Minha conta
    PéPequeno é a maior estreia da semana
    Por Rafaela Ferreira — 27 de set. de 2018 às 08:30

    Estrelado por Camilla Luddington, O Que de Verdade Importa também é destaque.

    PéPequeno, a animação que carrega as vozes de Channing TatumZendayaDanny DeVito chega dominando as telonas deste final de semana. O novo longa de Karey Kirkpatrick (A Fuga das Galinhas) é exibido em 890 salas de cinemas e acompanha um yeti, criatura conhecida como o Abominável Homem das Neves, indo na contramão do que todos os seus semelhantes acreditam: ele tem a certeza que os seres humanos realmente existem. E mesmo que todos da sua espécie neguem com veemência, ele não irá desistir tão fácil de provar sua teoria.

    Camilla Luddington deu um tempo das salas de cirurgia em Grey's Anatomy e pousou na comédia O Que de Verdade Importa. Exibido em 347 cinemas, o filme acompanha a vida de Alec (Oliver Jackson-Cohen), um engenheiro frustrado que vive em Londres. Porém, tudo muda quando seu tio lhe faz uma propostas irrecusável: Pagar todas as dívidas do jovem, desde que ele se muda para o Canadá por um ano para conhecer mais sobre sua família.

    Para informações sobre os horários das sessões, acesse nosso guia de programação.

    Confira abaixo os trailers, críticas e a opinião da imprensa sobre os filmes que estreiam nesta semana.

    PéPequeno

    "PéPequeno mostra que a visão mais receptiva para o novo pode trazer surpresas agradáveis, que somam algo em nossas realidades. Adicionalmente, a animação também deixa uma lição para a vida (e de forma lúdica às crianças): o preconceito só existirá enquanto a percepção ao diferente for limitada". Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    O Que de Verdade Importa

    "O curioso de O Que de Verdade Importa é que, mesmo com tantos clichês (a ida a um lugar afastado, o autoconhecimento vindo desta nova experiência), o filme entrega uma narrativa fluida e boa de se assistir. Porém, não dá para negar que a abordagem é básica e não traz muita profundidade ou novidade para a trama, transitando entre família, dores do passado e o encontro com o amor". Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    A Primeira Noite de Crime

    "A Primeira Noite de Crime tem uma mensagem confusa em torno de como o Expurgo consegue seu sucesso; o filme se resume a inúmeras sequências em slow motion e à violência como foco principal, sendo que essas características já fazem parte de toda a franquia".  Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    10 Segundos para Vencer

    "10 Segundos também acaba se revelando especial por não se restringir ao sucesso e ao fracasso nos ringues, tratando de crise pessoal e do não saber o que fazer depois de se tornar o maior do mundo. O boxe é o sustento, o talento, a paixão, a preocupação, mas não o ponto central da trama, que é realmente investida em pessoas e seus laços". Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    A Fábrica de Nada

    "O filme português ameaça enveredar pelo musical na reta final, mas esta pequena vinheta se abre e se conclui sem contaminar a história ao redor. O roteiro abre um painel vasto demais, e claro, excessivamente claro, quando talvez o papel da arte seja confundir ao invés de esclarecer". Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    A Moça do Calendário

    "Em termos cinematográficos, A Moça do Calendário não tem medo do trash, do insano. Muito pelo contrário, aborda todas as formas de representação não convencionais, situando-as pertinentemente no centro da cidade de São Paulo. [...] Apesar das ressalvas, é louvável que a cinematografia brasileira acolha projetos tão férteis quanto este". Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    Marcha Cega

    "Um ponto importante que Marcha Cega toca mas não se aprofunda é a função da grande imprensa na construção e legitimação de um discurso que favorece a violência policial contra manifestantes. Um interessante recurso usado por Di Giacomo no filme consiste em exibir trechos de telejornais em televisores antiquados para simbolizar o conservadorismo do jornalismo corporativo". Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    Uma Noite de 12 Anos

    "Entretanto, mais do que a excelência nas atuações e nos aspectos técnicos, Uma Noite de 12 Anos é um filme de significado imenso pelo que representa. Seu brilho não está nas agruras da ditadura ou mesmo na denúncia dos absurdos cometidos, mas na beleza das pequenas conquistas, tão valorizadas quanto raras pelas dificuldades enfrentadas em apenas viver". Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    O Homem Perfeito

    "Em termos estéticos, O Homem Perfeito adota uma linguagem cinematográfica pouco ousada, mas funcional, com seus planos e contraplanos básicos e uma fotografia sem grandes afetações. Vibrante e criativa, a trilha sonora, assinada pelo grupo Instituto, é um destaques do filme". Leia a crítica completa e a opinião da imprensa

    Crimes em Happytime

    "Crimes em Happytime não tem o menor pudor ao abraçar o politicamente incorreto, seja ao bater em crianças que praticam bullying ou mesmo ao apresentar o universo sexual dos fantoches - com cenas explícitas, por assim dizer. [...] Mesmo com alguns excessos, trata-se de um filme que merece aplausos pela coragem em romper, seja pelo lado afetivo ou pelo que se conhece de antemão". Leia a crítica completa e a opinião da imprensa. 

    Coração de Cowboy

    "É comum que críticos de cinema comparem filmes extremamente sentimentais a novelas, o que muitas vezes é injusto com as produções televisivas. Se Coração de Cowboy exibisse um melodrama bem feito, com situações mais críveis e reviravoltas que surpreendem, como em um novelão dos bons, seria muito mais eficiente em transmitir a carga emocional que pretende". Leia a crítica completa e a opinião da imprensa

    Sansão

    "O protagonista deste filme carrega consigo as principais características do texto bíblico: os cabelos longos, a força sobre-humana, a luta contra um leão, o massacre de um exército com as próprias mãos, a paixão por Dalila e a posterior traição, quando tem seus cabelos cortados e perde sua força. [...] No entanto, o projeto surpreende por ser atualizado aos olhares dos jovens do século XXI". Leia a crítica completa

    Um Pequeno Favor

    Leia a opinião da imprensa.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    • Jonathan K
      Eu assisti 10 segundos para vencer. Nota: 8,0. Pé Pequeno, nota 7,0. Um pequeno favor. Nota: 9,0.
    Mostrar comentários
    Back to Top