Minha conta
    Medida Provisória na Tela Quente (28/11): Premiado filme de Lázaro Ramos enfrentou diversos desafios para chegar aos cinemas
    28 de nov. de 2022 às 19:30
    Diego Souza Carlos
    Apaixonado por cultura pop, latinidades e karê, Diego ama as surpresas de Jordan Peele, Guillermo del Toro e Anna Muylaert. Entusiasta do MCU, se aventura em estudar e falar sobre cinema, TV e games.

    Longa é estrelado por Taís Araujo, Seu Jorge e Alfred Enoch.

    Finalizando o mês da Consciência Negra, a TV Globo vai exibir Medida Provisória na Tela Quente desta segunda-feira, 28 de novembro. O longa que marca a estreia de Lázaro Ramos como diretor de longas-metragens é estrelado por Taís Araujo, Seu Jorge e Alfred Enoch.

    Em um futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória, em uma iniciativa de reparação pelo passado escravocrata, provocando uma reação no Congresso Nacional. O Congresso então aprova uma medida que obriga os cidadãos negros a migrarem para a África na intenção de retornar a suas origens.

    Medida Provisória: "Não tive pudor em fazê-la", defende Taís Araujo sobre sua personagem que não reconhece o racismo (Entrevista Exclusiva)

    A aprovação afeta diretamente a vida do casal formado pela médica Capitú (Taís Araújo) e pelo advogado Antonio (Alfred Enoch), bem como a de seu primo, o jornalista André (Seu Jorge), que mora com eles no mesmo apartamento. Nesse apartamento, os personagens debatem questões sociais e raciais, além de compartilharem anseios que envolvem a mudança de país. Vendo-se no centro do terror e separados por força das circunstâncias, o casal não sabe se conseguirá se reencontrar.

    O longa é uma adaptação de "Namíbia, Não!", peça de Aldri Anunciação que o diretor e ator Lázaro Ramos dirigiu para o teatro em 2011.

    Prêmios

    Exibido em diversos festivais internacionais, como o cultuado South by Southwest, Medida Provisória conquistou o prêmio de Melhor Roteiro no Indie Memphis Film Festival. Também conquistou três vitórias no Inffinito Film Festival, bem como foi destaque do Festival do Rio 2021.

    Entraves para o lançamento

    Devido aos percalços da pandemia, o filme demorou mais do que o esperado para chegar aos cinemas por "censura burocrática", como disse o cineasta em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, devido a troca de distribuidora durante a produção do projeto. Além disso, o primeiro esboço do filme foi feito há cerca de dez anos antes do lançamento, culminando em um longo desenvolvimento - de roteiro, gravação e financiamento.

    Medida Provisória: Filme de Lázaro Ramos foi censurado pelo governo? Entenda por que produção demorou para chegar ao cinema

    "O que sabemos é que um membro do governo puxou um boicote lá atrás, dizendo que o filme foi feito para falar mal do ‘messias’. Depois, a gente precisava de uma simples assinatura para trocar nossa distribuidora e isso demorou um ano e alguns meses para acontecer", disse o artista ao veículo. "Censura também se faz com burocracia e foi isso o que aconteceu. O flerte com a censura é expediente desse governo, a gente sabe."

    Ao fim, não foram encontradas irregularidades no processo e o filme seguiu para as telonas.

    Distopia ou filme de época?

    Em entrevista ao AdoroCinema, Lázaro Ramos brincou com os termos que descrevem a narrativa. Apesar de mostrar um tom distópico, os elementos baseados em fatos criam uma forte relação com a realidade brasileira.

    “Hoje eu tenho dúvidas se esse filme é uma distopia ou um filme de época. Estou super em dúvida. Quando a gente escreveu era uma distopia. Era para falar sobre coisas que a gente não queria que acontecessem no nosso país. Várias coisas já aconteceram”, refletiu o diretor.

    Medida Provisória: "Fui salvo pela educação", reflete Lázaro Ramos sobre momento catártico do filme com Emicida (Entrevista Exclusiva)

    "A realidade sempre nos surpreende", brinca o diretor. “Se torna um filme de época e um espelho para a gente olhar as escolhas que a gente está fazendo, de como estamos lidando com as nossas questões fundamentais”, explica.

    Medida Provisória

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top