Minha conta
    10 cenas polêmicas que foram deletadas dos filmes
    Por Caio Garritano — 24 de fev. de 2021 às 15:17

    Titanic, Esquadrão Suicida e até Zootopia seriam bem diferentes se essas cenas tivessem sido incluídas no corte final.

    Toda produção possui cenas filmadas que acabam não entrando no corte que vai para os cinemas, isso é certo. Algumas delas acabam sendo conhecidas por terem custado milhões e depois terem sido jogadas fora, outras mudariam completamente o longa da maneira que conhecemos, enquanto tem cenas que são consideradas polêmicas demais para serem apresentadas ao público. 

    Pensando nisso, o AdoroCinema preparou uma lista com 10 dessas cenas que deixariam qualquer um de boca aberta nos cinemas. 

    Vingadores - Ultimato: Reveladas seis cenas deletadas do filme

    Esquadrão Suicida

    Recentemente, o diretor David Ayer iniciou a sua campanha para lançar a versão sem cortes do seu filme, assim como Zack Snyder está fazendo com Liga da Justiça. Acontece que, Esquadrão Suicida teve Ayer no comando do início ao fim da produção, diferente de Snyder que teve que abandonar o seu projeto. 

    Se compararmos com os trailers divulgados antes do seu lançamento, Esquadrão Suicida claramente teve muitas cenas deletadas, que inclusive, deixaram o ator Jared Leto, que vai voltar a interpretar o Coringa no Snyder Cut, bastante incomodado. Em entrevistas, o diretor já afirmou que várias cenas da relação do vilão com a Arlequina (Margot Robbie) foram removidas no intuito de mostrar uma relação mais amorosa e menos abusiva entre os dois. 

    Em uma das cenas, vemos os dois começarem uma briga, que termina com ela apontando uma arma contra o rosto dele. O Coringa tenta persuadi-la a abaixar a arma, falando com charme, e então dá um tapa em seu rosto e depois volta a falar com ela carinhosamente.

    Confira as descrições de 22 cenas deletadas de Esquadrão Suicida

    Titanic 

    Lançado em 1977, um dos maiores clássicos da história do cinema também teve algumas cenas excluídas da sua versão final. De acordo com a produção do filme, o material bruto das filmagens, antes de qualquer edição, tinha 36 horas de história! Aliás, mesmo depois das cenas excluídas de Titanic, o filme continuou sendo um dos mais longos, com 3h14 de duração. 

    Em uma das cenas que acontecem logo depois do jantar, vemos Rose (Kate Winslet) quase entrar em um colapso por se sentir presa em meio a tudo que está vivendo. Então, em uma das cenas excluídas de Titanic, a personagem se descabela, rasga seu vestido, quebra alguns objetos que encontra na sua frente e sai correndo em direção à popa do barco, onde planeja pular na água.

    Por que Titanic exagerou tanto nas mentiras?

    IT - A Coisa

    Uma das maiores obras de terror do autor Stephen King foi trabalhada com muito investimento e cuidado pela Warner Bros., quando resolveram adaptá-la para os cinemas. Neste caso, uma das cenas mais polêmicas do livro nem mesmo chegou a ser gravada, ela foi cortada do filme ainda na fase de roteirização. 

    Ainda na fase jovem dos protagonistas, uma das cenas finais da história mostra uma orgia envolvendo o Clube dos Perdedores. Logo após o confronto com Pennywise (Bill Skarsgård), no subterrâneo de Derry, temos Bill (Jaeden Martell), Beverly (Sophia Lillis), Richie (Finn Wolfhard), Ben (Jeremy Ray Taylor), Eddie (Jack Dylan Grazer), Stanley (Wyatt Oleff) e Mike (Chosen Jacobs) buscando uma forma de saírem dos esgotos após derrotarem o vilão. É aí que Beverly diz que a única maneira deles encontram a saída é “se tornando um só”. Ela então faz sexo com cada um dos membros do Clube dos Perdedores e o momento ficou conhecido como a cena da orgia. 

    Zootopia

    Apesar de ser uma animação da Disney, a ideia era que o tom fosse bem mais sombrio do que vimos nos cinemas. De acordo com um documentário do estúdio, Zootopia  teve que passar por várias mudanças durante a sua produção. Em uma cena deletada, os predadores eram tratados com muito menos consideração, forçados a usar coleiras elétricas e levavam uma choques  sempre que sentiam vontade de comer outro animal

    Coadjuvantes que roubam a cena em animações

    A Lenda de Tarzan

    A história do menino que foi criado dentro da selva vem sendo contada desde 1918 nos cinemas. Mesmo com tantas adaptações, só em 2016 tentaram abordar a temática LGBTQI+ na história clássica, e mesmo assim, a cena acabou sendo excluída. Em uma entrevista recente ao The Times, o diretor David Yates revelou que a produção chegou a gravar uma cena com um beijo gay, mas ela acabou sendo retirada do corte final de A Lenda de Tarzan.

