Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Festa no Céu, Na Quebrada e O Juiz são as maiores estreias da semana
    Por João Vitor Figueira — 16 de out. de 2014 às 09:00

    À Queima Roupa, vencedor do prêmio de melhor documentário no Festival do Rio, também chega aos cinemas nesta quinta-feira.

    A animação Festa no Céu é a maior estreia desta quinta-feira (16). Com visual inspirado nas festividades do Dia dos Mortos no México, o filme acompanha a jornada de Manolo, um homem dividido entre a pressão que sua família faz para que ele seja toureiro e sua vocação para a música. Ele é apaixonado pela bela Maria, que também cobiçada pelo militar Joaquim. Entretanto, quando Manolo morre, ele inicia uma jornada por três diferentes mundos - o dos Vivos, o dos Esquecidos e o dos Lembrados -  para reencontrar sua amada. Com direção de Jorge R. Gutierrez e produção de Guillermo del Toro, o longa estreia em 566 salas, sendo 377 com exibição em 3D.

    O segundo maior lançamento é o drama nacional baseado em histórias reais Na Quebrada. O filme de Fernando Grostein Andrade se passa na periferia da cidade de São Paulo e acompanha a história de jovens rodeados de pobreza e violência que têm em comum o interesse por cinema. Estreia em 213 salas.

    Depois de sessões no Festival de Toronto e no Festival do Rio, estreia no circuito nacional o filme O Juiz, que traz Robert Downey Jr. e Robert Duvall no elenco. O astro de Homem de Ferro vive um desenvolto advogado que terá de deixar de lado a mágoas que nutre por seu pai (Duvall) para defendê-lo nos tribunais quando ele, que costumava trabalhar como um respeitado juiz, é acusado de matar um desafeto. O drama abre em 172 salas.

    O filme de ação Fúria, estrelado por Nicolas Cage, abre em 166 salas. O astro de Cidade dos Anjos interpreta um ex-criminoso que decide pegar em armas mais uma vez para resgatar sua filha das mãos de mafiosos russos.

    As demais estreias, em circuito restrito, são o documentário Meninos da Vila - A Magia dos Santos, sobre a tradição do clube paulista de revelar grandes craques do futebol; o documentário À Queima Roupa, que aborda a violência policial no Rio de Janeiro e foi premiado no Festival do Rio 2014; e o filme de drama, ação e suspense Sobrevivente Urbano, que acompanha um homem perseguido pela polícia e pelos bandidos por estar no lugar errado na hora errada.

    Para informações sobre os horários das sessões, acesse nosso guia de programação.

    Confira abaixo os trailerscríticas e a opinião da imprensa:

    Festa no Céu: "Feito por quem entende, a produção acerta em explorar os ritos referentes à celebração folclórica do dia dos mortos, evento tão tradicional quanto festivo para a cultura mexicana. Ganha pontos, de cara, por entregar um assunto tão original – e, em princípio, espinhoso – ao público infantil." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    Na Quebrada: "No fim das contas, Na Quebrada é um filme bem intencionado que não consegue se desvencilhar do bom mocismo ao retratar seus personagens principais. Há nele vários tópicos interessantes, até mesmo para debate, mas a necessidade de sempre transmitir uma mensagem de apoio incomoda bastante." Leia a crítica completa.

    O Juiz: "Justiça seja feita: Downey Jr. está ótimo no papel de Downey Jr. Há situações/ piadas bem engraçadas. Mas o choro induzido acaba com a chance de um veredito favorável." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    Fúria: "A narração da versão brasileira do trailer de Fúria Sobre Rodas (2011), outro filme estrelado por Nicolas Cage, que mais parece um anúncio da Tela Quente, com alguma variação, pode se aplicar a praticamente todo longa-metragem com o ator na última década." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    Meninos da Vila - A Magia dos Santos:

    À Queima Roupa: "Por mais que siga um formato tradicional de documentário, calcado em entrevistas e imagens antigas, À Queima Roupa brilha pela força do tema e o impacto com o qual é apresentado. Trata-se de um retrato contundente sobre o método de atuação da polícia carioca e suas consequências, seja para os envolvidos nos crimes ou para os que lidam com ela. Após assisti-lo,  fica bem claro o porquê de existir tamanho abismo entre a polícia e a população que deveria ser protegida por ela." Leia a crítica completa.

    Sobrevivente Urbano:

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top