Meu AdoroCinema
    As 5 mães mais assustadoras dos filmes de terror
    Por Bruno Botelho dos Santos — 9 de mai. de 2021 às 22:00

    Muitos filmes de terror colocam filmes mães assustadoras que acabam causando mais medo do que muitos monstros.

    Mães muitas vez são vistas como um símbolo de amor incondicional aos seus filhos, buscando fazer de tudo para vê-los bem e felizes. Porém, isso nem sempre acaba acontecendo e o carinho é substituído por momentos insanos e . Isso a cultura pop fez questão de mostrar isso com mães sinistras no cinema e na televisão, como no filme Fuja e na série The Act inspirada em uma história real macabra.

    Pensando nisso, o AdoroCinema preparou uma lista especial – e traumatizante – com as mães mais assustadoras dos filmes de terror, que por diversas vezes acabam sendo as grandes vilãs dessas produções. E olha que estamos falando de filmes que muitas vezes trazem serial killers sanguinários ou crianças bizarras e assustadoras. Dá uma olhada na lista!

    As 15 mães mais inesquecíveis dos filmes e séries

    Margaret White em Carrie, a Estranha (1976)

    Carrie, a Estranha (1976), dirigido por Brian De Palma, é um clássico do terror e uma das melhores adaptações do mestre do horror Stephen King. Com muito sangue e momentos icônicos, uma das coisas mais assusadoras da produção  Em um filme cheio de sangue de porco, destruição telecinética e assassinato em massa, a coisa mais assustadoras é Margareth White (Piper Laurie), mãe da protagonista Carrie White (Sissy Spacek). Extremamente abusiva, ela utiliza castigos cruéis em sua filha por causa de um fundamentalismo religioso que ela segue equivocadamente.  

    A história segue Carry White (Sissy Spacek), uma jovem que não faz amigos em virtude de morar em quase total isolamento com Margareth (Piper Laurie), sua mãe e uma pregadora religiosa que se torna cada vez mais ensandecida. Carrie foi menosprezada pelas colegas, pois ao tomar banho achava que estava morrendo, quando na verdade estava tendo sua primeira menstruação. Uma professora fica espantada pela sua falta de informação e Sue Snell (Amy Irving), uma das alunas que zombaram dela, fica arrependida e pede a Tommy Ross (William Katt), seu namorado e um aluno muito popular, para que convide Carrie para um baile no colégio. Mas Chris Hargenson (Nancy Allen), uma aluna que foi proibida de ir festa, prepara uma terrível armadilha que deixa Carrie ridicularizada em público. Mas ninguém imagina os poderes paranormais que a jovem possui e muito menos de sua capacidade vingança quando está repleta de ódio.

    Sra. Voorhees em Sexta-Feira 13 (1980)

    Jason Voorhees, o assassino em série que utiliza máscara de hóquei – uma das mais lendárias e assustadoras do cinema –, é uma figura icônica do cinema de terror. Mas, antes dele se tornar esse monstro sanguínario, sua mãe mostrava todas as características psicopatas do filho em Sexta-Feira 13 (1980). Com uma dinâmica reversa, Pamela Voorhees (Betsy Palmer) foi responsável pelos assassinatos originais do acampamento Crystal Lake em nome de seu filho afogado.

    Em 1958, um casal de adolescentes foge de um acampamento para passar uma noite romântica juntos, mas os dois são perseguidos por um assassino e mortos a facadas. Em 1979, os dirigentes do acampamento Crystal Lake decidem reabrir o local, apesar do trauma que ainda marca a cidade. Quando novos monitores são contratados, eles começam a desaparecer mais uma vez, assassinados brutalmente, um por um.

    Norma Bates em Psicose (1960)

    Norma Bates pode não ser a assassina no clássico de Alfred HitchcockPsicose (1960), mas seu espírito ainda é a força motriz por trás dos feitos de seu filho.  Ela é uma personagem obsessiva, amedrontadora e manipuladora que foi responsável por formar um dos psicopatas mais marcantes do cinema, Norman Bates (Anthony Perkins). A série Bates Motel foi uma prequela dos eventos vistos no filme e contou melhor sobre a relação problática entre Norman e Norma, interpretados por Freddie HighmoreVera Farmiga respectivamente.

    Em Psicose, Marion Crane (Janet Leigh) é uma secretária que rouba 40 mil dólares da imobiliária onde trabalha para se casar e começar uma nova vida. Durante a fuga a carro, ela enfrenta uma forte tempestade, erra o caminho e chega em um velho hotel. O estabelecimento é administrado por um sujeito atencioso chamado Norman Bates (Anthony Perkins), que nutre um forte respeito e temor por sua mãe. Marion decide passar a noite no local, sem saber o perigo que a cerca.

    Mama em Mama (2013)

    Mama (2013), dirigido por Andy Muschietti, mostra uma mãe que é uma entidade fantasmagórica vingativa em busca de substituir os filhos que perdeu, não deixando nada e ninguém ficar em seu caminho. Para quem não sabe, a figura feminina foi interpretada por Javier Boteto ator por trás dos papéis mais assustadores dos filmes de terror modernos. Conheça suas atuações!

    Quando o pai de Victoria e Lilly mata a mãe das garotas, as crianças fogem assustadas para uma floresta. Durante cinco anos, ninguém tem notícia do paradeiro delas, até o dia em que elas reaparecerem, sem explicarem como sobreviveram sozinhas. Os tios das duas, Lucas (Nikolaj Coster-Waldau) e Annabel (Jessica Chastain) adotam Victoria e Lilly e tentam dar uma vida tranquila às duas, mas logo eles percebem que existe algo errado. As duas conversam frequentemente com uma entidade invisível, que chamam de "Mama". Lucas e Annabel não sabem se acreditam nas meninas, ou se devem culpá-las pelos estranhos acontecimentos na casa.

    Amelia em The Babadook (2014)

    The Babadook (2014) mostra Amelia (Essie Davis) como uma mãe que Amelia tem que lidar com as responsabilidades como mãe de e a perda do marido. Mas, aos poucos, vemos ela se descontrolar de maneira assustadora, até mesmo estrangulando o cachorro da família.

    Seis anos já se passaram desde a morte de seu marido, mas Amelia (Essie Davis) ainda não superou a trágica perda. Ela tem um filho pequeno, o rebelde Samuel (Noah Wiseman), e tem dificuldades para amá-lo. O garoto sonha diariamente com um monstro terrível e ao encontrar um livro chamado "The Babadok" reconhece imediatamente seu pesadelo. Certo de que Babadok deseja matá-lo, o menino começa a agir irracionalmente, para desespero de Amélia.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top