Minha conta
    10 anos de Game of Thrones: Confira 10 curiosidades sobre a série que você não imaginava até hoje
    Por Vitória Pratini — 17 de abr. de 2021 às 10:00

    Premiada produção vai ser exibida em maratona na HBO durante toda esta semana em abril.

    Acredite se quiser, Game of Thrones está completando 10 anos em 2021. Neste dia 17 de abril, faz exatamente uma década desde que vimos os personagens de George R.R. Martin ganharem vida. Entre eles, os queridos Daenerys Targaryen (Emilia Clarke), Tyrion Lannister (Peter Dinklage), Jon Snow (Kit Harington) e o restante da família Stark — incluindo Ned (Sean Bean), lembra dele?!

    Brincadeiras à parte, a produção da HBO foi fenômeno de audiência (e de pirataria) muitos anos seguidos. E, apesar de ter um final controvérso e criticado, ainda é uma das séries mais celebradas de todos os tempos. Garantindo, é claro, momentos icônicos para Dany, Arya (Maisie Williams), Cersei (Lena Headey) e tantos outros personagens, além de batalhas grandiosas e inesquecíveis

    Bateu aquela saudade de esperar pela chegada do domingo para assistir à Game of Thrones nas telinhas? Ou você era daqueles que brigava com os amigos por pegar spoiler na segunda de manhã? A HBO vai exibir, a partir deste sábado (17), às 10h, até o dia 24 de abril, uma maratona diária de cada uma das oito temporadas da série, uma por dia. Além disso, em breve, serão lançados diversos spin-offs da produção.

    Então, se você é fã de Game of Thrones, prepare-se para rever os seus episódios favoritos e confira a lista de curiosidades abaixo.

    Game of Thrones teve um piloto que nunca foi ao ar

    Sabia que Game of Thrones teve um episódio piloto que nunca foi ao ar? Comandado pelo diretor e roteirista de Spotlight, Tom McCarthy, o piloto original foi tão terrível que a coisa toda foi desfeita e refilmada. "Nós entendemos tudo errado em um nível muito básico ao escrevê-lo", disse o co-criador David Benioff. Mudanças foram feitas não apenas no enredo e no ritmo, mas também no elenco. Catelyn Stark e Daenerys Targaryen foram interpretadas por diferentes atrizes no piloto — Jennifer Ehle e Tamzin Merchant, respectivamente — e substituídas por Michelle Fairley e Emilia Clarke para a refilmagem. Até o próprio George R. R. Martin teve uma participação especial no piloto original como um nobre comparecendo ao casamento de Daenerys e Khal Drogo.

    10 anos de Game of Thrones: As 7 cenas mais quentes da série

    Peter Dinklage quase recusou o papel de Tyrion

    Peter Dinklage fez sucesso como Tyrion Lannister se tornando um dos atores mais queridos da série. Tanto que o ator nem mesmo precisou fazer um teste para o papel. Os diretores o tinham em mente antes do início da série. Ele também sugeriu aos produtores que sua amiga Lena Headey fosse escalada para o papel de Cersei Lannister.

    Mas o astro quase recusou o papel por causa do estereótipo de anões em séries do gênero. "Tive uma hesitação, por causa do gênero de fantasia, disse a ele que não queria uma barba muito longa e sapatos pontudos", comentou Dinklage em uma sessão de perguntas e respostas do Reddit. "[Benioff e o co-criador Dan Weiss] me asseguraram que esse personagem e este mundo não eram isso", afirmou o ator. "Eles me falaram sobre sua complexidade, o fato de que ele não era um herói ou um vilão, que ele era um mulherengo e um bebedor, e eles pintaram um retrato lindo e defeituoso dele, então eu aceitei."

    HBO
    Interpretação de Joffrey foi inspirada em personagem de Joaquin Phoenix em Gladiador

    Jack Gleeson interpretou o sádico e cruel Rei Joffrey Baratheon, tanto que o ator parou de atuar por ser tão odiado (retornando somente em 2020 após seis anos fora da indústria cinematográfica). Gleeson revelou que sua interpretação do repulsivo personagem de Game of Thrones foi parcialmente influenciada por Commodus de Joaquin Phoenix em Gladiador. A característica mais notável que ele tentou implementar enquanto interpretava Joffrey foi o sorriso malicioso de Commodus.

    As mortes mais saborosas de Game of Thrones

    As mortes de Game of Thrones usaram mais de 15 mil litros de sangue falso

    Game of Thrones é conhecido por ter muitas mortes brutais e perdas de importantes personagens. Diversas dessas cenas terminam de forma horrível e sangrenta — como o inesquecível Casamento Vermelho. Somente na produção da Irlanda do Norte, a série da HBO usou mais de 15 mil litros de sangue falso.

