Minha conta
    O Telefone Preto é baseado em fatos reais? Conheça novo filme de terror do diretor de Doutor Estranho
    18 de jul. de 2022 às 16:05
    Aline Pereira
    Aline Pereira
    -Redatora | crítica
    Jornalista que ama boas histórias e combina a paixão por cinema e TV com comunicação para mergulhar ainda mais nos universos e personagens que já fazem brilhar os olhos. Pipoca, suspense, dramédia e uma pitada de reality são a receita perfeita para todos os dias.

    O Telefone Preto estreias no cinemas nesta quinta-feira (21); conheça a história.

    Um dos filmes de terror mais aguardados de 2022O Telefone Preto chega aos cinemas com uma história sinistra protagonizada pelo indicado ao Oscar Ethan Hawke (Antes do Amanhecer). O longa assinado por Scott Derrickson, o mesmo diretor do primeiro Doutor Estranho, é ambientado no final da década de 1970 e conta a história de um serial killer que caça crianças. Felizmente, O Telefone Preto não é um filme de terror baseado em história real, mas tem, sim, origem em uma história um pouco mais antiga.

    O Telefone Preto: Qual é a história?

    A história do filme se passa em 1978 e mostra a cidade de Denver, nos Estados Unidos, assolada por uma onda de sequestros de crianças. O responsável pelos crimes é o misterioso Grabbler (Ethan Hawke) que, um dia, captura o jovem Finney Shaw (Mason Thames) - e a trama se desenrola a partir daí. Finney acorda em um porão, onde há apenas uma cama e um telefone preto. Quando o aparelho toca, ele consegue ouvir as vítimas anteriores do serial killer e elas tentam evitar que o Finney tenha o mesmo destino terrível.

    Enquanto isso, a irmã mais nova de Finney passa a ter sonhos que parecem indicar o lugar onde ele está e ela conta com a ajuda de dois detetives para tentar encontrá-lo. Dentro do cativeiro, o protagonista tenta se comunicar com as outras vítimas e encontrar uma forma de escapar. 

    O Telefone Preto é uma história real?

    O longa de 2022 é uma ficção inspirada em um conto publicado em 2004 por Joe Hill, que é filho de ninguém menos do que Stephen King - e tudo indica que ele herdou o talento do pai para contar histórias assustadoras. Em entrevista à revista Time, o diretor Scott Derrickson explicou por que a trama chamou tanto sua atenção: “É uma combinação de um conto de assassino em série com uma história de fantasma (...) Há um ponto de vista tão empático que tem algo de inspiracional”, disse.

    O cineasta, aliás, é que dá o toque mais “real” ao longa, já que adicionou novos elementos inspirados em sua história e vida pessoal. Em conversa com o Bloody Disgusting, o autor Joe Hill contou que o Derrickson tornou a adaptação um pouco mais pessoal. “Há algo de muito autobiográfico na história de amadurecimento na violenta década de 1970 no centro-oeste [dos EUA]. É uma história que reflete as memórias de infância de Scott e avança com uma grande precisão emocional”, analisou o escritor.

    Para o diretor, a inserção de elementos pessoais na história foi uma forma de lidar com as próprias questões do passado. “É muito valioso poder voltar no tempo e olhar para experiências que você negou, mas que tiveram impacto em você. Foi muito libertador e catártico poder canalizar tudo isso em algo positivo”, disse à revista Time.

    O Telefone Preto estreia nos cinemas brasileiros em 21 de julho de 2022.

    O Telefone Preto
    O Telefone Preto
    Data de lançamento 21 de julho de 2022 | 1h 43min
    Criador(es): Scott Derrickson
    Com Mason Thames, Madeleine McGraw, Ethan Hawke, Jeremy Davies, Banks Repeta
    Imprensa
    2,8
    Usuários
    4,0
    Adorocinema
    4,0
    Ver sessões

    O AdoroCinema está concorrendo mais uma vez ao Prêmio iBest, a mais importante premiação da internet, na categoria Cinema, TV e Streaming e gostaria de contar com o seu voto. Então, clique aqui para votar na gente e nos seus favoritos em diversas categorias!

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top