Minha conta
    Better Call Saul
    Críticas dos usuários
    Críticas da imprensa
    Média
    4,5
    1315 notas
    Você assistiu Better Call Saul ?

    80 Críticas do usuário

    5
    46 críticas
    4
    26 críticas
    3
    6 críticas
    2
    1 crítica
    1
    1 crítica
    0
    0 crítica
    Fabio Filho R
    Fabio Filho R

    Seguir usuário 21 seguidores Ler as 8 críticas

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 4 de março de 2015
    E a lagarta começa a virar borboleta, de forma "quase honesta" A serie é simplesmente FODASTICA !!!! Better Call Saul segue no caminho certo, contando sua própria história e se aproximando de Breaking Bad na distância necessária para estabelecer seus personagens, sem precisar ficar na sombra de Mr. White. cedo para qualquer tipo de aposta, mas Better Call Saul mostra que tem conteúdo para se firmar como uma série excepcional .
    Games 1
    Games 1

    Seguir usuário 1 seguidor Ler as 11 críticas

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 21 de maio de 2020
    É chato falar de Vince Giiligan e seu Universo em Albuquerque.
    Ele de fato é um dos criadores mais incríveis da era das séries de TV
    Better Call Saul cumpre seu proposito de maneira magistral: Mostrar quem é Saul Goodman antes dele ser Saul Goodman.
    O enredo inicia distante de tudo que acontece em Breaking Bad,e a trama principal estranha um pouco, já que vemos Jymmy Mcgill tentando ser advogado e crescer de maneira menos duvidável. Os personagens adicionados a série que não vimos em Breaking Bad também são muito bem construídos, marca clássica de Vince.
    E com o passar das séries passamos a ver a história ir se conectando com sua história principal e trazendo os personagens que tanto amamos.
    A série foge da maldição de spin offs e consegue ser uma excelente atração a assistir, tanto para fãs de BB quanto para quem nunca sequer viu a história original.
    Brunno G
    Brunno G

    Seguir usuário 1 seguidor Ler as 12 críticas

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 2 de abril de 2020
    Confesso que no começo achei meio prepotente, mas depois fui curtindo a série e estou esperando o próximo episódio ser liberado. A série tem várias reviravoltas e histórias bem enroladas. É empolgante. Vale a pena passar um tempo assistindo.
    anônimo
    Um visitante
    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 24 de fevereiro de 2021
    simplesmente uma série fantástica vc chega a se colocar no lugar do personagem e comparar a ele tanto nas atitudes positivas e suas negativas sem falar da comédia e o exagero proposital que a série tem é um spin off que bate de frente com a obra principal com certeza vale assistir.
    Jorge Mezzomo Neto
    Jorge Mezzomo Neto

    Seguir usuário Ler as 9 críticas

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 31 de maio de 2020
    Simplesmente impecável. Vince Gilligan é um gênio dos seriados. A forma como ele encaixa os personagens e os fatos é incrível. Está correndo sério risco de superar Breaking Bad. O elenco está ótimo também.
    Carla Bako dos Reis
    Carla Bako dos Reis

    Seguir usuário Ler as 6 críticas

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 8 de agosto de 2022
    Série com roteiro impecável, permite amarração profunda e genuína de todas as pontas. Não tenho, ainda, palavras que possam descrever com o respeito que está obra prima da tv merece!!!
    Bebel
    Bebel

    Seguir usuário Ler as 4 críticas

    Crítica da série
    4,5
    Enviada em 15 de maio de 2022
    Maravilhosa a série, roteiro bem escrito, a direção uma coisa fina. Todas as tramas envolventes, assim que acabar a última temporada já vou rever Breaking Bad pela terceira vez.
    Érich Ribeiro
    Érich Ribeiro

