Minha conta
    Doutor Estranho: Kevin Feige assume embranquecimento de personagem e se arrepende de escalação para o filme
    Por Caio Garritano — 20 de mai. de 2021 às 16:12

    Tilda Swinton interpretou a anciã no filme da Marvel, apesar de originalmente o personagem ser um homem asiático.

    Em 2016, quando Doutor Estranho foi lançado, o filme gerou muitas polêmicas relacionadas a escalação da atriz Tilda Swinton, uma mulher branca, para o papel de Anciã, que originalmente nos quadrinhos era um homem asiático. Na época, a Marvel defendeu a escolha do elenco, mas parece que Kevin Feige voltou atrás e admitiu que o estúdio poderia ter lidado com essa situação de uma maneira diferente. 

    Relembre casos recentes de embranquecimento em Hollywood

    Antes mesmo do filme estrear nos cinemas, a Casa das Ideias divulgou um comunicado defendendo a escalação da atriz: “A Marvel tem um histórico muito forte de diversidade em sua seleção de filmes e regularmente se afasta de estereótipos e do material de origem para dar vida ao seu UCM. O Ancião é um título que não pertence exclusivamente a um único personagem, mas sim um apelido transmitido ao longo do tempo, e neste filme em particular a personificação será essa. Estamos muito orgulhosos de ter a extremamente talentosa Tilda Swinton retratando esse personagem único e complexo ao lado de nosso elenco ricamente diversificado”. 

    Agora, durante uma entrevista para a Men’s Health, Feige afirmou que poderia ter escalado um ator asiático. “Achamos que estávamos sendo muito inteligentes e inovadores”, contou. “Não queríamos fazer o clichê do homem asiático enrugado, velho e sábio. Mas foi um alerta pensar ‘Bem, espere um minuto, há alguma outra maneira de fazermos isso? Existe algum outro jeito de não cair no clichê e escalar um ator asiático?' E a resposta para isso, claro, é sim”. 

    Marvel: Quais são os próximos filmes nas Fases 4 e 5 do Universo Cinematográfico Marvel?

    Essa prática de escalar atores brancos em papéis de outras etnias é conhecida como Whitewashing e se tornou bastante comum em Hollywood. Alguns dos casos mais emblemáticos incluem desde o blackface de Laurence Olivier para viver Othello em 1965 até Scarlett Johansson em Vigilantes do Amanhã em 2017. 

    Doutor Estranho no Multiverso da Loucura vai ser dirigido por Sam Raimi, que comandou a trilogia original do Homem-Aranha com Tobey Maguire. Juntando-se a ele está Elizabeth Olsen como Feiticeira Escarlate, que teve sua história construída nos eventos de WandaVision. Benedict Wong, Rachel McAdams e Chiwetel Ejiofor reprisam seus papéis como Wong, Christine Palmer e Mordo na sequência, com Xochitl Gomez fazendo sua estréia como o super-herói America Chavez. O filme estreia em 25 de março de 2022.

     
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • João
      É um hipócrita, se o mimimi do pessoal não viesse pra cima dele ele iria deixar quieto, fica dizendo que errou na escalação mas é só pra aliviar a pressão mesmo.
    Mostrar comentários
    Back to Top