às 22:00
    Rafael Felizardo
    Rafael Felizardo
    -Redator | Crítico
    Sonhador desde pequeno e apaixonado por cinema de A a Z, encontrou em David Lynch um modo de sonhar acordado.

    Com Censor, A Lenda de Candyman e Malignant, o ano de 2021 foi excelente no quesito filmes assustadores.

    Filmes de terror são aqueles tipos de produções que possuem um público cativo e gelam o coração até das almas mais corajosas. Desde entidades malignas, passando por assassinos sanguinários, casas mal-assombradas, chegando às famosas fitas amadoras, o gênero possui uma legião de aficionados, apaixonados pelos momentos de susto e todo o suspense contido nos longas-metragens.

    Se 2021 tratou bem a sétima arte, com o terror não poderia ser diferente. Apresentando grandes blockbusters, como a Trilogia Rua do Medo e Maligno; e longas não tão conhecidos assim, como Censor e Sator; o ano foi um prato cheio para quem gosta do horror, prometendo, 2022, seguir pelo mesmo caminho.

    E para os milhões de apaixonados pelo gênero, o AdoroCinema preparou uma lista com alguns dos melhores filmes de terror de 2021. Confira abaixo:

    10 Filmes de terror clássicos para curtir no fim de semana
    CENSOR

    Podendo ser classificado como uma mistura de David Lynch com David Cronenberg, Censor entrega tudo o que os fãs desses dois diretores pedem em um filme: uma fotografia de tirar o fôlego, surrealismo, body horror e um bom enredo.

    Na trama, Enid Baines (Niamh Algar) é uma rigorosa censora de filmes, reconhecida por seus colegas de trabalho como irredutível, sempre recomendando que os conteúdos violentos sejam cortados ou banidos das obras. Após assistir a um vídeo desagradavelmente familiar, ela se propõe a resolver um mistério do passado: o desaparecimento de sua irmã, Nina, declarada como morta por seus pais anos atrás — fato que nunca a convenceu. Enid, então, acaba embarcando em uma busca perturbadora que dissolve a linha entre ficção e realidade.

    A LENDA DE CANDYMAN

    Filme com roteiro do aclamado Jordan PeeleA Lenda de Candyman relembra o clássico O Mistério de Candyman (1993), apresentando uma mistura de crítica social e horror para entregar um dos melhores thrillers do ano.

    No longa, em um bairro pobre de Chicago, a lenda de um espírito assassino conhecido como Candyman (Tony Todd) assolou a população anos atrás, aterrorizando os moradores do complexo habitacional de Cabini Green. Agora, o local foi renovado e é lar de cidadãos de alta classe. Quando o artista visual Anthony McCoy (Yahya Abdul-Mateen III) e sua namorada, diretora da galeria, Brianna Cartwright (Teyona Parris), se mudam para Cabrini, a lenda de Candyman começa dominar os pensamentos de Anthony, passando a aterrorizar, novamente, o bairro.

    TRILOGIA RUA DO MEDO

    Fazendo referência aos clássicos slashers oitentistas, Rua do Medo é uma adaptação da série de livros de mesmo nome do escritor R.L. Stine. Com uma pegada mais leve e adolescente, a franquia não se leva a sério, configurando uma boa opção para quem quer dar, também, algumas risadas.

    Depois da colega Heather (Maya Hawke) ser morta na saída do trabalho, um grupo de adolescentes passa a ser perseguido por uma série de assassinos mascarados, em 1994, na pequena cidade de Shadyside. Quando eles começam a investigar as mortes,logo descobrem que não são as primeiras vítimas e que a cidade tem uma longa história de brutalidade que vem acontecendo há anos.

    LAMB

    Mais uma obra da produtora A24 indicada a premiações nos principais festivais de cinema do mundo, Lamb apresenta um estilo de terror diferente, e é recomendado para quem gosta de elementos do gênero misturados com drama.

    Ingvar e Maria são dois pastores de ovelha vivendo em uma planície isolada na Islândia. Ambos sofrem com a morte recente da filha pequena, até o dia em que um milagre de Natal lhes proporciona uma nova e inesperada criança para cuidar. O casal, então, abraça o recente presente dos céus, sem imaginar que talvez estejam infringindo algumas regras da natureza.

    Conheça os filmes macabros da A24, produtora por trás de A Bruxa e Hereditário
    THE MEDIUM

    The Medium é um falso documentário de duas horas que foca na vida rural de uma vila no interior da Tailândia. Com uma primeira parte arrastada — o famoso slow burn — o segundo ato do longa transforma-se em um grande pesadelo, mudando completamente o ritmo da obra.

    No filme, uma equipe de documentaristas pesquisa as práticas xamânicas do povo Isan, no nordeste da Tailândia. Quando o xamã do povoado percebe que seu sobrinho foi possuído, as coisas logo mudam de rumo, mostrando que uma entidad, antes benéfica, pode não ser tão caridosa assim.

    MALIGNO

    Filme de James Wan que faz referência aos clássicos do terror italiano, Malignant (no original) é um blockbuster com marcantes elementos de body horror, revivendo o início da carreira de Wan e filmes antigos do gênero.

    Nele, acompanhamos Madison (Annabelle Wallis) começando a ter sonhos aterrorizantes de pessoas sendo brutalmente assassinadas. Quando ela percebe que, na verdade, os sonhos são visões reais de crimes enquanto acontecem, aos poucos, começa também a descobrir que esses assassinatos estão conectados a uma entidade do seu passado, precisando lutar contra os traumas de infância para dar fim ao pesadelo.

    SATOR

    Produzido em 2019 mas lançado oficialmente em 2021, Sator conta com uma ambientação soturna, um clima sufocante e elementos folclóricos — e talvez seja um dos filmes de terror mais subestimados do ano.

    Vivendo sozinho nos bosques, um homem convida seu irmão e sua família para uma visita. Quando uma série de encontros com estranhos seres ocorre, ele começa a acreditar nas antigas histórias que sua avó contava, sobre uma entidade maligna antiga vivendo naquela região.

    Sator
    Sator
    Data de lançamento julho 2020 | 1h 25min
    Criador(es): Jordan Graham
    Com Michael Daniel, Rachel Johnson, Aurora Lowe, Gabriel Nicholson, June Peterson
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top