Minha conta
    Emmy 2021: 4 motivos para assistir a Hacks, comédia vencedora de melhor roteiro e direção
    20 de set. de 2021 às 20:00
    Nathalia Jesus
    Nathalia Jesus
    -Redatora
    Antes a redatora assistia todos os seriados fora de cronologia, mas ao descobrir o prazer de acompanhar episódio por episódio na sequência correta, ficou imersa nas histórias longas, aprofundamento de personagens e um apego que só séries eram capazes de lhe causar com tamanha intensidade.

    Estrelada por Hannah Einbinder e Jean Smart, também vencedora do Emmy, a série está disponível na HBO Max.

    Hacks foi um dos grandes destaques entre os vencedores do Emmy 2021, ganhando os prêmios de melhor roteiro e direção em série de comédia. Além disso, também contou com a grande vitória da protagonista Jean Smart como melhor atriz na categoria — que fez um lindo discurso em homenagem ao seu falecido marido, que morreu pouco tempo antes das gravações do último episódio da primeira temporada.

    Hacks
    Hacks
    Data de lançamento 13 de maio de 2021 | 30min
    Séries : Hacks
    Com Jean Smart, Hannah Einbinder, Carl Clemons-Hopkins, Christopher McDonald, Rose Abdoo

    Disponível no catálogo da HBO Max, a série acompanha Ava (Hannah Einbinder), uma roteirista em ascensão que sofre cancelamento na internet após escrever uma piada insensível. Com as portas da indústria fechadas para ela, sua única chance de salvar a carreira é trabalhar com Deborah Vance (Jean Smart), uma comediante veterana e extremamente desagradável, que está prestes a perder suas datas no teatro em que trabalhou por anos. Caso ainda não esteja convencido, o AdoroCinema preparou uma lista de motivos para você assistir à atração.

    Elenco para ninguém botar defeito

    Se você é do tipo que assiste séries por causa do elenco, a seleção de Hacks não vai te deixar à deriva! A série é protagonizada pela brilhante Jean Smart, que tem em seu currículo uma gama de produções aclamadas, como Mare of Easttown, Big MouthWatchmen e Fargo.

    Também não podemos esquecer da co-protagonista Hannah Einbinder, que iniciou a carreira como atriz em 2017, em projetos como North Hollywood e How To Be Broke, e já conquistou sua primeira indicação ao Emmy — com uma atuação que ajudou a tornar a dupla Ava e Deborah tão incrível.

    Tão importante quanto as protagonistas, está Carl Clemons-Hopkins, que entrega uma ótima performance como assistente de Deborah Vance. Entre os trabalhos desempenhados por Carl estão Chicago Med, Next e no recente lançamento de A Lenda de Candyman.

    Apresenta consequências do cancelamento na internet

    Dizem que “cancelamento” não existe, porque o artista ou pessoa pública que passam pelo julgamento do público online continuam com suas carreiras intactas. Porém, na vida real também existem casos em que as contas, de fato, chegam e essas pessoas devem arcar com as responsabilidades de seus erros — e é exatamente isso que Ava enfrenta ao longo de Hacks.

    Ao ter agido de forma totalmente incorreta por fazer uma piada de cunho homofóbico, a personagem perde tudo o que conquistou em poucos dias quando os principais nomes da indústria de TV passam a ignorá-la, gerando um ostracismo que existe também na vida real. Ninguém quer ter o nome associado à Ava, porque isso significaria concordância com suas atitudes, e isso torna Hacks um retrato bastante fiel à realidade em que o tribunal da internet determina sua redenção ou exclusão.
    Comédia com doses elevadas de drama

    Se você gosta de séries de comédia que saem da superficialidade e desnudam os personagens em seus traumas e históricos que os tornam o que são, Hacks precisa entrar na sua lista! A série da HBO Max vai te fazer rir, mas não escancaradamente, principalmente quando o passado de Deborah Vance vem à tona, quebrando toda a construção onipotente da protagonista. Traduzindo: pode esperar por uma comédia melancólica!

    Representatividade LGBTQ+


    Em meio à trama de Deborah Vance, Hacks nos proporciona momentos de representatividade LGBTQ+, tendo Ava e Marcus (Carl Clemons-Hopkins) nos holofotes. Ava é abertamente bissexual e tenta se dividir entre o trabalho com a comediante e aos seus planos de reconquistar a ex-namorada. Enquanto isso, Marcus, assistente de Vance, é um dos personagens em maior evidência na série e é gay. Ao longo do enredo de Hacks, discussões sobre sexualidade são bastante desenvolvidas — e podemos esperar muito mais na segunda temporada!

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top