    E falando em números impressionantes, a produção usou cerca de 80 quilômetros de tecido para figurinos e 52 mil sacos de neve de papel ao longo das oito temporadas.

    Emilia Clarke ficou presa no banheiro por causa de sangue falso

    Falando em sangue falso, uma das cenas mais sangretas de Daenerys Targaryen é quando a Mãe dos Dragões tem que comer o coração de um cavalo. E Emilia Clarke sofreu por sua arte. A atriz revelou, em entrevista a Jimmy Kimmel, que estava coberta da cabeça aos pés com o sangue falso, e estava grudenta. "Fiquei continuamente prendendo a mim mesma ou a outras coisas", disse Clarke, e admitiu que, em determinado momento, desapareceu do set. Isso porque tinha ficado presa no banheiro.

    O "coração" era na verdade mais como uma gelatina gigante coberto com quilos de sangue falso. Mas não pense que isso tornou mais agradável ou doce para ela colocar na boca. Clarke disse a Vulture que era tão nojento que ela ficava vomitando em um balde entre as tomadas.

    Game of Thrones: 10 grandes momentos da 1ª temporada

    Charles Dance aprendeu a esfolar um cervo para o papel de Tywin Lannister 

    Na 1ª temporada, quando o público é apresentado a Tywin Lannister (Charles Dance), ele esfola um cervo. Foi um pouco perturbador de assistir, em parte por causa das habilidades de atuação de Dance, mas também porque ele deu um passo adiante e realmente esfolou o cervo. "Aquele era um cervo de verdade. Foi comprado de alguém que vende cervos e Charles Dance aprendeu naquele dia como esfolar um cervo. Você nunca saberia. Parecia que ele tinha feito isso a vida inteira", produtor executivo e o co-criador da série D.B. Weiss disse ao LA Times.

    Cenas usaram muitos efeitos pirotécnicos

    Não só de sangue foi feito o set de filmagens de Game of Thrones. Havia muito fogo também, desde dragões até casas de madeira sendo explodidas por Daenerys Targaryen. E nem tudo eram efeitos visuais. De acordo com a HBO, a série usou 163 toneladas de propano e 3 mil efeitos pirotécnicos durante suas oito temporadas. Eles também usaram quase 500 quilos de creme em pó para café nas cenas de pirotecnia. Tá pegando fogo, bixo!

    Ator de Tyrion fingia estar morto para pegadinha no set

    Depois que Game of Thrones foi programada para a HBO, David Benioff pregou uma peça em Peter Dinklage, ligando para ele e dizendo que a série havia sido cancelado. "Eu estava com Tom McCarthy e nós o ligamos de um jogo dos Yankees", disse Benioff. Passaram-se seis horas antes que Dinklage descobrisse a verdade.

    O próprio Dinklage gostava de pregar peças no set. "Gosto de fingir que estou morto. É sempre divertido", contou o intérprete de Tyrion em uma aparição no Jimmy Kimmel Live. "Apenas minhas pernas esparramadas no trailer. Você tem que ser realmente esmagado no chão em uma posição muito estranha" O ator afirmou que esperaria horas até que alguém o encontrasse.

    Game of Thrones: 10 grandes momentos da 7ª temporada

    Som do "dragão de gelo" era grito dos fãs

    Um dos momentos mais chocantes (e revoltantes) da 8ª temporada da série é quando o Rei da Noite mata Viserion e o "transforma" em um (na linguagem popular) "dragão de gelo". A criatura tinha um grito bastante característico e assustador, e foi gerado de uma forma bastante, digamos, criativa. A designer de som Paula Fairfield conheceu um grupo de fãs na convenção Con of Thrones e pediu que eles gravassem seus gritos, o que eles disseram que fizeram depois de uma noite de bebedeira. Quando ela os encontrou novamente, revelou que havia usado a gravação deles para fazer o grito do Viserion transformado e eles, é claro, ficaram radiantes.

    Game of Thrones: 5 piores momentos da série que todo mundo gostaria de esquecer

    Sophie Turner adotou o cão que interpretou seu logo gigante

    Ao longo das temporadas da série da HBO, a maioria dos lobos gigantes dos jovens Stark tiveram destinos tão trágicos quanto a família a que pertencem. O filhote de Sansa, Lady, teve o infeliz destino de ser morto no segundo episódio da 1ª temporada. Porém, Sophie Turner, a atriz que interpretou Sansa, adotou Zunni, o cão que a interpretou. "Nós [meus pais e eu] meio que nos apaixonamos pelo lobo gigante da minha personagem, Lady, no set", Turner disse em 2013. "Nós sabíamos que Lady morreu e eles estavam prontos para 'demití-la'. Minha mãe os convenceu a nos deixar adotá-la."

    Infelizmente, Zunni faleceu em 2017, após ficar sete anos com a família de Turner.

    Sophie Turner e Zunni.
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top