Minha conta
    Um Lugar Silencioso e Com Amor, Simon são as maiores estreias da semana
    Por João Vitor Figueira — 5 de abr. de 2018 às 09:00

    Animação O Homem das Cavernas e suspense policial Covil de Ladrões também são destaques.

    1. +

    O terror Um Lugar Silencioso é a maior estreia da semana nos cinemas brasileiros. Com direção de John Krasinski (The Office), o longa-metragem desponta em 558 salas de 464 cinemas, segundo informações do site Filme B.

    O longa-metragem traz Krasinski como um pai de família que vive isolado com sua esposa e filhos em uma fazenda remota no Meio-Oeste americano. Eles são obrigados a viver em silêncio para não chamar a atenção de criaturas aterrorizantes que se guiam pelo som. Emily Blunt interpreta a esposa do personagem de Krasinski — os atores também são casados na vida real.

    Baseado no best seller Simon vs. A Agenda Homo SapiensCom Amor, Simon é a primeira comédia romântica adolescente de temática gay a ser produzida por um grande estúdio de Hollywood. Na trama, Simon (Nick Robinson), de 17 anos, lida com as questões típicas de sua idade enquanto esconde um segredo sobre sua sexualidade. A direção é de Greg Berlanti, criador das séries Arrow, The FlashSupergirl e Legends of Tomorrow. Depois de pré-estreias no Brasil, o filme entre no circuito comercial em 365 salas.

    Para o público infantil o principal destaque é a animação O Homem das Cavernas, filme do mesmo diretor (e que usa a mesma técnica de animação) de produções como A Fuga das Galinhas (2000) e Wallace & Gromit - A Batalha dos Vegetais (2005). A aventura acompanha Dug, um homem primitivo que convive com animais selvagens e vê seu estilo de vida ser ameaçado na transição da Idade da Pedra para a Idade dos Metais.

    Covil de Ladrões, suspense policial que coloca em rota de colisão uma divisão de elite da polícia de Los Angeles e um clã de assaltantes de banco, estreia em 147 salas. O elenco conta com Gerard Butler, 50 CentO'Shea Jackson Jr. e Pablo Schreiber.

    Sem número de salas divulgado, outra produção internacional de destaque que chega aos cinemas nesta quinta-feira é o road movie Ella e John, sobre a última viagem de um casal de aposentados. Com direção do cineasta italiano Paolo Virzì, o filme é estrelado por Helen Mirren e Donald Sutherland.

    Em circuito menor, chegam aos cinemas o drama de época húngaro 1945 (estreia em 20 salas); o drama nacional Arábia (estreia em 19 salas); o documentário nacional Em Nome da América (estreia em 9 salas); o drama francês Uma Temporada na França (estreia em seis salas); e o drama fantástico nacional Tropykaos (sem circuito divulgado).

    Para informações sobre os horários das sessões, acesse nosso guia de programação.

    Confira abaixo os trailers, críticas e a opinião da imprensa sobre os filmes que estreiam nesta semana.

    Um Lugar Silencioso: "...um terror promissor, que, no entanto, não se decide se pende para a prateleira das produções "de arte" ou se embarca logo em um viés mais comercial" Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     

    Com Amor, Simon: Leia a opinião da imprensa.

     

    O Homem das Cavernas: Leia a opinião da imprensa.

     

    Covil de Ladrões: Leia a opinião da imprensa.

     

    Ella e John:"[O diretor] Paolo Virzì é esperto em explorar o máximo de tipos tão marcantes para realizar um verdadeiro humor de personagem. Ella tem sacadas hilariantes, em um tom cômico universal de esposa enciumada e reclamona impresso pela inglesa Helen Mirren com um brilhantismo equivalente à sua emulação de um sotaque estadunidense da Carolina do Sul. Ainda mais surpreendente é Donald Sutherland em encher de carisma um personagem que tinha tudo para mergulhar na caricatura. " Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     

    1945: "...o maniqueísmo é tão intenso que retira do conjunto qualquer possibilidade de reflexão. Este é um filme que não confia na inteligência de seu espectador, por isso lhe diz exatamente quem amar e quem detestar, quem está certo e quem está errado. " Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     

    Arábia: "No final das contas, Arábia acaba sendo uma obra sobre a defesa do homem simples e trabalhador, do brasileiro violado todos os dias por um sistema opressor. Neste sentido, valoriza-se o tom naturalista de muitos dos diálogos do filme." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     

    Em Nome da América: Leia a opinião da imprensa.

     

    Uma Temporada na França: "[Mahamat-Saleh] Haroun [diretor do filme] constrói uma triste reflexão sobre a invisibilidade dos africanos na Europa." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     

    Tropykaos: "[O filme] parte de uma premissa curiosa e criativa. No entanto, a produção nunca explora a fundo o potencial imagético e narrativo de sua fantasia, limitando-se ao registro mais evidente do sofrimento e do calor. A brincadeira é divertida, mas como as piadas, esgota-se rápido, deixando pouca margem a indagações ou admiração após o fim da sessão." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    • Marcos Adriano Dams
      O Homem das CavernasCovil de Ladrões
    • Vidamell Vida R.
      Um lugar silencioso!!!
    Mostrar comentários
    Back to Top