Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Duna: Tudo o que sabemos sobre o filme de Denis Villeneuve
    Por Renato Furtado — 4 de mar. de 2019 às 08:47
    Atualizado 16 de abr. de 2020 às 19:00
    facebook Tweet

    Recentemente, as primeiras imagens de Duna foram reveladas.

    Desde o surgimento da tendência moderna dos universos cinematográficos e, é claro, das grandes franquias de Hollywood, os executivos de Los Angeles pareciam evitar justamente uma das sagas literárias que mais pede uma gigantesca adaptação para as telonas: a imensa, acalmada e influente série de ficção-científica “Duna” (1965), de Frank Herbert.

    Talvez, a indústria estivesse esperando pelo surgimento de um diretor que pudesse dar conta de um projeto tão complicado. E esta pessoa é — ninguém mais, ninguém menos que o canadense Denis Villeneuve, indicado ao Oscar de Melhor Direção por A Chegada, um dos mais elogiados sci-fis dos tempo recentes.

    Por isso, separamos tudo o que sabemos sobre a nova versão de Duna: desde as novidades sobre o longa protagonizado por Timothée Chalamet, até a origem da inovadora história.

    Detalhe da capa de Duna, lançado no Brasil pela editora Aleph.

    Primeiras imagens da produção já circulam na internet

    A revista Vanity Fair divulgou em abril de 2020 as primeiras fotos do reboot de Duna, dirigido por Denis Villeneuve. Nelas vemos famosos rostos como Timothée Chalamet e Zendaya, que estão nos papéis principais de Chani e Paul.

    Quando Denis Villeneuve assumiu o projeto?

    Em 2016, a Legendary, estúdio conhecido por filmes como Interestelar e Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros, adquiriu os direitos de adaptação dos livros de Herbert para o cinema e para a televisão. Logo foi anunciada a produção de um filme em duas partes, dirigido e roteirizado por Denis Villeneuve, que declarou ter como objetivo principal fazer uma espécie de "Star Wars para adultos", e que não iria utilizar os storyboards da versão anterior do diretor chileno Alejandro Jodorowsky como base.

    O Villeneuve começou seu processo de escalação em meados do ano passado, a começar por Timothée Chalamet.

    Pascal Le Segretain / Getty Images
    O astro Timothée Chalamet.

    Qual será o papel de Timothée Chalamet?

    Mais jovem indicado ao Oscar de Melhor Ator, por seu trabalho em Me Chame Pelo Seu Nome, o "querido menino" de Hollywood assumirá o papel de Paul Atreides. Herdeiro de seu clã, liderado pelo Duque Leto (Oscar Isaac) e por Lady Jessica (Rebecca Ferguson), seus pais, o jovem Paul encontrará-se em meio a um conflito universal. Tudo começa quando o Imperador da galáxia, interessado em destruir a Casa Atreides, manda a família para o desértico e hostil planeta Arrakis.

    A importância do local justifica-se por um detalhe muito importante: a erva melange, que expande a consciência e o tempo de vida humanos, e só pode ser produzida lá, já que a mesma é ligada ao ciclo de vida dos vermes gigantes que habitam o planeta.

    Assim, Arrakis é uma localidade paradoxal: ao mesmo tempo em que é estéril e que ninguém deseja ir até lá, quanto mais comandar o planeta, também é crucialmente estratégico por conta da substância especial. É isto que faz com que a Casa Harkonnen, inimiga histórica da Casa Atreides, entre em guerra com Leto.

    Ao ver sua família ser traída pelo Barão Harkonnen (Stellan Skarsgård), Paul é obrigado a buscar exílio com o povo Freman, tribo liderada por Stilgar (Javier Bardem).

    Com o grupo nômade do deserto, Paul será iniciado nas artes de combate e aprenderá a ser um mestre-espadachim, habilidades que serão essenciais para o jovem guerreiro tornar-se o líder de uma revolução interplenatária, um levante político que poderá engolir o próprio protagonista de Duna.

    Quem está no elenco do reboot de Duna?

    Além destes protagonistas, Duna também contará com Zendaya vivendo Chani, par romântico do personagem de ChalametJason Momoa como Duncan Idaho, expert com espadas e grande escudeiro do Duque Leto (descrito como uma espécie de Han Solo do grupo).

    Josh Brolin será Gurney Halleck, leal guerreiro do clã Atreides; Dave Bautista como Glossu "A Besta" Rabban, sobrinho mais velho do Barão Harkonnen. Já o papel de Chang Chen é o Dr. Wellington Yueh, o médico de confiança dos Atreides.

    David Dastmalchian, que repete a parceria com Villeneuve depois de Os Suspeitos e Blade Runner 2049, na pele de Piter de Vries, membro do clã Harkonnen; e, por fim, dentre os astros já confirmados, vem Charlotte Rampling, que será a Reverenda Mãe Mohiam, mentora espiritual de Lady Jessica. Já 

    Com distribuição mundial da Warner Bros., a primeira parte da épica adaptação de Denis Villeneuve para a trama feudal-galática tem data de estreia marcada para o dia 17 de dezembro de 2020. A segunda metade de Duna, por sua vez, ainda não tem previsão de lançamento

    O diretor Denis Villeneuve.

