Minha conta
    6 melhores filmes de terror slasher de todos os tempos
    Por Bruno Botelho dos Santos — 14 de fev. de 2021 às 20:00

    De O Massacre da Serra Elétrica a Pânico, o slasher é responsável por muitos filmes clássicos da história do terror.

    Slasher é um subgênero de filmes de terror que tradicionalmente envolve assassinos em série psicopatas que matam aleatoriamente suas vítimas. Muito popular entre os anos 80 e 90, o slasher foi responsável por apresentar personagens icônicos do cinema de terror e muitos de seus vilões mais assustadores, que traumatizam muitas pessoas até hoje.

    Mesmo com uma saturação do subgênero, ele consegue sobreviver até hoje graças a algumas produções, como Pânico, que conseguem reinventar sua fórmula e gerar frutos por mais décadas.

    O AdoroCinema separou alguns dos melhores filmes de terror slasher de todos os tempos, que você não pode perder se é fã do gênero.

    O Massacre da Serra Elétrica

    O Massacre da Serra Elétrica, de 1974, é um dos filmes mais importantes para o subgênero slasher, afinal, ele foi um dos precursores e apresentou um dos psicopatas mais assustadores do terror, Leatherface.

    Dirigido por Tobe Hooper e inspirado pelos crimes do assassino em série Ed Gein, o enredo segue Sally, Franklin e seus três amigos, que ficam sem gasolina enquanto dirigem para a casa do avô. Um por um, eles são atormentados e mortos por um assassino com uma motosserra e sua família psicopata.

    30 filmes clássicos de terror

    Halloween: A Noite do Terror

    Michael Myers é um dos serial killers mais assustadores do cinema, todo mundo sabe. Halloween: A Noite do Terror, de John Carpenter, foi o filme que apresentou esse personagem sanguinário, além de inspirar grande parte dos filmes slashers.

    Michael Myers (Tony Moran) é um psicopata que vive em uma instituição há 15 anos, desde quando matou sua própria irmã. Porém, ele consegue fugir de seu cativeiro e retorna à sua cidade natal para continuar seus crimes na localidade que, aterrorizada, ainda se lembra dele.

    Tirando o Mofo: Halloween, um baile de máscaras, medo e anarquia

    A Hora do Pesadelo

    A Hora do Pesadelo introduziu Freddy Krueger, um dos personagens mais icônicos do cinema de terror, que tem o diferencial de atacar e manipular suas vítimas durante o sono, além de ser bastante sarcástico.

    O filme dirigido por Wes Craven acompanha um grupo de adolescentes que começa a ter pesadelos horríveis, onde são atacados por um homem deformado com garras de aço. Ele apenas aparece durante o sono e, para escapar, é preciso acordar. Os crimes vão ocorrendo seguidamente, até que se descobre que o ser misterioso é na verdade Freddy Krueger (Robert Englund), um homem que molestou crianças na rua Elm e que foi queimado vivo pela vizinhança. Agora Krueger pode retornar para se vingar daqueles que o mataram, através do sono.

    Freddy Krueger está de volta em documentário dedicado à maquiagem do personagem

    Pânico

    Os filmes slasher se tornaram extremamente populares durante os anos 80 e 90, com inúmeros exemplares e sequências que levaram o subgênero à exaustão. Wes Craven, que já havia feito A Hora do Pesadelo, foi responsável por reinventar o subgênero slasher com Pânico, em 1996.

    O filme brinca com o próprio gênero e segue os jovens da pacata cidadezinha começam a receber ligações de um maníaco que faz perguntas sobre filmes de horror. Quem erra, morre. As perguntas seguem uma lógica que será desvendada numa grande festa escolar. Enquanto isso, Sidney Prescott (Neve Campbell) começa a desconfiar que a morte de dois estudantes está relacionada com o falecimento da sua mãe, há cerca de um ano.

    Pânico 5 está previsto para estrear em 2022 e será dirigido por Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillett, de Ready or Not, que vão seguir o legado deixado por Wes Craven após seu falecimento.

    Cenas de filmes de terror que deixaram os próprios atores em pânico

    Prelúdio Para Matar

    Dirigido pelo mestre do terror italiano, Dario Argento, Prelúdio para Matar, de 1975, é um clássico do giallo, subgênero de suspense policial que conta geralmente com assassino em série, e inspirou o slasher americano.

    O pianista inglês Marcus Daly (David Hemmings) é testemunha do brutal assassinato de uma famosa médium (Macha Méril), mas não é capaz de reconhecer o rosto do criminoso. Intrigado, ele decide investigar o crime com a ajuda da repórter Gianna Brezzi (Daria Nicolodi), mergulhando num submundo perigoso e correndo cada vez mais riscos a medida em que se aproximam da verdade pois são constantemente vigiados pelo misterioso assassino.

    Quentin Tarantino adorou e chorou com Suspiria, revela Luca Guadagnino

    Noite do Terror

    Noite do Terror, de 1974, é um dos filmes mais influentes do slasher por seguir perfeitamente a fórmula de assassinatos e um assassino em série desconhecido, assim como muitas produções fariam mais tarde.

    Durante o feriado de natal, um grupo de garotas da irmandade fazem planos para curtir o dia livre, mas começam a receber ligações estranhas que as deixam assustadas. Quando Clare (Lynne Griffin) desaparece, suas amigas entram em contato com a polícia, que não parece muito preocupada e disposta a ajudar. A polícia só se interessa pelo caso quando encontra uma garota de 13 anos morta. Tais acontecimentos fazem com que todos percebam que estão lidando com um possível assassino em série.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top