Minha conta
    Elenco de Jurassic Park se irritou com campanha de divulgação da Universal: "Não era totalmente verdade"
    Lucas Leone
    Lucas Leone
    -Redator | Crítico
    Lucas só continua nesta dimensão porque Hogwarts ainda não aceita alunos brasileiros. Ele até tentou ir para Westeros ou o Condado, mas perdeu a hora do Expresso do Oriente. Hoje, pode ser visto escrevendo no Central Perk mais próximo.

    O ator Sam Neill revelou que o estúdio “desmereceu” ele e seus colegas para provar que Steven Spielberg podia fazer sucesso sem grandes estrelas.

    Jurassic Park chegou às telonas do mundo inteiro em 1993. Ninguém poderia imaginar que o filme estrelado por Sam Neill, Laura Dern e Jeff Goldblum se tornaria uma referência no gênero ficção científica – nem mesmo o diretor, Steven Spielberg, que já havia comandado sucessos como Tubarão (1975), E.T. - O Extraterrestre (1982) e três filmes da franquia Indiana Jones. Fato é que a obra entrou para a história do cinema, ganhando uma sequência em 1997 e outra em 2001, além do spin-off Jurassic World.

    No entanto, na época do lançamento, o elenco ficou bastante incomodado com a estratégia de marketing adotada pela Universal Pictures. Foi o próprio Neill quem fez essa revelação nas páginas de “Did I Ever Tell You This?”, seu recém-publicado livro de memórias. Hoje com 75 anos, o ator conta que, desde que foi escalado para o papel do paleontólogo Alan Grant, se viu “atormentado pelas inseguranças de sempre”.

    “Por que eu? Eu não sou nenhum herói de ação. É simplesmente absurda a ideia de me comparar a Sylvester Stallone ou Arnold Schwarzenegger. Eu sou o cara mais comum do mundo. Eu já tinha uns 45 anos, então, se eu devesse mesmo ser um herói de ação, eu estava uns 10 ou 15 anos atrasado.”

    Universal Pictures
    Richard Attenborough, Laura Dern e Sam Neill em cena de Jurassic Park.

    A “síndrome do impostor” aumentou durante a promoção do longa, uma vez que a Universal estava determinada a provar que Spielberg podia fazer um grande sucesso de bilheteria sem “estrelas do cinema”. Tanto é que o estúdio não colocou os protagonistas no cartaz oficial, preferindo mostrar só o título acompanhado de um esqueleto de Tiranossauro Rex.

    “Isso nos irritou um pouco”, escreve Neill. “Como atores, não queríamos ser lembrados que não éramos ‘estrelas do cinema’. Além disso, eles ignoraram que alguns colegas já tinham carreiras bem estabelecidas e respeitadas, como Laura, Jeff e Dicky.” Este último é, na verdade, Richard Attenborough, que deu vida ao proprietário do parque pré-histórico, John Hammond.

    “Sabemos hoje que Harrison Ford recusou o papel que interpretei, então não era totalmente verdade que eles queriam fazer um sucesso sem ‘estrelas de cinema’”, dispara Neill. “Apesar de tudo, estávamos todos encantados de trabalhar com Spielberg. Era um projeto absolutamente inovador, como se viu.”

    "Acha que podemos morrer hoje?": Elenco de Jurassic Park viveu momentos de terror durante filmagens

    Jurassic Park teve um orçamento de US$ 63 milhões, e mais US$ 65 milhões foram gastos pela Universal na campanha de divulgação. Foram firmados acordos com 100 empresas para comercializar 1.000 produtos temáticos, que incluíam videogames, uma linha de brinquedos, lanches do McDonald's e até uma adaptação em livro voltada para crianças pequenas.

    Ainda que contrariando as expectativas do elenco, o investimento deu mais do que certo. Somente nos Estados Unidos o filme faturou mais de US$ 402 milhões, ao passo que mundo afora arrecadou mais de US$ 643 milhões. Somadas as bilheterias domésticas e internacionais, chega-se a mais de US$ 1.046 bilhão.

    Jurassic Park - Parque dos Dinossauros
    Jurassic Park - Parque dos Dinossauros
    Data de lançamento 13 de junho de 1993 | 2h 02min
    Criador(es): Steven Spielberg
    Com Sam Neill, Laura Dern, Jeff Goldblum
    Imprensa
    5,0
    Usuários
    4,6
    Assista agora
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top