Minha conta
    Por que os Vingadores foram derrotados por Thanos em Guerra Infinita da Marvel?
    Por Bruno Botelho dos Santos — 27 de mai. de 2021 às 22:00

    Thanos venceu os Vingadores em Guerra Infinita e acabou com metade de toda a vida na Terra – inclusive muitos super-heróis.

    Vingadores: Guerra Infinita (2018) marcou a grande derrota dos Vingadores no Universo Cinematográfico Marvel, quando Thanos (Josh Brolin) dizimando metade de toda vida na Terra – incluindo muitos super-herois. O vilão – considerado o melhor nos filmes da Marvel – conseguiu esse feito depois de conseguir completar a Manopla do Infinito com todas as Joias do Infinito existentes no universo, mas outro fator foi importante para a derrota dos super-heróis: ruptura e falta de união entre as lideranças dos Vingadores.

    Durante Guerra Infinita, Steve Rogers (Chris Evans) e Tony Stark (Robert Downey Jr.) lutaram contra Thanos separadamente e sem qualquer comunicação um com o outro, terminando sem um plano adequado para combater o grande vilão, que se aproveitou da fraqueza deles para completar sua Manopla e completar sua missão.

    Por que os Eternos não ajudaram os Vingadores contra Thanos em Guerra Infinita e Ultimato?

    Entenda a derrota dos Vingadores para Thanos em Guerra Infinita

    Capitão América: Guerra Civil (2016) é um dos filmes mais sombrios da Marvel e causou a ruptura ideológica entre as duas lideranças dos Vingadores: Capitão América e Homem de Ferro. Tudo isso aconteceu por causa dos Acordos de Sokovia, implementados depois de um erro cometido por Wanda Maximoff (Elizabeth Olsen) durante uma missão em Lagos, que causou a morte acidental de dezenas de pessoas inocentes. Assim, os Acordos de Sokovia eliminaram a autonomia dos Vingadores como organização privada e os colocaram na jurisdição da Organização das Nações Unidas (ONU), com um conselho decidindo como eles agiriam.

    Tony Stark apoia a supervisão e responsabilidade do governo, enquanto Steve Rogers deseja que os Vingadores permaneçam livres para defender a humanidade sem interferência governamental. Isso divide completamente a equipe em Guerra Civil. Por esse motivo, ao longo de Guerra Infinita, os dois lutaram separadamente contra Thanos e sem qualquer comunicação, o que foi ineficaz para frear o vilão sem um plano adequado.

    Stark e Rogers sempre foram muito diferentes no Universo Cinematográfico Marvel, mas essas mesmas diferenças ideológicas e de personalidade fizeram com que os Vingadores fossem um grupo equilibrado. Como Capitão América nos Estados Unidos, Steve sempre foi altruístra e atuou como líder em sua função de inspirar as pessoas para uma causa – o que na equipe de super-heróis funcionou como uma bússula moral nas missões. Tony Stark era importante para os Vingadores de uma maneira distinta como Homem de Ferro, um cara de recursos por causa de seu conhecimento em tecnologia como um inventor, além de seu dinheiro. Ele sempre foi pragmático e visionário, o que equilibrava o idealismo de Steve.

    Vingadores: Por que Thanos não matou Homem de Ferro e Thor em Guerra Infinita da Marvel?

    Ou seja, um precisava do outro para a eficiência da equipe, que foi o que fez eles sairem vitoriosos cinco anos depois em Vingadores: Ultimato (2019), onde Homem de Ferro e Capitão América arrumaram as coisas e se concentraram no objetivo em comum de reverter a dizimação causada por Thanos – onde os dois tiveram seu capítulo final. Tony Stark se sacrificou ao utilizar a Manopla do Infinito para acabar com o vilão e Steve Rogers voltou no tempo para devolver as Joias do Infinito ao seu devido lugar e fica por lá com Peggy Carter (Hayley Atwell), ele retorna idoso e passa seu escudo de Capitão América para Sam Wilson (Anthony Mackie)

    Isso mais do que provou que separados, eles apresentavam problemas e eram ineficazes, um dos grandes motivos para a derrota em Vingadores: Guerra Infinita ao facilitar para Thanos atacar a Terra definitivamente e vencer. Para matar a saudade de Guerra Infinita e Ultimato você pode assistir os dois filmes do Universo Cinematográfico Marvel no catálogo do Disney+.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top