Minha conta
    8 filmes da Marvel que sofreram censura: em 2022, Doutor Estranho e Thor tiveram estreia banida
    6 de ago. de 2022 às 17:02
    Aline Pereira
    Aline Pereira
    -Redatora | crítica
    Jornalista que ama boas histórias e combina a paixão por cinema e TV com comunicação para mergulhar ainda mais nos universos e personagens que já fazem brilhar os olhos. Pipoca, suspense, dramédia e uma pitada de reality são a receita perfeita para todos os dias.

    Ao longo dos últimos anos, alguns filmes da Marvel sofreram cortes e proibições ao redor do mundo; veja quais foram.

    De Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa a Thor: Amor e Trovão, alguns dos títulos do extenso Universo Cinematográfico de Marvel (e, agora, seu multiverso), enfrentaram problemas ao estrearem nos cinemas - e tiveram partes censuradas. Com o quarto filme de Chris Hemsworth, o estúdio soma oito produções que precisaram de “edição” pelos mais diversos motivos - da violência à abordagem de questões políticas. Confira a lista.

    Demolidor

    Em 2003, Demolidor, adaptação em que Ben Affleck deu vida ao protagonista Matt Murdock, chegou aos cinemas, mas teve problemas com sua estreia na Malásia. Isso porque as autoridades de lá consideraram o longa excessivamente violento - e ao editar os trechos de violência, a história acabaria perdendo um pouco de seu sentido.

    Deadpool

    O filme estrelado por Ryan Reynolds em 2016 não chegou aos cinemas chineses porque as autoridades o consideraram inadequado devido à linguagem, violência e referências sexuais. O veto só foi reconsiderado dois anos depois e, em 2018, a estreia foi discutida.  

    Viúva Negra

    O primeiro filme da Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel não foi exatamente censurado, mas teve problemas para estrear na China, uma das bilheterias mais importantes do mundo, e só chegou às telas de Hong Kong. A data em que Viúva Negra deveria estrear aos cinemas do país coincidiu com o centenário do Partido Comunista da China e as celebrações impediram a indústria norte-americana de entrar no território por algum tempo.

    Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis

    As questões com a estreia do longa estrelado por Simu Liu começaram quando o canal do governo chinês anunciou a data de lançamento de futuros títulos da Marvel sem Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis na lista. Na época, foi criticada por parte do público e da imprensa chinesa, que ficaram insatisfeitos com a forma como a cultura de seu país foi representada - o pai do herói, por exemplo, Fu Manchu, foi uma figura muito controversa pela simbolização de vilania estereotipada.

    Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa

    O filme de maior bilheteria de  2021 também foi censurado na China e a causa foi o aparecimento da Estátua da Liberdade. A batalha final em que os três "Peters Parkers" se unem para enfrentar os vilões de outros universos acontece neste icônico monumento norte-americano. As autoridades chinesas pediram edição da cena, mas a Sony e a Marvel não acataram e não lançaram o filme no país (via CBR).

    Eternos

    Dirigido pela vencedora do Oscar Chloé Zhao, Eternos teve problemas na Arábia Saudita, Kuwait e Qatar. O motivo da censura não foi confirmado oficialmente, mas fontes do The Hollywood Reporter sugerem que a decisão pode ter sido motivada pela inclusão de um casal gay no filme, com o primeiro super-herói gay do Universo Cinematográfico Marvel, Phastos (Brian Tyree Henry).  

    Doutor Estranho no Multiverso da Loucura

    O longa estrelado por Benedict Cumberbatch foi proibido na Arábia Saudita, segundo fontes do The Hollywood Reporter. De acordo com o veículo, o motivo também estaria relacionado à presença da temática LGBTQIA+ no filme, representada pela personagem America Chavez (Xochitl Gomez), que é homossexual nos quadrinhos e teve a história de suas duas mães apresentada na história.

    Thor: Amor e Trovão

    Mais recentemente, Thor: Amor e Trovão teve estreia banida na Malásia. Aqui, as razões para a censura não foram confirmadas oficialmente, mas de acordo com a Variety, a Disney e a Marvel teriam optado por não acatar os pedidos de edição em algumas das cenas do filme e não o lançaram nos cinemas do país.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top