Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Stranger Things: Melhores teorias para a 4ª temporada da série da Netflix
    Por Nathalia Jesus — 14 de mar. de 2021 às 09:00

    Com a suposta morte de Hopper, personagem de David Harbour, muitas possibilidades surgiram no universo dos irmãos Duffer.

    Desde a última temporada, lançada em 2019, Stranger Things está deixando muitas expectativas para os fãs. Com o roteiro em andamento, a sequência da série está sendo considerada a mais sombria e, também, a melhor até o momento, de acordo com os atores Finn Wolfhard e David Harbour.

    Stranger Things: As curiosidades mais polêmicas dos bastidores da série da Netflix

    No final da terceira temporada, o policial Hopper foi considerado morto e Joyce (Winona Ryder) tirou seus filhos Jonathan (Charlie Heaton) e Will (Noah Schnapp) da cidade de Hawkins, levando Eleven (Millie Bobby Brown) junto com eles, já que a menina ficou “órfã”. No entanto, um teaser da nova fase da série mostrou a possibilidade de Hopper estar vivo, e isso fez com que os fãs fervessem e começassem a teorizar sobre o destino da série. Vamos dar uma olhada nessas ideias?

    Eleven entrará no mundo invertido

    A teoria sugere que Eleven será a nova vilã da próxima temporada de Stranger Things. Tudo começou nos últimos episódios da série, em que foi revelado que a menina tinha perdido os poderes durante o confronto final no shopping Starcourt Mall, mas será mesmo que nunca mais veremos o nariz de Millie Bobby Brown sangrar?

    Bem... Vamos lá! Os poderes de Eleven estão conectados com as suas emoções, e por estar em um lugar novo, sem o conforto do namorado Mike e sofrendo o luto pela morte de sua figura paterna. Além disso, em 2019, os fãs pediram a dica de uma música que resumisse os acontecimentos da quarta temporada, e um dos escritores da série recomendou “Cosmic Love”, de Florence and the Machine. A canção indicada é sobre lidar com a perda de alguém, destacando que a pessoa se tornou uma completa escuridão ao não conseguir ouvir mais ouvir os batimentos cardíacos do ente querido. E o que há de mais obscuro em Stranger Things senão o mundo invertido?

    A 4ª temporada de Stranger Things será conectada ao desastre de Chernobyl

    Uma teoria importante que surgiu entre os amantes de Stranger Things foi sobre a sequência da série abordar o maior acidente nuclear na Rússia. A ideia faz sentido se pensarmos que a primeira temporada aconteceu no inverno de 1983, a segunda no outono de 1984 e a terceira no verão de 1985. A estação que ainda não foi explorada foi a primavera, e o desastre de Chernobyl aconteceu justamente neste período, no ano de 1986.

    Stranger Things: O que a série da Netflix não contou sobre os Demogorgons?

    Vale lembrar também que o seriado está introduzindo as organizações russas desde os últimos episódios exibidos, o que aumentaria a possibilidade de conectar Stranger Things aos acontecimentos na Rússia naquele ano. Neste contexto, o enredo poderia abordar o acidente por outro ângulo. Como por exemplo, usar o desastre como uma consequência de alguma tragédia nuclear no mundo invertido, ou fazer com que Demogorgons se tornem humanos dismórficos com poder sobre uma tecnologia perigosa.

    Hopper vai se comunicar com Joyce através da luz

    Joyce e Hoper, os personagens de Winona Ryder e David Harbour, respectivamente, desenvolveram uma forte conexão ao longo das temporadas. Eles começaram a jornada como amigos que, apesar de entrarem em constantes conflitos, se preocupavam um com o outro e pareciam ser os únicos que entendiam com mais clareza o que acontecia em Hawkins.

    Na nova página de sua vida, longe dos problemas da cidade em que morava, Joyce finalmente vai ter seu recomeço quando, de repente, Hopper decidir se comunicar com ela através das luzes. Todos lembram o quanto Joyce lutou para decifrar as lâmpadas natalinas com o objetivo de reencontrar o filho. Devido ao seu talento com decodificação, Hopper pode pedir ajuda através desse recurso.

    Stranger Things acontecerá no mesmo universo de It - A Coisa

    Nas duas primeiras temporadas, os espectadores de Stranger Things se depararam com diversas referências e easter-eggs de outras produções, incluindo os romances de Stephen King, os quais os irmãos Duffers nunca esconderam a admiração. Por este motivo, os fãs começaram a desconfiar de alguma ligação entre o universo da série da Netflix com o filme It - A Coisa quando Bob (Sean Astin) conta ao Will sobre o palhaço com quem ele costumava sonhar na infância. Em sua descrição, a figura relatada por ele tem a aparência de Pennywise, fazendo com que os fãs acreditem que há a possibilidade de uma conexão entre os mundos e, principalmente, entre os personagens de Finn Wolfhard em ambas as produções.

    Stranger Things: Como seria se as crianças crescessem no estilo de It - Capítulo 2

    Murray vai resgatar Hopper da Rússia

    Murray Bauman (Brett Gelman) se tornou um dos personagens mais amados da última temporada e está prestes a ser o grande herói da sequência de Stranger Things. Supondo que Hopper não consiga se comunicar com Joyce, os fãs acreditam que o investigador do Chicago Sun-Times vai resgatar o policial. Devido às suas habilidades de ler nas entrelinhas e desvendar pistas, acredita-se que ele chegará até Hopper e dará um desfecho bem-sucedido para a série, ao lado de Nancy (Natalia Dyer), que está apostando na carreira de jornalista.

    Stranger Things: Como Hopper pode estar vivo?

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top