    Adaptação cinematográfica do livro é planejada há décadas

    A primeira tentativa de encarnar a literatura do autor vencedor do prêmio Hugo de 1966 aconteceu apenas alguns anos após o lançamento do livro original, conhecido por ser o mais vendido de seu gênero. E essa empreitada corajosa viria de um lugar inesperado.

    Subversivo, surrealista e visto por muitos simplesmente como um artista ofensivo à época, o diretor e roteirista Alejandro Jodorowsky (A Montanha Sagrada) decidiu encarar o desafio, patrocinado por produtores franceses, em 1974. E o realizador chileno parecia determinado a mostrar que faria o máximo para igualar a originalidade de Herbert.

    Por isso, resolveu escalar seu próprio filho, Brontis Jodorowsky, de apenas 12 anos à época, no papel, embarcando o menino em uma verdadeira “jornada do herói” da vida real.

    Durante dois anos, Brontis treinou sete dias por semana e seis horas por dia até aprender a andar de cavalo, lutar com facas e espadas — a especialidade do clã Atreides, os governantes do árido planeta Arrakis — e a combater nos mais diversos estilos de artes marciais, do caratê ao aikido.

    Enquanto isso, Alejandro Jodorowsky preparava uma verdadeira Bíblia visual para seu longa, um storyboard minucioso e extremamente completo, prevendo cada imagem e conceito visual da experiência cinematográfica de 14 horas que planejava rodar.

    E para interpretar as criações de Herbert, o diretor chileno escalou um timaço de atores e celebridades composto por nomes como o lendário diretor e ator Orson Welles (Cidadão Kane), a atriz Gloria Swanson (Crepúsculo dos Deuses), o pintor Salvador Dalí e o astro Mick Jagger.

    Alejandro Jodorowsky, durante a pré-produção do inacabado Duna.

    No âmbito técnico, os efeitos especiais ficariam a cargo de Dan O’Bannon — que, posteriormente, criaria a franquia Alien ao lado do cineasta Ridley Scott — e a trilha sonora seria assinada por uma das maiores bandas de todos os tempos: Pink Floyd.

    A reunião de tantos talentos, no entanto, não conseguiu aplacar a apreensão com que os estúdios encararam o arriscado projeto. Sem uma casa e financiamento para a realização da gigantesca obra, Jodorowsky acabou abandonando sua tão sonhada adaptação.

    Relação entre Duna e Star Wars

    O fiasco, entretanto, não impediu que os storyboards do chileno rodassem Hollywood afora, influenciando principalmente o visual de Guerra nas Estrelas, e que o projeto se tornasse ainda mais mitológico por causa do documentário Jodorowsky's Dune.

    David Lynch dirigiu a primeira adaptação de Duna

    Nos anos 1980, menos de uma década após o desligamento de Jodorowsky, Duna retornaria a Hollywood com o renomado David Lynch (Twin Peaks), que acabara de ser indicado como diretor e roteirista ao Oscar por O Homem Elefante, à frente da adaptação.

    A história do realizador surrealista com o sistema de estúdios dos Estados Unidos duraria muito pouco, encerrando-se com a bomba atômica, de crítica e bilheteria, que o Duna de 1984 provaria ser.

    Com a montagem retalhada pelos executivos da Universal, que queriam limitar o filme a duas horas de duração, pelo menos uma a menos do que a intenção original do roteiro de Lynch, a aventura acabou naufragando e o diretor demandou que seu nome fosse retirado dos créditos por causa da forte intervenção do estúdio.

    David Lynch e o autor Frank Herbert no set de Duna, em 1984.

    Duna já virou série televisiva

    Os livros de Herbert só voltariam ao universo audiovisual nos anos 2000, em uma minissérie produzida pelo Sci-Fi Channel; nas telonas, por sua vez, Duna quase seria resgatado pela Paramount, pouco tempo após a produção da série limitada, por volta de 2008.

    Diretores como Peter Berg (22 Milhas) e Pierre Morel (Busca Implacável) foram ligados ao projeto da produtora da saga Missão Impossível, que buscaria focar principalmente nas questões ecológicas debatidas pelo autor em sua premiada ficção científica literária.

    O peso do insucesso das versões anteriores, o orçamento exorbitante planejado e a partida de Berg e de Morel do cargo de direção fizeram com que a Paramount engavetasse a empreitada da refilmagem em março de 2011.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    • João Carlos Cembranel
      Péssima escolha para o personagem principal, Chalamet não tem o perfil de ser o redentor de Duna... vai melar a produção? Talvez...
    • Leandro S
      Erva melange? Que porra é essa? E o spice? Aposto que vão cagar essa adaptação toda também como sempre fazem nos filmes atuais. Será tudo feito por computação, cheio de sustos baratos e darão um jeito de enfiar alguma banda de péssima qualidade para fazer a parte sonora.
    • Dorli Pasini
      Parece que tudo nesse projeto será épico .. Carai¹¹¹
    • Jc V.
      Sim, valeu pela dica.
    • Arthur Oliveira Souza
      Se eu fosse você leria o livro.É fantástico e revolucionário.É obrigatório para quem gosta de ficção científica.
    • Jc V.
      De um lado, Duna foi um dos filmes que mais odiei em toda minha vida. De outro lado, simplesmente amo todos os trabalhos de Villeneuve. Que dilema cruel...
    • Vidamell Vida R.
      que elenco toptopzeira
    Mostrar comentários
    Back to Top