Minha conta
    Festival de Gramado: Primeiro fim de semana tem drama, comédia sombria e Marcos Palmeira ovacionado
    15 de ago. de 2022 às 10:32
    Aline Pereira
    Aline Pereira
    -Redatora | crítica
    Jornalista que ama boas histórias e combina a paixão por cinema e TV com comunicação para mergulhar ainda mais nos universos e personagens que já fazem brilhar os olhos. Pipoca, suspense, dramédia e uma pitada de reality são a receita perfeita para todos os dias.

    A atual edição do Festival de Gramado segue com programação intensa até 20 de agosto.

    Reprodução / Divulgação

    Em 2022, o Festival de Cinema de Gramado, uma das maiores celebrações do audiovisual brasileiro, chega à sua 50ª edição com grandes destaques logo nos primeiros dias. Entre longas, curtas-metragens, documentários e produções locais do Rio Grande do Sul, onde o evento é realizado, o Festival já apresentou alguns dos fortes concorrentes ao Kikito de Ouro, além de homenagem especial ao ator Marcos Palmeira. Veja quais foram os principais destaques.

    A Mãe: Vencedora em 2019, Marcélia Cartaxo volta a Gramado em novo filme

    Uma das artistas mais consagradas do cinema brasileiro, Marcélia Cartaxo conquistou o prêmio de Melhor Atriz do Festival de Gramado em 2019 e retorna este ano como protagonista de A Mãe, longa que acompanha a história de Maria, uma mulher da periferia paulistana que está em busca do filho desaparecido. A trama aponta questões sociais latentes no Brasil, como segurança pública, violência e desigualdade.

    Em entrevista ao AdoroCinema, Marcélia destacou o papel do cinema no debate de problemas do mundo real. “As questões sociais do Brasil são profundamente descabidas, esquecidas rapidamente, camufladas. Temos que tocar na ferida o tempo todo e com a função de atriz, de representar a arte, isso cabe muito bem. A gente pode tocar em algumas coisas que as pessoas não querem. Ver as dores dos outros e ajudar na luta pela igualdade e pela democracia. Esse é um momento de muita luta”, disse.

    Festival de Locarno: Brasil conquista Leopardo de Ouro por Regra 34, longa de Júlia Murat

    O longa conta ainda com participação de Débora Maria da Silva, fundadora do movimento Mães de Maio, formado por mulheres que perderam seus filhos no chamado “Crimes de Maio”, de 2006, que deixou centenas de mortos. “Uma coisa é representar essa dor, outra é estar de frente com essa mãe, com ela me chamando para a luta. Isso me emocionou bastante”, contou Marcélia.

    A Mãe
    A Mãe
    Data de lançamento 10 de novembro de 2022 | 1h 20min
    Criador(es): Cristiano Burlan
    Com Marcelia Cartaxo, Mawusi Tulani, Helena Ignêz
    Adorocinema
    4,0

    O Clube dos Anjos: Livro de Luis Fernando Veríssimo ganha adaptação com elenco de estrelas

    Fãs de comédias sombrias já podem colocar O Clube dos Anjos na lista: publicado originalmente em 1998 por Luis Fernando Veríssimo, um dos principais escritores brasileiros, o romance ganhou adaptação que estreou no Festival de Gramado. O longa chama atenção pelo elenco de estrelas: Otávio Muller, Matheus Nachtergaele, Paulo Miklos, Marco Ricca, Augusto Madeira, André Abujamra, César Mello, Angelo AntônioAntónio CapeloSamuel de Assis interpretam um grupo de amigos que se reúnem para jantares mortais e, a princípio, inexplicáveis.

    Deus e o Diabo na Terra do Sol em 4K: "A obra de Glauber Rocha é fundamental para o Brasil", avalia produtor

    Ao AdoroCinema, o diretor e roteirista Angelo Defanti relembrou a sensação de mostrar o filme a Veríssimo. “Foi terror e pânico, mas não podia ter sido mais especial”, brincou. “Separamos uma sala só para ele e a [esposa] Lúcia assistirem ao filme e quando começou, pensei ‘seja o que Deus quiser’. Depois, ele começou a citar e oferecer outros romances e contos que achava que seriam boas adaptações. Ali recebi o elogio e entendi que ele queria ver mais daquilo”, disse.

    O Clube dos Anjos
    O Clube dos Anjos
    Data de lançamento 3 de novembro de 2022 | 1h 41min
    Criador(es): Angelo Defanti
    Com Otávio Müller, Matheus Nachtergaele, Paulo Miklos
    Usuários
    3,0
    Adorocinema
    3,5

    Marcos Palmeira: Homenageado no Festival, ator fala sobre remake de Pantanal

    Trabalhando como ator há quase 50 anos, Marcos Palmeira é um dos maiores nomes da dramaturgia brasileira - e em 2022, retornou ao remake de Pantanal como Zé Leôncio, décadas após viver Tadeu na novela original. Em Gramado, o artista teve sua carreira homenageada com o troféu Oscarito e, claro, falou sobre a trama que se tornou um fenômeno na TV.

    “Quando eu soube da novela [de 2022], fiquei louco e me coloquei à disposição para fazer qualquer papel. Faria até o cavalo do Zé Leôncio. Quando recebi o convite, comecei a pular, gritar, parecia uma criança”, brincou. Para Marcos Palmeira, a obra de Benedito Ruy Barbosa se torna, novamente, um marco na televisão. “Benedito merece vários remakes, várias leituras, porque você consegue buscar várias camadas - essa é a grande diferença da versão de hoje para a de 30 anos atrás. Além de ter resgatado a vontade das famílias de se juntarem para ver novela, algo em que não se acreditava mais”, analisou.

    O Festival de Gramado segue com programação intensa até 20 de agosto. 

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top