Minha conta
    Medida Provisória: "Não tive pudor em fazê-la", defende Taís Araujo sobre sua personagem que não reconhece o racismo (Entrevista Exclusiva)
    17 de abr. de 2022 às 22:57
    Diego Souza Carlos
    Apaixonado por cultura pop, latinidades e karê, Diego ama as surpresas de Jordan Peele, Guillermo del Toro e Anna Muylaert. Entusiasta do MCU, se aventura em estudar e falar sobre cinema, TV e games.

    Primeiro longa-metragem sob direção de Lázaro Ramos já está disponível em cinemas de todo o Brasil.

    Taís Araujo é uma das grandes estrelas de Medida Provisória, longa-metragem que marca a estreia de Lázaro Ramos como diretor de cinema. Ao interpretar Capitu, a atriz dá vazão a uma complexa personagem que, apesar de ser negra, tem dificuldade de constatar o racismo em sua vida. 

    Durante uma entrevista exclusiva, a artista, ao lado do marido, revelou ao AdoroCinema o que mais a marcou na condução da médica cheia de nuances e camadas a serem exploradas no filme.

    “O que mais me marcou foi a escolha de fazer esse papel. Foi onde mais encontrei um embate e não foi do Lázaro. Muitas pessoas falavam na sala de ensaio: 'Você vai fazer uma pessoa que não quer falar sobre racismo? Não, isso não contribui para a história, não contribui para a causa. Você tem que fazer uma pessoa mais aguerrida'. E eu falava: 'Não, eu quero falar dessa outra pessoa, que também existe. A gente já tem o André, que é mais ativista, já temos o Antonio, que é mais da palavra'. Não tenho pudor em fazer essa mulher que não está entendendo o que está acontecendo, que passou por diversas situações de racismo e não reconheceu como racismo. “

    A atriz reflete que, ao decorrer da narrativa, Capitu acaba entendendo diversas questões que envolvem a sua própria identidade. “Ela foi obrigada a naturalizar situações para continuar sobrevivendo nesse ambiente elitista e branco que ela estava vivendo”, defende a atriz. “Eu tinha muito desejo de contar essa história e foi onde eu mais encontrei pessoas achando que a personagem não contribuia para a causa. Mas acho que temos que descrever o maior número possível de pessoas. Nós somos muitas. Nem todos os atores negros que tem no filme representam a multiplicidade da população negra brasileira, tem de tudo. E acho que tem que ter de tudo mesmo.”

    Medida Provisória: Distopia ou filme de época? Lázaro Ramos reforça tom político do longa (Entrevista Exclusiva)

    Lázaro completa: “Estamos tentando deixar os personagens mais complexos. É uma bandeira nova que a gente está pegando: mostrar os personagens com complexidade e não resumi-los a frases ou palavras curtas. Estamos assim, tentando sempre encaixar uma camada de entendimento.”

    Taís confessa que já ouviu de algumas pessoas que Capitu é uma mulher forte, ao que discorda: “Não, ela é uma mulher frágil! Ela vai se fortalecendo, ela não tem escolha.”

    Qual é a história de Medida Provisória? 

    Na trama, após um advogado pedir indenização ao Estado brasileiro pelo tempo de escravização, o governo, como reparação social, decreta uma medida provisória para enviar os negros – que chama de “cidadãos de melanina acentuada” – de volta à África.

    Medida Provisória: Filme de Lázaro Ramos foi censurado pelo governo? Entenda por que produção demorou para chegar ao cinema

    O primeiro longa dirigido por Lázaro Ramos já está disponível nas salas de cinema de todo o Brasil. Além dos artistas citados, o grande elenco de 77 atores ainda reúne Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Emicida, Diva Guimarães, Flávio Bauraqui e Paulo Chun.

    Medida Provisória
    Medida Provisória
    Data de lançamento 14 de abril de 2022 | 1h 34min
    Criador(es): Lázaro Ramos
    Com Taís Araújo, Alfred Enoch, Seu Jorge, Adriana Esteves, Aldri Anunciação
    Usuários
    3,6
    Adorocinema
    3,5
    Assista agora
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top