Minha conta
    Festival de Cannes 2021: Filme brasileiro inspirado em eventos reais é premiado com Menção Especial
    19 de jul. de 2021 às 13:34
    Aline Pereira
    Aline Pereira
    -Redatora | crítica
    Jornalista que ama boas histórias, Aline combina a paixão por cinema e TV com comunicação para mergulhar ainda mais nos universos e personagens que já fazem brilhar os olhos. Pipoca, suspense, dramédia e uma pitada de reality são a receita perfeita para todos os dias.

    Filme brasileiro é destaque em Cannes: Céu de Agosto recebeu menção honrosa no Festival.

    A edição de 2021 do Festival de Cannes chegou ao fim no último sábado (17), celebrando Titane, filme francês da diretora Julia Ducournau, como o grande vencedor da Palma de Ouro. Mas o evento também deu destaque à produção brasileira Céu de Agosto e o curta-metragem ganhou uma menção honrosa do júri, presidido pelo vencedor do Oscar Spike Lee, no encerramento da cerimônia. 

    Céu de Agosto foi um dos três filmes brasileiros exibidos em Cannes neste ano e tem como protagonista Lúcia (Badu Morais), uma enfermeira grávida, que fica responsável pelos cuidados com a avó, que está doente. Enquanto isso, ela precisa lidar com um dia a dia afetado pela poluição causada pelas queimadas incessantes na Amazônia. A trama buscou inspiração também no dia em que o céu da cidade de São Paulo escureceu às 15h, em agosto de 2019. O evento chamou atenção da população na época e, mais tarde, descobriu-se que a fumaça das queimadas na floresta amazônica contribuiu para este fenômeno.

    Quem assina o curta é a diretora e roteirista Jasmin Tenucci, que já tem experiência em séries de televisão como As Five, Vida de Estagiário e Historietas Assombradas. Com o lançamento do filme em Cannes, a cineasta falou sobre a emoção de ver sua obra na telona.

    Ver essa foto no Instagram

    Uma publicação compartilhada por Jasmin Tenucci (@jasminft)

    “Foi uma alegria inimaginável assistir ao filme na melhor tela do mundo, quando, até agora pouco, a gente se perguntava quando voltaríamos aos cinemas. Estou muito agradecida e feliz. Os diretores sobem no palco, mas por trás desse filme tem muita gente que colocou suor, amor, criatividade e generosidade nele. Eles não estão na foto, mas estão impressos em todo canto do filme.Então, aqui vai minha mais profunda gratidão pelo elenco e equipe. Vocês são demais”, declarou em sua página no Instagram.

    Neste ano, além dos filmes nacionais exibidos - com destaque para Marinheiro das Montanhas, que foi aplaudido por 14 minutos seguidos -, o Brasil foi representado também por Kleber Mendonça Filho, diretor de Bacurau, que foi premiado na edição de 2019 do Festival. Em 2021, o cineasta fez parte do time de jurados do Festival de Cannes.

    Festival de Cannes 2021: Melhor curta-metragem

    Enquanto Céu de Agosto ficou com a Menção Especial do Júri, o curta-metragem All The Crowns in the World, da diretora chinesa Tang Yi conquistou a Palma de Ouro na categoria. O filme de 14 minutos acompanha uma estudante, que é convidada para uma festa misteriosa. Entre as figuras peculiares que ela encontra por lá, um homem acaba se aproximando e os dois dão início a uma relação improvável e inusitada.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top