Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Um Príncipe em Nova York 2: Todos os personagens que Eddie Murphy interpreta no filme
    Por Vitória Pratini — 4 de mar. de 2021 às 21:00
    facebook Tweet

    Continuação do clássico dos anos 1980 no Amazon Prime Video tem Murphy e Arsenio Hall caprichados na maquiagem e nas próteses.

    Um Príncipe em Nova York 2 é o mais novo filme de comédia a chegar no Amazon Prime VideoContinuação tardia do clássico de 1988 estrelado por Eddie Murphy, o longa-metragem é repleto de referências à produção original, citações a Pantera Negra, música, dança, participações especiais e muita representatividade.

    Tal como em Um Príncipe em Nova York, no novo filme, Eddie Murphy e seu parceiro Arsenio Hall interpretam diversos personagens — que garantiram cerca de cinco horas dos atores na cadeira de maquiagem para os tornar irreconhecíveis, e muita habilidade dos intérpretes. Sabia que o projeto de 1988 foi a primeira vez em que Murphy viveu vários personagens no mesmo filme, usando toda a gama de possibilidades de maquiagem e próteses? Ele e Hall fizeram quase todos os coajuvantes da produção! E Murphy ainda pensou em interpretar os personagens de O Professor Aloprado como um crossover.

    Leia a crítica de Um Príncipe em Nova York 2

    Para você estar preparado na hora de dar o play, relembre todos os personagens que Eddie Murphy interpreta em Um Príncipe em Nova York 2 (e no filme anterior também!). Será que você vai reconhecer o astro nos papéis?

    Príncipe Akeem Joffer
    Amazon Prime Video

    Na franquia Um Príncipe em Nova York, Eddie Murphy interpreta principalmente o Príncipe Akeem Joffer, herdeiro do trono do reino fictício de Zamunda, na África. No primeiro filme, Akeem é o príncipe herdeiro de Zamunda, na África. Ele não quer seguir com o casamento arranjado por seu pai (James Earl Jones) e foge com seu amigo Semmi para Nova York a fim de encontrar uma esposa moderna e de pensamento livre.

    Já no segundo longa, 30 anos depois, Akeem está casado com Lisa (Shari Headley) e é recém-coroado rei de Zamunda. Só que ele tem um problema: ainda que tenha três filhas, a lei e tradição dizem que o próximo rei deve ser um homem. Para sua surpresa, ele descobre que tem um filho concebido quando ele e Semmi estiveram nos Estados Unidos, sem que ele se lembre. E lá vão ele e Semmi de volta ao Queens, em Nova York.

    Pantera Negra seguiu os passos de Um Príncipe em Nova York, comenta Eddie Murphy (Entrevista)

    O personagem é, de certa forma, Murphy como um comediante charmoso. Akeem é o arquétipo de conto de fadas clássico de um príncipe que não deseja realmente ser um príncipe, e é ingênuo sobre os costumes do mundo (e de Nova York). Protagonista, ele tem que lidar com as peculiaridades e excessos da riqueza.

    Clarence, o Barbeiro
    Amazon Prime Video

    Um dos personagens coadjuvantes mais criativos de Murphy, Clarence, o Barbeiro, retorna em Um Príncipe em Nova York 2. Tagarela, barulhento e caricato, o barbeiro veterano que adora falar sobre boxe lembra bastante os papéis do ator no Saturday Night Live. É curioso que suas cenas são basicamente Eddie Murphy tendo uma discussão consigo mesmo. Todas as sequências da barbearia se transformam em uma batalha de palavras entre Clarence e Saul sobre atletas do passado — com Arsenio Hall como seu colega barbeiro Morris apenas balançando a cabeça.

    A pergunta que não quer calar é: se ele já era "envelhecido" no primeiro filme, quantos anos tem agora? Clarence centenário? Ou nunca envelhece mesmo?

    Um Príncipe em Nova York: A comédia com Eddie Murphy que quebrou barreiras

    Saul, o Cliente

    No melhor uso absoluto da maquiagem e próteses, Murphy ficou realmente irreconhecível como Saul, um cliente judeu na barbearia local no prédio de Akeem. Um retrato amplo e exagerado, o personagem é um estereótipo de um bairro local em Nova York, mas funciona como o quarto barbeiro veterano não oficial, muitas vezes jogando damas com quem está livre no canto.

    A interpretação de Murphy como Saul foi um segredo bem guardado durante a realização de Um Príncipe em Nova York, até seu lançamento. Tanto que, aparentemente, o ator andou pelo lote da Paramount com a maquiagem de Saul entre as cenas para testar sua credibilidade, e ele foi capaz de enganar as pessoas fazendo-as pensarem que ele era um lunático, mesmo quando disse em sua voz natural: "Eu sou Eddie Murphy". Pois é, o filme original (e o novo) só teve um ator branco mesmo.

    Randy Watson, o vocalista do Sexual Chocolate

    O protagonista de Um Príncipe em Nova York também interpreta um personagem que se tornou icônico, lembrado até hoje na cultura pop por seu número musical. Trata-se de Randy Watson, vocalista totalmente sem talento do banda "Sexual Chocolate". A engraçada cena traz o "cantor" subindo ao palco em um terno azul que parecia datado até mesmo 30 anos atrás.

    Um Príncipe em Nova York 2: Estes personagens não estão no filme e você nem percebeu

    Com Leslie JonesWesley SnipesJermaine Fowler no elenco, Um Príncipe em Nova York 2 estreia do filme na próxima sexta-feira, dia 5 de março no Amazon Prime Video.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top