Minha conta
    Quem é Kang, o Conquistador? Conheça o próximo grande vilão do Universo Cinematográfico Marvel
    Por Bruno Botelho dos Santos — 4 de fev. de 2021 às 22:01
    Atualizado 23 de jul. de 2022 às 18:40

    Kang, o Conquistador apareceu em Loki e será o vilão de Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania, interpretado por Jonathan Majors.

    Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania vai ter como seu principal vilão Kang, o Conquistador, que será interpretado por Jonathan Majors, estrela de Lovecraft Country. O personagem é muito conhecido pelos fãs de quadrinhos da Marvel por ser um dos personagens mais poderosos e perigosos, e teve sua primeira aparição no Universo Cinematográfico Marvel na série Loki, estrelada por Tom Hiddleston.

    Conhecido por viajar no tempo para muitos períodos e dimensões diferentes, ele terá papel fundamental no Multiverso da Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel e deve assumir o posto de Thanos (Josh Brolin), após sua derrota em Vingadores: Ultimato, como a maior ameaça da franquia.

    O AdoroCinema separou tudo o que você precisa saber sobre Kang, o Conquistador e qual sua importância e ameaça para as próximas produções. Dá uma olhada!

    Kang, o Conquistador vai ser mais poderoso que o Thanos nos filmes da Marvel?

    Quem é Kang, o Conquistador?

    Criado pela lendária dupla de criadores de quadrinhos da Marvel, Stan LeeJack Kirby em 1964, Kang, o Conquistador (na verdade um de seus diversos apelidos) nasceu Nathaniel Richards no século 30, mas não na realidade principal do Multiverso da Marvel, mas na realidade da Terra-6311.

    Essa realidade sofreu séculos de guerra, até a paz ser trazida pelo eu alternativo mais antigo de Nathaniel Richards, da Terra-616, que é viajante do tempo e pai de Reed Richards do Quarteto Fantástico. Ele usou seu conhecimento científico para conseguir estabelecer a paz nessa realidade.

    Porém, Nathaniel da Terra-6311 se cansou de viver neste ambiente e usou a invenção de viagem no tempo de sua contraparte da Terra-616 para assumir o controle de toda a história saltando entre várias linhas do tempo e ganhando sua nova identidade tirânica de Kang, o Conquistador.

    O primeiro gosto de todo o poder dele foi quando os egípcios confundiram sua tecnologia de viagem no tempo com poderes divinos, e ele se aproveitou para tomar o trono como faraó do Egito, reinventando-se como Rama-Tut, que também se tornaria um inimigo dos Vingadores e do Quarteto Fantástico.

    6 grandes vilões da Marvel que queremos ver na Fase 4 do MCU

    Suas habilidades de viagem no tempo

    Apesar de não possuir poderes próprios, Kang conseguiu desenvolver um traje especial composto de uma liga sintética rara do século 40 que lhe dá habilidades especiais e ele pode controlar com a mente.

    Ele pode levantar até cinco toneladas, emitir rajadas de energia contundentes e choques elétricos e até voar com um propulsor embutido, que são apenas os fundamentos do que sua armadura pode fazer.

    Com seu traje especial, ele também consegue viajar e manipular o tempo, que são as características mais conhecidas do personagem. Ele ainda pode invocar qualquer arma de sua escolha em algum lugar fora do tempo. O traje também inclui nanotecnologia para ajudar a prolongar sua vida, transferindo sua consciência para um novo corpo, caso ele morra.

    Segundo as regras de viagem no tempo da Marvel, uma nova versão de Kang é criada para cada vez que ele viaja no tempo, o que coloca o personagem com diversos clones. De explodir a cabeça, não é?

    Cientista explica a viagem no tempo de Vingadores: Ultimato

    Como Kang vai aparecer no Universo Cinematográfico Marvel?

    Uma variante de Kang, o Conquistador, chamada "Aquele que Permanece" e interpretada por Jonathan Majors, foi apresentada na série Loki, que era a verdadeira responsável pela criação da Autoridade de Variância de Tempo (AVT) e por controlar a Linha do Tempo Sagrada. 

    No final de Loki, ele explica para o Deus da Trapaça (Tom Hiddleston) e Sylvie Lushton (Sophia Di Martino) que existem outras versões dele ainda piores, que acabaram anteriormente com a paz entre as realidades, provocando uma guerra multiversal. Ele colocou ordem em tudo com a criação da AVT e quer que os dois ocupem seu espaço, ou podem matá-lo e teríamos uma guerra multiversal, com suas variantes malígnas assumindo o controle total. Sylvie acaba matando ele e vemos o início do multiverso na Marvel, que preparou o caminho para Homem-Aranha 3, Doutor Estranho 2 e, claro, Homem-Formiga 3.

    Loki: Kang e Multiverso abrem as possibilidades para aparição de X-Men e Quarteto Fantástico

    O título de Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania dá uma boa dica para o futuro de Kang, o Conquistador no Universo Cinematográfico Marvel. “Quantumania” indica que o filme vai se aprofundar ainda mais no Reino Quântico, que deve ser a explicação para ele aparecer como uma grande ameaça. É importante ressaltar que Kang em Homem-Formiga 3 será bem diferente de sua variante apresentada em Loki. Jonathan Majors deixou claro anteriormente que os fãs podem esperar um personagem mais implacável e tirânico semelhando o vilão clássico e perigoso que conhecemos nos quadrinhos da Marvel.

    O Reino Quântico é a única forma confirmada, até agora, de viajar no tempo no Universo Cinematográfico Marvel após Vingadores: Ultimato. Kang usa o Reino Quântico para suas conquistas e o governa como resultado, então é uma questão de tempo até ele entrar em contato com o Homem-Formiga (Paul Rudd) e a Vespa (Evangeline Lilly), que já exploraram esse universo quântico.

    Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania estreia nos cinemas em 16 de fevereiro de 2023.

    Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania
    Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania
    Criador(es): Peyton Reed
    Com Paul Rudd, Evangeline Lilly, Michael Douglas
    Data de lançamento 17 de fevereiro de 2023
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top