Minha conta
    Oscar 2021: 5 filmes que não venceram a estatueta mas merecem sua atenção
    Por Nathalia Jesus — 26 de abr. de 2021 às 14:20

    Nomadland e Meu Pai foram os grandes vencedores da noite, mas há outras produções indicadas ao Oscar 2021 que também valem a pena ser assistidas.

    O Oscar 2021 aconteceu no último domingo (25), com uma cerimônia rápida e intimista, e fez história na lista de vencedores ao premiar Chloé Zhao na categoria de Melhor Diretor, tornando-a a segunda mulher a realizar tal feito em 93 anos de história. Além disso, outras vitórias memoráveis foram as de Youn Yuh Jung, primeira pessoa coreana a ganhar a estatueta na categoria, Anthony Hopkins, que foi consagrado como o artista mais velho a vencer como Melhor Ator, e Daniel Kaluuya por Judas e o Messias Negro.

    Oscar 2021: O que significa a diversidade de indicados neste ano?

    Nomadland recebeu o maior prêmio da noite e, tanto na categoria de Melhor Filme, quanto nas demais, tiveram produções que não venceram a estatueta — e a maioria não foi por falta de merecimento. Por isso, o AdoroCinema preparou uma lista de filmes indicados que não ganharam, mas que ainda devem ser mantidas em seu radar e prestigiadas devido à qualidade da produção, elenco, direção e outros critérios que os tornam maravilhosos de assistir.

    Better Days

    Indicado a Melhor Filme Internacional

    Estrelado pelo cantor, dançarino e ator Jackson Yee, e pela atriz Zhou DongyuBetter Days é um filme chinês que retrata o que há de pior no exame nacional chinês — comparável ao modelo do Enem no Brasil, em que os alunos estudam mais de 12 horas para passar na faculdade ao mesmo tempo em que enfrentam bullying de adolescentes cruéis. No emocionante filme, os protagonistas são uma aluna dedicada e com dificuldades financeiras e um jovem marginalizado e sem estudos que a protege em nome de uma grande amizade formada inesperadamente. Enfrentando juntos as dificuldades sistêmicas, os personagens Chen Nian e Xiao Bei levam a vida no limite quando uma bullie é morta e eles se tornam os principais suspeitos do assassinato.

    A Caminho da Lua

    Indicado a Melhor Animação

    A Caminho da Lua é uma produção da Netflix dirigida por Glen Keane, que também esteve por trás de produções como A Pequena Sereia, A Bela e a Fera, Aladdin e Pocahontas. A animação aborda a lenda da divindade chinesa Chang’e (Phillipa Soo) por meio da ótica da pequena Fei Fei (Cathy Ang), uma menina sonhadora que perde a mãe para uma doença. Inconformada com o fato de seu pai estar seguindo em frente após alguns anos desde a morte da mãe, a menina constrói um foguete para a lua, na tentativa de encontrar a deusa Chang’e para fazer com que o patriarca resgate seus sentimentos pela falecida mulher.

    Toca

    Indicado à Melhor Curta de Animação

    Disponível no catálogo da Disney+Toca é uma adorável história capaz de mostrar o quão precisa e verídica é a clássica frase “a união faz a força”. O curta-metragem acompanha uma coelhinha que sonha em montar a toca de seus sonhos, mas não consegue fazer sozinha e nem sabe por onde começar. Em sua tentativa, ela se afunda cada vez mais — no sentido literal e figurado — e percebe que pedir ajuda é uma atitude que não deveria causar vergonha, mas coragem.

    O Homem que Vendeu Sua Pele

    Indicado a Melhor Filme Internacional

    O Homem que Vendeu Sua Pele conta com a impressionante performance de Yahya Mahayni, que vive o jovem sírio Sam Ali. Para escapar da guerra em seu país, o rapaz se refugia no Líbano e conhece um artista que propõe um visto que garante liberdade para que viaje pela Europa, em troca de sua pele das costas. Ao se tornar a tela para o trabalho do artista, Sam Ali entra, sem saber, em um esquema de tráfico humano e passa a ser uma vítima da exploração que constantemente o desumaniza ao colocá-lo como um produto exposto na prateleira ao longo do filme. 

    Minari: Em Busca da Felicidade

    Indicado a Melhor Filme, Direção, Ator, Atriz Coadjuvante, Roteiro Original e Trilha Sonora

    Venceu apenas uma categoria e foi pela atriz, não pelo próprio filme, e por isso a presente redatora deseja fazer justiça ao longa-metragem. A comovente história de Minari: Em Busca da Felicidade coloca em holofotes as consequências do sonho americano para pessoas estrangeiras. Estrelado por Steve Yeun, ator de The Walking Dead, e por Youn Yu Jung, histórica vencedora do prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante no Oscar 2021, o drama acompanha uma família asiática recém estabelecida em uma fazenda nos Estados Unidos, tentando ganhar seus espaços em um meio desprovido de quaisquer privilégios e direitos básicos.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top