    Seguir usuário Ler a crítica

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 25 de maio de 2022
    Bem, chegamos a mid season nesse 24 de maio de 2022.
    Estava disposto a esperar o fim da série para classificar como obra prima pra ver se o final será tão impecável como foi a série mãe, Breaking Bad. Não será preciso. É, de fato, uma obra prima.
    Better Caul Saul é um tour por Albuquerque enquanto você mergulha na viagem do tempo e entra nas vidas de todos os personagens base de Breaking Bad: Saul Goodman, que conhecemos o tirador de cópias Jimmy Mc Gill, conhecemos a fundo o passado do Mike Ehrmantraut, Gus, do cartel, como Hector foi parar na cadeira de rodas, mas, além disso, além de saber o destino de todos esses personagens, temos elementos novos e que tem vida própria que dão um suspense enorme na trama e amarram de tal forma que quebram qualquer banca de aposta. Impossível acertar o destino de certos personagens.
    Uns fazem enquetes de qual série é melhor, uns acham que Better Caul Saul já até superou Breaking Bad. Eu sou feliz por acompanhar essas duas obras primas. Inigualáveis.
    Lucca Lona Lorenzi
    Lucca Lona Lorenzi

    Seguir usuário Ler as 2 críticas

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 5 de setembro de 2021
    Série genial, extremamente bem executada, atuações ao nível Breaking Bad como de se esperar, e em momentos a trama e as cenas me parecem até melhores que seu antecessor, o que é um nível muito alto para se superar. O personagem Lalo é um dos melhores acontecimentos na série, bad ass d+
    Henrique Mafra
    Henrique Mafra

    Seguir usuário Ler a crítica

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 25 de maio de 2022
    Se você que assistiu, Better Call Saul, esperando um spin off apenas como complemento de Breaking Bad, achando que a série seguiria uma mesma linha idêntica a série principal, sinto informar que você vai se decepcionar.
    A história é totalmente diferente, tem seu enredo, características e personagens próprios, mas ainda assim fazem parte do mesmo universo, que antecedem aos acontecimentos da série anterior.
    Talvez no começo fique esperando a mesma intensidade de ação que havia na série principal, mas ao menos nos primeiros episódios, não vai encontrar tantas semelhanças nessa parte, mas se você disser que a série é de alguma forma ruim, ou que não te mantém aficionado, tenho certeza de que você está vendo errado, assistindo e esperando algo como se ainda estivesse assistindo a primeira série, esqueça Breaking Bad, abra a mente e assista novamente, se dê essa chance, e vai assistindo, atenção aos detalhes, quando você menos esperar, tudo fará sentido, e você mal vai poder esperar pelo próximo episódio. Assim como foi quando assistiu Breaking Bad.

    Que série meus amigos.
    Assista de novo, de uma chance e esqueça
    Sabrina N.
    Sabrina N.

    Seguir usuário Ler as 5 críticas

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 8 de agosto de 2015
    Se você sente saudades de Breaking Bad não vão se decepcionar com essa outra genialidade de Vince Gilligan
    Erik S.
    Erik S.

    Seguir usuário Ler as 5 críticas

    Crítica da série
    4,0
    Enviada em 3 de agosto de 2015
    Saul Goodman (Bob Odenkirk), um dos personagens mais amados de Breaking bad ganhou sua propria série para o canal de streaming Netflix. Apesar da série ser um spin off, a série é muito bem feita e faz jus ao que é todo o universo de Breaking Bad, porem, obviamente não é tão bom quanto, até porque superar Breaking Bad é um feito quase impossivel.
    Eu não posso dizer muito sobre a série pois eu a maratonei em apenas um dia, tendo pouco proveito da obra. Mas mesmo assim não me arrependo.
    A série tem pontos muito bons a serem destacado como por exemplo, o bom desenvolvimento dos personagens, tanto do protagonista Saul, como o Mike (Jonathan Banks) que também é outro personagem muito adorado pelos fâns de Breaking Bad; um outro ponto que há de se relatar sobre a série é a sua temática identica a de Breaking Bad, fazendo você se sentir realmente no mesmo universo.
    simplesmente é isso, uma série muito boa e que apesar de ser um spin off ainda segue seu proprio rumo sendo uma série de certa forma independente.
    Birovisky
    Birovisky

