Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Falcão e o Soldado Invernal tem sua primeira cena pós-créditos no episódio 5; Entenda o que ela significa na Marvel
    Por Bruno Botelho dos Santos — 16 de abr. de 2021 às 10:58

    Primeira cena pós-créditos de Falcão e o Soldado Invernal no Disney+ mostra mudanças importantes para John Walker.

    Falcão e o Soldado Invernal apresentou John Walker, interpretado por Wyatt Russelque não sabia qual papel iria fazer na série da Marvel no Disney+ –, como o novo Capitão América escolhido pelo governo dos Estados Unidos. Isso, obviamente, não agrada nem um pouco Sam Wilson, o Falcão (Anthony Mackie) e Bucky Barnes, o Soldado Invernal (Sebastian Stan), que partem em uma aventura mundial para manter o legado de Steve Rogers (Chris Evans) depois de Vingadores: Ultimato

    Porém, O Mundo Está Vendo – quarto episódio de Falcão e o Soldado Invernal – deixou os fãs chocados com cena inesperada e violenta que apresentou uma mudança significativa na personalidade de John Walker. Verdade, o penúltimo episódio, mostra as consequências disso e apresenta a primeira cena pós-créditos da série, conectando cada vez mais Walker com seu personagem nos quadrinhos da Marvel.

    ATENÇÃO: A matéria apresenta revelações sobre o penúltimo episódio de Falcão e o Soldado Invernal!

    Falcão e o Soldado Invernal: Por que o novo Capitão América da Marvel se parece com Homelander de The Boys?

    O que acontece na cena pós-créditos do episódio 5 de Falcão e o Soldado Invernal?

    No quarto episódio de Falcão e o Soldado Invernal, John Walker utiliza um dos frascos do soro de super soldado que estava com os Apátridas. Assim, ele se torna mais forte e consegue lutar melhor contra o grupo. Porém, seu assistente Lemar Hoskins (Clé Bennett) acaba acidentalmente sendo morto em uma cena de batalha, o que faz Walker furioso perseguir um membro dos Apátridas, matando-o violentamente com o escudo do Capitão América – bem na frente de uma multidão de pessoas.

    Continuando isso, o quinto episódio mostra as consequências dessa atitude para John Walker, o que acabou sendo um incidente internacional e manchando a imagem do Capitão América. Por isso, Sam e Bucky tiram seu escudo – simbolicamente tirando sua identidade de Capitão América. E logo depois, o governo dos Estados Unidos retira ele do papel, dizendo que é apenas por causa de seu histórico e que ele não está sendo julgado por suas ações. Obviamente que ele não iria aceitar bem essa rejeição.

    Porém, uma mulher chamada Valentina Allegra de Fontaine (Julia Louis-Dreyfus), dá a ele a oportunidade de continuar seu trabalho, apoiando-o no que ele fez e explicando que o escudo do Capitão América não é realmente do governo. Assim, a cena pós-créditos mostra o próprio John Walker construindo nada menos que outro novo escudo do Capitão América, se aproximando para se tornar o famoso personagem dos quadrinhos Agente Americano, que é ideologicamente muito diferente do que Steve Rogers foi no Universo Cinematográfico Marvel.

    Falcão e o Soldado Invernal: Capitão América de John Walker é um resultado da Guerra Civil

    Quem é o Agente Americano?

    Nos quadrinhos, o Agente Americano traz uma perspectiva muito diferente ideologicamente do que Rogers apresentava, como uma forma mais perigosa de patriotismo e uma abordagem mais extremada da justiça em nome do governo. Em Falcão e o Soldado Invernal, vemos o arco de John Walker, que aos poucos se coloca como um dos vilões na Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel.

    Por isso, Walker vai querer manter sua carreira de super-herói (ou super-vilão) mesmo sem o apoio do governo, o que vai fazer com que ele não hesite em acabar com a vida dos outros para alcançar seus objetivos. Além de Agente Americano, John Walker pode assumir uma carreira como Super-Patriota que foi seu primeiro codinome nos quadrinhos depois de conseguir seus poderes com o Mercador do Poder – que ainda está com sua identidade secreta em Falcão e o Soldado Invernal.

    Com isso, foi antagonista do Capitão América ao sentir que o herói não era o símbolo que o país precisava, e escolheu ser algo melhor. Ele viajou para vários comícios para aumentar sua imagem como um herói americano e manchar a reputação do Capitão. Depois que Steve Rogers se aposentou, o governo escolheu Walker para se tornar o novo Capitão América, principalmente depois dele ter derrotado um terrorista.

    Seja qual for sua identidade, é fato que John Walker foi corrompido pelos seus poderes e vai continuar usando eles de uma maneira cada vez mais perigosa. Vamos ver como isso irá se concluir no último episódio e como Sam e Bucky vão lidar com o personagem.

    Falcão e o Soldado Invernal recebe seu último episódio em 23 de abril no serviço de streaming Disney+.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top