Minha conta
    Turma da Mônica - Lições: Onde foi filmado o longa? Conheça todas as curiosidades dos bastidores (Visita a Set)
    11 de dez. de 2021 às 12:06
    Amanda Brandão
    Amanda Brandão
    -Apresentadora
    Jornalista, apresentadora e atriz, Amanda usa de sua paixão pelo entretenimento para se comunicar e disseminar a positividade e a alegria dentro de si. No AdoroCinema desde 2018, é a apresentadora do Take do Dia, além de fazer cobertura de eventos em vídeo e reportagens especiais para o portal.

    Qual é a diferença entre os filmes? Giulia Benite revela maior desafio da Mônica no longa que é a sequência de Lições.

    Turma da Mônica - Lições é o novo filme que vai trazer em live-action a criançada do bairro do Limoeiro, criado por Mauricio de Sousa. A produção, que é uma sequência de Turma da Mônica - Laços, trará mais uma vez o elenco formado por Giulia Benite (Mônica), Kevin Vechiatto (Cebolinha), Laura Rauseo (Magali) e Gabriel Moreira (Cascão).

    Divulgação
    Daniel Rezende dirigindo Giulia Benite, Gabriel Moreira, Laura Rauseo e Kevin Vechiatto (da direita para esquerda).

    Novamente sob direção de Daniel Rezende (Ninguém Tá Olhando), o longa acompanha os pequenos em uma fase diferente e, de certa forma, mais distantes. Desta vez, eles precisarão lidar com as consequências e descobrir o real valor e sentido da palavra amizade. 

    O longa foi uma das produções nacionais adiadas por conta da pandemia do Coronavírus e agora tem estreia marcada para dia 30 de dezembro nos cinemas. As filmagens aconteceram no primeiro semestre de 2020 e o AdoroCinema esteve no set para acompanhar um dia no bairro do Limoeiro. (e a jornalista que vos escreve ainda teve a honra de fazer uma pontinha no filme, mas isso eu trago mais para frente!)

    Lançamentos de filmes em 2021 mais aguardados pelo público

    Além de dizer que está mais engraçado, Daniel Rezende adiantou que Turma da Mônica - Lições é um filme muito mais maduro, que vai continuar conversando com as crianças mais jovens, mas também mais comovente. “Tem a solidão, a separação da turma mas também é divertido. O próprio Mauricio de Sousa, que acompanha sempre tudo e toda a equipe dele, falou: ‘Esse filme é mais turma da Mônica que o primeiro’. Porque está um pouco mais no universo do bairro do limoeiro, está ali nas relações deles e consegue ser muito fiel ao universo Mauricio de Sousa ao mesmo tempo em que aprofunda na dramaturgia no cinema, na fotografia, nas locações, ele está ainda mais incrível”, disse o diretor.

    Segundo Giulia Benite, a intérprete da Mônica, algumas experiências pessoais a ajudaram na preparação para o filme. “A Mônica é muito trocada pelos amigos nesse filme, pelo menos é o que ela acha. E eu já fui trocada várias vezes pelas minhas amigas e acho que isso me ajuda muito na atuação, em viver o momento”, contou ela.

    Qual é a principal diferença entre Turma da Mônica Laços e Lições?

    Desta vez, o longa se passa em um momento de amadurecimento da Mônica, Cascão, Cebolinha e Magali. O diretor Daniel Rezende, afirmou que essa será a primeira vez que veremos a turma indo para a escola.

    “O filme se passa algum tempo depois do resgate do floquinho e, acontece um problema na escola e os pais querem que os filhos cresçam, que eles saiam daquela mesma dinâmica que passaram toda a infância. Então, eles passam por novas experiências, conhecem novas crianças e tentam mudar essas características da infância deles, eles tem que se superar e passar por esse rito de passagem”, disse.

    “Se no primeiro filme era uma aventura, onde os desafios eram a floresta, o vilão, passar uma noite fora de casa, os desafios desse são todos internos, todos emocionais, são desafios de cada um vai ter que se superar na sua característica para poder crescer. É um filme muito mais emocional e emocionante”, completou o diretor.

    Turma da Mônica - Lições: Isabelle Drummond aparece como Tina em novo teaser

    Giulia Benite também comentou que agora a sua personagem se sente muito sozinha: “O filme vai mostrar a dificuldade de como é crescer. As dificuldades de crescer, pra Mônica pelo menos isso é uma dificuldade muito enorme, vai mostrar ela nessas situações que eu acho que todo mundo já passou pelo menos uma vez”.