    De acordo com a descrição, a cena começa quando Tarzan estava inconsciente e o personagem de Leon Rom (Christoph Waltz) se inclina sobre ele, atraído por seu "aspecto selvagem". Ele afirmou também que a cena chegou a entrar no primeiro corte do filme, mas ao ser exibida para um público de teste as pessoas ficaram bastante intrigadas com a cena.

    Halloween

    Dirigido por Rob Zombie, o remake de 2007 do filme Halloween tinha em seu roteiro uma cena bastante pesada, até mesmo para um filme de terror, sanguinário como este. Na época, os produtores tiveram que entrar em uma disputa contra Zombie, que queria manter a cena, mas eles acabaram conseguindo convencê-lo, depois que o filme foi exibido em algumas sessões testes e os espectadores a consideraram desnecessária. 

    Na cena, guardas de um asilo levavam uma paciente para a cela em que Michael Myers (Tyler Maneestá e a agrediram sexualmente na frente dele. O personagem não reage até que os funcionários tocam em sua máscara, o que o leva a matá-los e escapar.

    Convenção das Bruxas e outros filmes de Halloween que ganharam reboots

    Beleza Americana

    Neste clássico dos anos 2000, vemos Lester Burham (Kevin Spacey) não aguentar mais o seu emprego e se sentir impotente perante sua vida. Casado com Carolyn (Annette Bening) e pai da "aborrecente" Jane (Tora Birch), o melhor momento de seu dia é quando se masturba no chuveiro. Ao conhecer Angela Hayes (Mena Suvari), amiga de Jane, ele fica encantado com sua beleza e disposto a dar a volta por cima, Lester pede demissão e começa a reconstruir sua vida, com a ajuda de seu vizinho Ricky (Wes Bentley).

    Como vimos nos cinemas, o personagem de Spacey, é morto pelo coronel Fitts depois de Burnham recusar a investida gay do vizinho. Porém, no script original a filha de Lester, Jane, e seu namorado, Ricky, são condenados pelo crime. Como evidência, foi usado um vídeo em que Ricky e Jane falam em matar Lester.

    Forrest Gump 

    Tom Hanks chegou a ganhar um Oscar em 1994 por sua brilhante atuação em Forrest Gump. Neste clássico, um rapaz com QI abaixo da média e boas intenções consegue participar de momentos cruciais da história dos Estados Unidos, como a Guerra do Vietnã e Watergate, mas continua pensando no seu amor de infância, Jenny Curran.

    Na cena do protesto em Washington, os microfones são desligados e não é possível ouvir sua fala. Mas, de acordo com o próprio Tom Hanks, Forrest disse: "Às vezes, quando as pessoas vão ao Vietnã, elas voltam para casa de suas mães sem nenhuma perna. Às vezes, eles não voltam para casa. Isso é uma coisa ruim. Isso é tudo o que tenho a dizer".

    10 filmes tão ruins, mas tão ruins que viraram clássicos cults

    Pânico 

    No filme dirigido por Wes Craven, algumas cenas tiveram de ser deletadas por serem perturbadoras demais! Em 1996, a Motion Picture Association América, sistema de classificação de filmes, pediu que o diretor cortasse a cena inicial de Casey, interpretada por Drew Barrymore, sendo perseguida pelo assassino Ghostface, mas ele não permitiu a censura.

    Porém, a cena em que Steve Orth (Kevin Patrick Walls), namorado de Casey, é assassinado no jardim sofreu algumas alterações e cortes já que era brutal demais. Pânico sofreu ainda com mais alterações, incluindo a cena em que dois jovens se esfaqueiam na cozinha. “Quase todo o terceiro ato do filme teve que ser alterado”, disse o diretor anos mais tarde.

    Rambo: Programado para matar

    Apesar de não ser considerada tão polêmica como outras que já citamos anteriormente, uma cena deletada do longa protagonizado por Sylvester Stallone poderia ter dado fim à franquia. De acordo com o final original, baseado no livro de David Morrell, Rambo aparece conversando com o coronel Samuel Trautman. Após Trautman se recusar a atirar nele, Rambo dispara a arma contra seu próprio peito e morre.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top