Meu AdoroCinema
    7 atores e diretores de Hollywood que odeiam os filmes da Marvel
    Por Vitória Pratini — 8 de jun. de 2021 às 21:30

    Atores de Friends e Velozes & Furiosos são alguns dos que não aprovam os métodos do Universo Cinematográfico Marvel.

    Universo Cinematográfico Marvel está caminhando para seu 24° filme, Viúva Negra, e sua terceira série do Disney+Loki. No entanto, o sucesso e recordes de bilheterias da franquia de Kevin Feige não são apreciados por todos. Enquanto a saga tem uma legião de fãs, também têm seus críticos entre atores e diretores. Depois da lista de atores que odiaram seus papéis no Marvel Studios, confira abaixo 7 celebridades que odeiam os filmes da Marvel.


    Loki: Primeiras impressões sobre a série da Marvel no Disney+
    Martin Scorsese
    Getty Images

    Essa você já deve ter ouvido falar. O cineasta Martin Scorsese — responsável por produções que vão desde Taxi Driver até O Irlandêscriticou a Marvel, em entrevista à Empire. "Eu não os assisto. Eu tentei, sabe? Mas aquilo não é cinema. Honestamente, o mais próximo que consigo pensar deles, sendo bem feitos como são, com atores fazendo o melhor que podem sob aquelas circunstâncias, é que são parques temáticos. Não é o cinema de seres humanos, tentando transmitir experiências emocionais e psicológicas para outros seres humanos", comentou ele.

    Posteriormente, diante do debate inflamado sobre a questão, Scorsese comentou que acredita, apenas, que filmes de arte e cinema, e produções de super-herói são coisas diferentes. "O que deve ser protegido é a experiência singular de experimentar uma imagem, de preferência com o público. Mas agora há espaço para tantos outros, e de tantas outras maneiras. Haverá cruzamentos, completamente. O valor de um filme que é como um filme de parque temático, por exemplo, os longas do tipo Marvel, em que os cinemas se transformam em parques de diversões, é uma experiência diferente. Eu estava dizendo antes, não é cinema, é outra coisa."

    "É meio ridículo e evidente", afirma Willem Dafoe sobre polêmica entre Marvel e Scorsese (Entrevista exclusiva)
    Jennifer Aniston
    Getty Images

    Jennifer Aniston foi uma das que concedeu apoio a Martin Scorsese e ao grande cinema, motivo pelo qual ela optou por trabalhar na TV nos últimos tempos — como a recente reunião especial de Friends.

    "Só nos últimos dois anos, quando esses serviços de streaming estavam explodindo com essa qualidade toda, que eu realmente comecei a pensar, 'Uau, isso é melhor do que o que acabei de fazer'", disse Aniston à Variety. "E então você vê o que está disponível lá fora e está diminuindo e diminuindo em termos de [variedade], é [sempre] grandes filmes da Marvel ou coisas que simplesmente não me pedem para fazer ou que eu realmente esteja interessada em viver em uma tela verde."

    Jason Statham
    Universal Pictures

    Jason Statham não estará no próximo Velozes & Furiosos 9, mas ele já teve algumas cenas de ação insanas durante a franquia, a maioria com efeitos práticos. No entanto, o ator não acredita em filmes de super-heróis. "Posso pegar minha avó e colocá-la em uma capa e eles farão dublês entrarem e fazerem toda a ação. Qualquer um pode fazer isso. Eles contam com uma tela verde e um orçamento de 200 milhões de dólares. Então, para mim, isso não é autêntico. Eu sou inspirado pelos velhos astros verdadeiros — caras que realmente conseguem fazer suas coisas".

    Bong Joon-ho

    O vencedor do Oscar por Parasita, Bong Joon-ho, tem opiniões divergentes sobre os filmes de super-heróis. O cineasta coreano tem um problema extremamente específico com a máquina da Marvel: o departamento de figurinos."Eu tenho um problema pessoal", disse ele à Variety. "Respeito a criatividade dos filmes de super-heróis mas, na vida real e nos filmes, não suporto pessoas usando roupas justas. Nunca vou usar algo assim e apenas ver alguém com roupas justas é mentalmente difícil. Não sei para onde olhar e me sinto sufocado. A maioria dos super-heróis usa uniformes justos, então nunca poderei dirigir um filme desses. Acho que ninguém vai me oferecer o projeto também. Se houver um super-herói que tenha um fantasia bem quadrada, talvez eu possa tentar", afirmou. 