    Monica Iozzi, a intérprete da mãe da Mônica, Dona Luiza, comentou que agora a trama se expandiu e abrange mais o ambiente dos pais. “Lições tem uma diferença bem característica do primeiro filme que é: as crianças estão amadurecendo. A grande questão do filme é essa, como é que as crianças veem esse processo de entrada na pré adolescência, o que muda na vida delas por conta disso e o que muda na vida dos pais, na relação dos pais com elas nesse período de mudanças. Então eu acho que pra todos que fazem os pais, a nossa participação tem uma importância maior do que no primeiro filme, pra mim, especificamente, pra Dona Luiza, está sendo muito legal porque a gente consegue ver um pouco mais da relação da Mônica com a mãe”.

    Onde Turma da Mônica Lições foi filmado?

    As filmagens aconteceram em Poços de Caldas, em Minas Gerais, no primeiro semestre de 2020. Quando o AdoroCinema esteve no set, a locação era uma escola na Rua Mato Grosso.

    Tudo estava pronto às 08 da manhã, Mônica (Giulia) andava para lá e para cá com um gesso no braço, indicando que a sua personagem havia se machucado, enquanto Daniel consultava a graphic novel durante as pausas entre as cenas.

    Vale ressaltar que toda a escola recebeu cenografia especial para o filme, inclusive cores das paredes, lustres, pôsteres e placas. Tudo isso para parecer exatamente como Mauricio de Sousa criou nos quadrinhos.

    Daniel Rezende ressaltou que essa busca pelo Bairro do Limoeiro já havia acontecido para o primeiro filme. “Para o primeiro filme, a gente tinha que encontrar o bairro do Limoeiro, que não é um lugar que existe, então ele foi feito com vários pedaços de vários lugares, então filmamos em quatro ou cinco cidades, Poços de Caldas foi uma delas. Dessa vez, como não tinha a floresta, a gente conseguiu trazer tudo para Poços, que para gente é muito melhor a logística fica mais fácil e Poços de Caldas é uma cidade maravilhosa, a gente ama, eles nos recebem muito bem, a prefeitura tá ajudando muito a gente, sem isso a gente não conseguia fazer. Fora isso, a arquitetura daqui parece um pouco atemporal e parada no tempo, o desenho do Mauricio de Sousa usa formas geométricas simples, a casa, a sala, o sofá… Poços tem muitas linhas retas, janelas quadradas, tudo ortogonal, tudo muito simétrico, todo o centro não tem poste, não tem fiação, é uma cidade muito linda”, comentou ele.

    Quais são as maiores dificuldades dos personagens em Lições?

    Ao depender do elenco, uma palavra que com certeza marcará Turma da Mônica Lições: emoção. “Está sendo muito mais emocionante, porque Laços e Lições têm histórias completamente diferentes, é bem mais emocionante”, frisou Laura, intérprete da Magali.

    Segundo a atriz, agora a sua personagem precisará lidar com a dificuldade de se separar da Mônica. “Os pais dela até a colocam numa escola de culinária para ela tratar dessa ansiedade”, disse.

    Giulia Benite ainda deixou claro: “E vai ter muita cena que vou chorar em Lições, antes era mais o Kevin, agora sou eu, porque a Mônica muda de escola, se sente trocada pelos amigos, roubam seu Sansão...”. (Devolve o Sansão da Mônica, Cebolinha!)

    Por outro lado, o ator que vive o personagem de cabelo espetado disse: “Cebolinha tem o ego muito grande e tem que lidar com isso nesse filme, tem que assumir que ele está com saudades da Monica, mas ele acaba dizendo que não está ‘eu lutei por esse momento e agora tenho que ser o dono da rua’”.

    Enquanto isso, o público poderá ver o Cascão enfrentando o seu maior pavor: a água. “Para o Cascão perder o medo, ele vai fazer natação e essa é a maior dificuldade dele, mas a maior dificuldade de todo mundo é se separar dos amigos!”.

    Carros antigos no set de Turma da Mônica - Lições

    As filmagens naquele dia de sol em Poços de Caldas estavam a todo vapor, as cenas eram regravadas mais de quatro vezes e, claro, os transeuntes paravam para assistir e entender o que estava acontecendo por ali. Alguns pediam fotos, outros, mais discretos, apenas observavam.

    Além dos atores, havia ali outra coisa que chamava bastante atenção: os carros. A rua estava cheia de automóveis antigos, dentre eles um ônibus escolar azul e um Corcel amarelo, pilotado por Mônica Iozzi. Na cena, ela deixava a filha na escola e se despedia em um tom triste, chateado, isso porque era o primeiro dia da dona da rua em um novo colégio.

    Quando a questionei sobre a dificuldade de dirigir um carro antigo, Iozzi brincou: “Esse carro é de 75 se eu não me engano e eu aprendi a dirigir em um carro que é um Fiat 47, que é um carrinho do começo da década de 80 que tem um motor fraquinho etc, e quando meu pai tinha esse carro ele já era velho, sabe? Aprendi em 96 ou 97, com um carrinho já velho, então eu pensei: ‘gente, se eu dirigi aquilo eu dirijo qualquer coisa’. E eu amo carro antigo! Amei esse carro!”.

