Minha conta
    O Esquadrão Suicida tem uma cena que deixou ATÉ o diretor chocado: “Fomos longe demais?”
    9 de ago. de 2021 às 12:46
    Aline Pereira
    Aline Pereira
    -Redatora | crítica
    Jornalista que ama boas histórias e combina a paixão por cinema e TV com comunicação para mergulhar ainda mais nos universos e personagens que já fazem brilhar os olhos. Pipoca, suspense, dramédia e uma pitada de reality são a receita perfeita para todos os dias.

    Novo filme do Esquadrão Suicida traz muito mais violência do que a versão de 2016 e um trecho específico fez o diretor James Gunn achar que tinha "forçado a barra".

    Entre todas as diferenças que separam o Esquadrão Suicida de 2016 da nova versão de 2021, o nível de violência é uma das que mais chamam atenção. O banho de sangue é completo no filme assinado por James Gunn e até o próprio diretor ficou com um certo receio de ter ido longe demais em uma das sequências de ação mais insanas do longa, que é protagonizada por Idris Elba e John Cena.

    No trecho em questão, o Esquadrão está na ilha de Corto Maltese e o grupo entra em um acampamento a caminho de encontrar Rick Flag (Joel Kinnaman) e Sol Soria (Alice Braga), uma das novas personagens do filme. O Sanguinário (Idris Elba) e o Pacificador (John Cena) entram em uma espécie de competição, exibindo as habilidades de combate e acabam aniquilando todas as pessoas (e que eram inocentes!) que encontram pelo caminho de formas “criativas” e brutais, em uma das cenas com mais mortes de O Esquadrão Suicida.  

    Esquadrão Suicida: Tudo sobre a personagem de Alice Braga no novo filme da DC

    Warner Bros. Pictures

    Não à toa, até o diretor ficou meio em choque com a violência da cena. “Cara, assistindo outro dia no cinema esse foi o momento em que pensei ‘fomos longe aqui, fomos até o limite de onde podíamos’. Alguns executivos da Warner questionaram ‘essa é a parte em que vamos longe demais?’. Acho que foi nesse momento que adicionei que Amanda Waller (Viola Davis) diz explicitamente a eles para entrarem no acampamento e matarem todo mundo. Então, eles estão seguindo as ordens dela e ela é uma das antagonistas do filme. De qualquer forma, fiquei com alguns receios”, revelou em entrevista à Variety.

    Por outro lado, Gunn ressaltou que a passagem tem um papel importante no desenvolvimento do personagem de Idris Elba. “Eu amei a sequência. É engraçada e, para mim, é o coração do filme no que diz respeito à jornada do Sanguinário que começa a aprender que ser um líder não é sinônimo de ser tóxico que o verdadeiro caminho para a sua masculinidade é através da vulnerabilidade. E essa cena é grande parte disso, só dois caras competindo para ver quem é o maior”, analisou.

    O Esquadrão Suicida tem atriz de Euphoria e mais 6 participações especiais no elenco

    Em entrevista ao The Hollywood Reporter, James Gunn voltou a falar sobre a violência gráfica que marcou o filme e admitiu que nem ele esperava que O Esquadrão Suicida fosse ser tão pesado assim. Só para compararmos: o longa de 2016 recebeu classificação indicativa para maiores de 13 anos, nos Estados Unidos, enquanto a nova versão só é permitida no cinema para maiores de 17 anos.

    Warner Bros. Pictures

    Divindo uma curiosidade sobre os bastidores do filme, James Gunn disse teve uma ideia mais concreta sobre o quão violento o filme era no processo de edição, “Queria que o filme fosse provocativo e explosivo, mas que convidasse as pessoas para fazer parte dele o máximo possível. E tenho que admitir que fiquei um pouco surpreso pelo quão violento o filme ficou”, brincou.

    O Esquadrão Suicida
    O Esquadrão Suicida
    Data de lançamento 5 de agosto de 2021 | 2h 12min
    Criador(es): James Gunn
    Com Margot Robbie, Idris Elba, John Cena, Daniela Melchior, Joel Kinnaman
    Usuários
    3,8
    Adorocinema
    4,0
    Assista agora em HBO Max
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top