Minha conta
    Doutor Estranho 2: O que queremos ver no novo filme da Marvel com Benedict Cumberbatch?
    Por Bruno Botelho dos Santos — 14 de mar. de 2021 às 17:00

    Doutor Estranho 2 é um dos filmes mais aguardados da Fase 4 do UCM e deve apresentar uma trama sobre o Multiverso.

    Doutor Estranho no Multiverso da Loucura é um dos filmes mais aguardados na Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel, principalmente após o término da série WandaVisionque vai ter sua história continuada na sequência de Doutor Estranho, de 2016.

    Não sabemos muito sobre o enredo do Doutor Estranho 2, exceto o fato de que envolverá o Doutor Estranho (Benedict Cumberbatch), o Multiverso (com algum ingrediente de loucura) e Wanda Maximoff (Elizabeth Olsen). Agora que WandaVision chegou a uma conclusão e fez conexão com o filme em uma cena pós-creditos, as coisas estão um pouco mais claras sobre como Wanda – oficialmente Feiticeira Escarlate – vai entrar na história, e como a Magia vai ser mais importante que nunca.

    Pensando nisso, o AdoroCinema separou alguns dos principais ingredientes que queremos ver em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura. Venha criar altas expectativas com a gente!

    Exploração da Magia e Multiverso

    Na segunda cena pós-créditos de WandaVision, Wanda está em uma cabana isolada e manipulando o livro de feitiços amaldiçoados, conhecido como Darkhold, que estava na posse da vilã Agatha Harkness (Kathryn Hahn). Temos um aprofundamento na Fortaleza das Trevas bem aqui, afinal, o livro é considerado o mais perigoso da Marvel nos quadrinhos e está cheio de magia obscura ancestral, o tipo de encantamento proibido que pode levar o Doutor Estranho a deixar o Sanctum Sanctorum. 

    WandaVision: O que é o Darkhold? Conheça o livro mais perigoso da Marvel

    O mergulho profundo de Wanda na magia proibida se parece com a jornada de Stephen Strange em Doutor Estranho. Ele também abriu as páginas de livros profundamente poderosos antes de estar pronto, por ser ambicioso demais, sem entender completamente as possíveis consequências de suas ações. Com Mordo (Chiwetel Ejiofor) advertindo ele: "Manipulações temporais podem criar ramificações no tempo. Aberturas dimensionais instáveis! Paradoxos espaciais! Loops de tempo!". Em seguida, Wong (Benedict Wong) acrescenta: "Não violamos a lei natural. Nós a defendemos."

    Agora, os papéis mudaram. Como a atual Feiticeiro Supremo, Doutor Estranho é o único responsável por defender a lei natural, e é outro grande detentor de Magia que pode interferir na ordem das coisas. Com o Darkhold na posse da Feitceira Escarlate e ela utilizando ele para aprender feitiçaria, as coisas podem sair do controle e quebrar a realidade. Isso deve levar à apresentação total do Multiverso na Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel, com Doutor Estranho sendo o responsável por tentar arrumar as coisas, além da introdução de um novo vilão.

    Um vilão grandioso como Cthon, Pesadelo ou Mephisto

    Com a utilização de magias poderosas e chegada do Multiverso, esperamos que Doutor Estranho no Multiverso da Loucura tenha um vilão grandioso, que inclusive pode afetar outras produções do UCM. 

    Como o Darkhold foi apresentado em WandaVision, a maior probabilidade é de que esse vilão seja o Cthonle, que faz parte de uma antiga raça de seres poderosos conhecidos como Deuses Anciões e se tornou o primeiro a dominar a Magia do Caos – poder que a Feiticeira Escarlate detém –, se autodenominando o “Deus do Caos”. Ele utilizou isso para governar a Terra por um tempo, com habilidades para moldar a realidade da maneira que quisesse. Depois, acabou exilado em uma dimensão alternativa.

    6 grandes vilões da Marvel que queremos ver na Fase 4 do MCU

    Só que ele deixou para trás um manual para seu poder, encadernados em um livro de magia obscura, que é o Darkhold – que permitiria a ele voltar para a Terra. O uso da Magia do Caos pela Feiticeira Escarlate com ajuda do livro poderoso, pode afetar a realidade e deixar mais fácil o retorno dele para esta dimensão.

    Outros vilões especulados são Mephisto, que é uma espécie de demônio do universo Marvel nos quadrinhos e manipula a raça humana como um trapaceiro extradimensional em busca de almas; e Pesadelo, que é governante da dimensão dos sonhos e pode manipular os sonhos de suas vítimas. Fato é que qualquer um desses nomes seriam incríveis, não é mesmo?

    Clima de terror e introdução de criaturas sobrenaturais

    A escolha de Sam Raimi para a direção de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, sem dúvidas, foi proposital. Com experiência no universo de super-heróis por ter dirigido a primeira trilogia do Homem-Aranha: Homem-Aranha de 2002, Homem-Aranha 2 de 2004, e Homem-Aranha 3 de 2007, Raimi ganhou notoriedade em sua carreira com filmes de terror como Uma Noite Alucinante - A Morte do Demônio e Arraste-me para o Inferno.

    Por isso, é esperado que o filme tenha um tom mais de terror, prinipalmente pelo elemento do Darkhold, que pode trazer vilões mais aterrorizantes do que os que já tivemos, mas também podem apresentar criaturas sobrenaturais no Universo Cinematográfico Marvel.

    Nos quadrinhos, o livro é fonte de alguns dos mais horríveis males sobrenaturais, pois suas páginas libertaram vampiros e lobisomens no mundo. Assim que os vampiros podem aparecer, abrindo caminho para o Blade, estrelado por Mahershala Ali como o caçador de vampiros

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top