    O improviso nos filmes da Turma da Mônica

    Assim como no filme de 2019, Turma da Mônica - Lições trabalha bastante com o improviso dos atores, proposto justamente pelo diretor, Daniel Rezende. “A gente não improvisa na filmagem, mas sim no ensaio, na preparação, algumas falas a gente dá porque eles precisam falar, outras eles vão do jeito deles. Mesmo que eles já saibam a cena, eu sempre tento ‘atrapalhar’ um pouco para tirar eles da zona de conforto para que eles não deem o texto decorado, para que seja natural. Na filmagem eles acabam improvisando porque eu mudo o que a gente combinou para que eles estejam sempre atentos, ouvindo uns aos outros”, revelou ele.

    6 filmes infantis mais esperados para 2021

    O diretor ainda pontuou que dessa vez o elenco mirim está muito mais amadurecidos como atores e que isso foi importante para a produção que, segundo ele, é um filme dramaturgicamente mais complexo que o primeiro. “A gente teve de novo uma preparação muito intensa com eles, eles não leem o roteiro, a gente vai falando sobre as cenas, às vezes damos uma passada cena a cena, vai improvisando, mas como o primeiro filme o Cebolinha era mais protagonista, esse filme a gente está muito mais com a Mônica, que vai para uma nova escola”, completou.

    As crianças se divertem com essa forma de trabalhar e comentaram que o diretor tem até um “caderninho de pérolas” que elas acabam falando ao longo do dia para que, em algum momento, possa relembrá-las para usar essas frases tão naturais para elas.

    “Tem roteiro mas a gente não segue as falas do roteiro, é tudo a base da improvisação como no Laços. A gente pode improvisar, pode falar o que quiser, desde que caiba na cena, claro. Gosto muito de improvisar porque às vezes vem uma fala na hora que você acha que vai ficar legal e quando vê dá certo!”, comentou Giulia Benite.

    Monica Iozzi afirmou que o improviso faz que as falas saiam de um jeito mais coloquial e próximas da linguagem dos quadrinhos. “O Daniel gosta que todo mundo saiba o que está acontecendo, o que precisa ser passado para o espectador, quais são as ações daquela cena, mas cada um falar do seu jeitinho”, disse.

    Quantos figurantes tem em Turma da Mônica - Lições?

    As filmagens aconteceram em Poços de Caldas durante aproximadamente cinco semanas. Para que toda a magia acontecesse, a produção precisou de cerca de 400 figurantes que faziam parte da escola e do Bairro do Limoeiro.

    Vale ressaltar que o filme proporcionou uma experiência cinematográfica para os habitantes da cidade mineira. “A gente usando toda a figuração de Poços de Caldas, todo departamento do filme tem um estagiário da cidade, estamos dando uma experiência muito grande para quem gosta de cinema e mora aqui”, contou Rezende.

    Como é ser figurante de um filme nacional?

    Como dito logo no começo desse texto, a jornalista que vos escreve, Amanda Brandão, teve a oportunidade de fazer uma “pontinha” no longa dirigido por Daniel Rezende. (obrigada por isso, diretor!)

    Dentre as centenas de figurantes, lá estava eu, vestida com um uniforme de cor bordô e me passando por uma colega de escola (mais velha, é claro) da pequena Mônica! Quando que, na minha infância lendo os gibis, eu imaginava que viveria esse momento? Para ser um figurante também é necessário passar por um processo de seleção e seguir os posicionamentos do diretor para cada cena. 

    Assim como todas as crianças eu estava deslumbrada com tudo em minha volta: as centenas de câmeras, equipe e, claro, o elenco. Mas, no momento em que o diretor grita "Ação!", é preciso ter muita concentração e não se deixar perder pela emoção do calor do momento - afinal, ao fazer figuração, você passa a ser uma pessoa daquele universo do filme e precisa vivenciar aquela situação que a cena está pedindo. 

    Assim como os atores, muitas vezes é necessário refazer a cena diversas vezes para que fique exatamente do jeito que o diretor deseja. Para se ter ideia, no meu caso, refilmamos cerca de sete vezes o momento em que surjo como figurante no longa. Veja a cena completa no vídeo abaixo:

     

    Além da participação da Amanda Brandão.... brincadeiras à parte, desta vez, Turma da Mônica - Lições trará ainda mais personagens dos quadrinhos como Marina (Laís Vilella), Milena (Emilly Nayara), Tina (Isabelle Drummond), Rolo (Gustavo Merighi), Pipa (Camila Brandão), Do Contra (Vinícius Higo), entre outros! O filme tem estreia marcada para 30 de dezembro nos cinemas.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top