    Seguir usuário 172 seguidores Ler as 196 críticas

    Crítica da série
    4,0
    Enviada em 6 de junho de 2017
    Better Call Saul Ou É Melhor Ligar para o Saul, se você nunca ouviu falar é uma série que iniciou-se do desmembramento do arco de outra série ainda mais épica, Breaking Bad. Esta sim, até uma criança que nasceu após 2010 já ouviu falar. Esperei 3 anos para “rezenhar” sobre ela pois temia e não conseguia identificar o caminho que Better Call Saul poderia tomar, se iria tornar-se algo independente com suas próprias qualidades fazendo-nos esquecer de sua progenitora ou ficaria agarrada como um chato de Vagina às suas raízes. Pois bem confiram minha “rezenha” crítica de Better Call Saul.

    A série frusta e surpreende muita gente desde sua primeira temporada. Aos que esperavam uma pegada Breaking Bad podem ficar meio frustrados, já os mais pessimistas e receosos surpreendem-se com uma série que parte para o lado profundo do direito e todos os conflitos e obstáculos que “Jimmy Sabonete” precisou passar para tornar-se advogado e continuar advogando contra a vontade de seu irmão Chuck.

    A tangente e não menos importante é Mike Ehrmantraut, “o CARA que conhece o CARA”, que traz consigo o peso e artimanhas que nos fazem inspirar ares de Breaking Bad. Em paralelo por quase toda série acompanhamos a história de ambos, Saul e Mike, quase não se encontram, fora um ou outro serviço que acabam fazendo juntos.

    E para mim a partir do momento que começamos a notar este paralelo é que a série toma forma e além da qualidade de edição e fotografia vai encorpando e tornando-se uma PUTA SÉRIE, sabe por quê?

    Imagine um advogado que tem de tudo para seguir os meandros do ofício e fazer sempre o que a lei impõe, ser correto entretanto visando caminhos mais fáceis para s toma decisões muitas vezes precipitadas e um outro cara, ex policial que durante o dia tem um emprego simples e acima de qualquer suspeita e durante a noite envolve-se com tráfico de drogas, venda de prescrições médicas e homicídios sempre busca a solução mais correta e transparente possível, mesmo que seja mais complexa do que outras possibilidades. Este tipo de “balança das decisões” que encanta a série e te deixa com os olhos fixados na tela.

    Em contrapartida a terceira temporada temendo uma debandada de seus fãs resolveu finalmente inserir ainda mais o ambiente Breaking Bad nela, não que isso seja ruim, na verdade era inevitável uma vez que a série começou aproximadamente 10 anos antes de sua progenitora. Então prepare-se para fortes emoções e muitos fan services.

    Ah! E hoje sai o 8º capítulo da 3ª temporada, gostei desta forma que o Netflix arranjou para disponibilizar sua série, não soltando tudo de uma vez e também não soltando um a cada semana.

    Minha nota é 4/5.
    André S.
    André S.

    Seguir usuário 27 seguidores Ler as 100 críticas

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 28 de junho de 2017
    Para quem assistiu a série "Breaking Bad" esta série é obrigatória. Para quem não assistiu ... também esta série é obrigatória como um excelente e inteligente entretenimento. O ator Bob Odenkirk que faz o papel principal com maestria interpreta um homem que carrega todas as vicissitudes da vida, e aí está o show da série. Detalhe: não pense que é uma série sobre advogados, NÃO! A advocacia é apenas um pano de fundo para a trama convincente e viciante.

    Todos os personagens são fantásticos e bem adaptados a trama que ocorre seu desenrolar, cerca de seis anos antes do advogado Jimmy McGill se transformar em Saul Goodman e conhecer o lendário químico Walter White da série 'Breaking Bad'. Série americana de grande sucesso pelo NETFLIX, renovada para a 4ª temporada em 2018. IMPERDÍVEL!
    Vitor Araujo
    Vitor Araujo

    Seguir usuário 2.891 seguidores Ler as 618 críticas

    Crítica da série
    3,5
    Enviada em 28 de janeiro de 2018
    Advogado. Origens. James. Envolvente. Tentativas. Traficantes. Sabonete. Divertido. Esperteza. Breaking Bad.
    Back to Top