    No entanto, em termos da qualidade dos filmes da Marvel, Joon-ho ficou em cima do muro. "Tenho muito respeito por Scorsese e Coppola e cresci estudando seus filmes. Portanto, entendo perfeitamente o contexto de seus comentários e respeito sua opinião", disse ele. "Mas, por outro lado, se eu olhar para os filmes individualmente, apreciei Guardiões da GaláxiaLogan de James MangoldCapitão América 2 - O Soldado Invernal dos Irmãos Russo. Há grandes momentos cinematográficos nesses filmes."

    Ridley Scott

    Ridley Scott, responsável por filmes como Alien e Blade Runner, foi questionado pelo Digital Spy se algum dia assumiria a propriedade de um super-herói. E a resposta foi que, em vez disso, deseja "continuar fazendo filmes inteligentes", afirmou. "Filmes de super-heróis não são meu tipo de coisa — é por isso que nunca fiz um", disse ele. "[Já me perguntaram] várias vezes, mas não consigo acreditar na corda bamba do não-realidade da situação do super-herói."

    Mickey Rourke
    Marvel

    Mickey Rourke interpretou o vilão do criticado Homem de Ferro 2, e nem ele gostou da experiência. O intérprete do vilão Ivan Vanko, conhecido como Whiplash, odiou o filme e o Universo Cinematográfico Marvel como um todo. Em uma entrevista com Seth Meyers, ele disse que suas cenas foram cortadas: "Eu fiz, uma vez, um filme para a Marvel... e eles cortaram a p* toda fora."

    Recentemente, em uma publicação do Instagram, o ator cutucou a Marvel Studios, enquanto elogiava a série Law & Order: Special Victims Unit. "Muito respeito a todos vocês [do elenco], porque o trabalho que vocês fazem é atuação de verdade, ao contrário daquela porcaria que vemos naquelas m* da Marvel", escreveu.

    Ver essa foto no Instagram

    Uma publicação compartilhada por MICKEY ROURKE (@mickey_rourke_)

    Alejandro G. Iñárritu
    Getty Images

    Alejandro G. Iñárritumembro dos "Três Amigos de Hollywood" e ganhador do Oscar por O Regresso e Birdman, filme que satirizou a obsessão de Hollywood por filmes de super-heróis, falou contra o gênero em uma entrevista para o Deadline. "Eu seria péssimo [fazendo um filme de super-herói]. Acho que não há nada de errado em ter fixação em super-heróis quando você tem 7 anos, mas acho que há uma doença em não crescer", afirmou. "Às vezes gosto deles porque são básicos e simples e combinam bem com pipoca. O problema é que às vezes tem a intenção de serem profundos, baseados em algum tipo de mitologia grega. E são honestamente muito direitistas. Sempre os vejo como matar pessoas porque elas não acreditam no que você acredita, ou porque não estão sendo quem você deseja. Eu odeio isso e não respondo a esses personagens. Eles têm sido um veneno, esse genocídio cultural, porque o público está tão superexposto a tramas e explosões e m* que não significam nada sobre a experiência de ser humano."

    Francis Ford Coppola

    Francis Ford Coppola, o lendário cineasta por trás da trilogia O Poderoso ChefãoApocalypse Now saiu em apoio a seu amigo de longa data, Martin Scorsese, e deu alguns passos adiante em sua condenação ao MCU. "Quando Martin Scorsese diz que as películas da Marvel não são cinema, ele está certo porque esperamos aprender algo com o cinema, esperamos ganhar algo, um pouco de iluminação, algum conhecimento, alguma inspiração", disse ele à France 24 após ser premiado com o Prêmio Lumiére. "Não sei se alguém ganha nada vendo o mesmo filme repetidamente. Martin foi gentil quando disse que não é cinema. Ele não disse que é desprezível, o que eu digo que é."

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top