Minha conta
    Luca: Personagem da animação seria LGBTQIAP+, mas equipe teve obstáculo
    21 de mar. de 2022 às 23:30
    Lucas Leone
    Lucas Leone
    -Redator
    Lucas só continua nesta dimensão porque Hogwarts ainda não aceita alunos brasileiros. Ele até tentou ir para Westeros ou o Condado, mas perdeu a hora do Expresso do Oriente. Hoje, pode ser visto escrevendo no Central Perk mais próximo.

    Indicado ao Oscar 2022, o filme é um dos muitos envolvidos nas denúncias contra a Disney por ter vetado casais gays ou momentos de afeto entre eles.

    Nas últimas semanas, a Disney está no centro de uma polêmica gigantesca depois que uma carta assinada por funcionários da Pixar acusou o famoso estúdio de censurar relações homoafetivas em seus projetos. Além de exigir cortes claramente discriminatórios, o conglomerado teria, segundo fontes internas, apoiado financeiramente membros do legislativo por trás do projeto de lei "Don't Say Gay" (ou “Não Diga Gay''). Se aprovado na Flórida, deve tirar o direito de professores e escolas de abordarem a existência de pessoas LGBTQIAP+.

    Com o desdobramento do caso, surgiram vários relatos de filmes conhecidíssimos que passaram pela tesoura da Casa do Mickey. Um deles é Luca, lançado em 2021 e indicado ao Oscar 2022 de Melhor Animação. A equipe criativa considerou incluir uma personagem LGBTQIAP+ na trama — e se você imaginou que seria o protagonista (dublado por Jacob Tremblay) ou seu melhor amigo Alberto (Jack Dylan Grazer), você se enganou!

    Luca no Disney+: Todos os easter-eggs do filme da Pixar

    Segundo um informante escutado pela Variety, tratava-se de Giulia (Emma Berman), a garota italiana que forma um trio com as duas criaturas marinhas. Mas houve um obstáculo: como fazê-lo sem colocá-lo com uma namorada? Uma pergunta no mínimo curiosa para uma empresa que cria toda sorte de universos mágicos e fantásticos, povoados por personagens com as mais diferentes origens e formas.

    "Muitas vezes a gente se depara com a questão 'como fazemos isso sem dá-los um interesse amoroso?'. Isso acontece com muita frequência na Pixar", entregou o insider.

    A revista já havia revelado anteriormente que a Disney havia vetado um beijo gay em Lightyear, animação derivada de Toy Story que segue o icônico patrulheiro do Comando Estelar. A empresa voltou atrás com a repercussão dos protestos e vai apresentar a personagem Hawthorne (Uzo Aduba), que vai protagonizar um momento de afeto significativo com outra mulher.

    Luca tem referência divertida para Toy Story; Descubra qual é o easter egg da Pixar
    O QUE ACONTECE EM LUCA?

    Disponível no catálogo do Disney+, a animação acompanha o jovem Luca Paguro, que vive um verão inesquecível repleto de sorvetes, massas e passeios intermináveis de scooter no litoral italiano. Luca compartilha essas aventuras com seu novo melhor amigo, Alberto Scorfano, mas toda a diversão é ameaçada por um segredo profundamente bem guardado: eles são monstros marinhos de outro mundo, logo abaixo da superfície da água.

    Para o diretor Enrico Casarosa, é uma divertida e comovente história sobre amizade, sair da sua zona de conforto e, especialmente, uma carta de amor para os verões da nossa juventude – aqueles anos de formação em que você está se descobrindo. Luca recebeu muitas comparações com Me Chame Pelo Seu Nome por trazer dois jovens e uma trama de amadurecimento também ambientada na Itália.

    Oi, Alberto: Continuação de Luca estreia no Disney+

    Será que Luca vai levar o Oscar? O longa concorre com outros dois da Disney – Raya e o Último DragãoEncanto –, além de Flee e A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas. A maior premiação do cinema acontece neste domingo (27).

    Luca
    Luca
    Data de lançamento 18 de junho de 2021 | 1h 36min
    Criador(es): Enrico Casarosa
    Usuários
    4,2
    Adorocinema
    3,5
    Assista agora em Disney +
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top