Meu AdoroCinema
    Réquiem para um Sonho
    Média
    4,5
    1003 notas e 73 críticas
    distribuição de 73 críticas por nota
    28 críticas
    34 críticas
    3 críticas
    6 críticas
    1 crítica
    1 crítica
    Você assistiu Réquiem para um Sonho ?

    73 críticas do leitor

    Hell C
    Hell C

    Segui-los 2 seguidores Ler as 99 críticas deles

    4,0
    Enviada em 8 de novembro de 2019
    Chocante, visceral, mostra a degradação do ser humano e até onde o mesmo pode ir por um sonho, vale a pena a conferida.
    Alessandro V
    Alessandro V

    Segui-los 2 seguidores Ler as 12 críticas deles

    4,0
    Enviada em 22 de outubro de 2019
    Darren Aronofsky entrou na lista dos grandes cineastas com esse filme, ele logo de cara retrata, a profundiade com que a droga pode usurpar a vida das pessoas, numa época em que existem tanto filmes que banalizam o uso de drogas, finalmente um que assusta, é verdadeiro e por assim dizer um filme triste.
    Por ser triste não deixa de ser indispensável aos cinéfilos, o filme é de uma profundidade contumaz.
    O filme não é bom assistir sozinho, com um grupo de amigos que estejam afim de debater sobre o filme fica melhor ainda.
    Carolin@
    Carolin@

    Segui-los Ler as 8 críticas deles

    4,0
    Enviada em 17 de outubro de 2019
    Apesar de ser um FILME MUITO BOM, onde só se mostra verdades do que pode acontecer num mundo de vícios e até num mundo de vícios com receita médica É UM FILME QUE EU NUNCA VERIA NOVAMENTE. UM FILME QUE NO FINAL ME DEU NOJO. E é um filme extremamente parado.
    Nathan S
    Nathan S

    Segui-los 29 seguidores Ler as 33 críticas deles

    4,0
    Enviada em 28 de agosto de 2019
    Requiem Para Um Sonho não é para todos. É um filme pesado, ácido, perturbador. DarrenAonofsky nos entrega uma obra prima sombria e frenética sobre os vícios, os sonhos, as relações interpessoais e os dramas que cada pessoa carrega, como um ciclo vicioso e interligado.
    Talvez a maior mensagem do filme seja que não podemos criticar um usuário de drogas ilícitas, pois todos nós estamos envoltos em um universo de alucinógenos e químicos depreciativos, a grande diferença é que alguns deles são aceitos e "vem-vindos pela sociedade, porem seu estrago não deixa de ser igualmente existente.
    Jared Leto, Jennifer Connely e Ellen Burstyn nos entregam uma performance assustadora e perfeita. Marlon Wayans surpreende ao sair da zona de "comédia pastelão barata". Aronofsky mergulha de cabeça em um universo delicado e assustador - o universo das drogas e das dependências - um assunto mais que atual principalmente no ciclo de amizades do diretor - provavelmente.
    Assistir Requiem For A Dream é um desafio nojento, porem necessário. A lição de vida é o que fica, as performances do elenco dificilmente serão esquecidas, a história, trilha sonora e roteiro são obras primas à parte. Prepare-se para explodir a sua mente!!!
    Ramon C
    Ramon C

    Segui-los Ler as 6 críticas deles

    5,0
    Enviada em 7 de agosto de 2019
    Acesse meu Facebook pra ler mais críticas.
    www.facebook.com/problematizador
    Darren Aronofsky nos apresenta seu segundo trabalho, mas um dos mais audaciosos até agora. A obra é extremamente realista, ela toca na mais dolorosa ferida de todas as pessoas sob a ótica de uma sociedade pós-moderna de relações sociais líquidas: o vício. Para o cineasta, TUDO que nos faz perder a razão e induz nosso comportamento a atitudes obsessivas, ao mesmo tempo em que nos faz flertar com o caos e a loucura, é vício. É engano nosso achar que o vício está apenas nas drogas, ele está no nosso dia-a-dia, nos nossos próprios padrões, nas nossas próprias concepções, dentro do nosso interior.
    A procura pelo prazer, pelo destaque, pelo propósito existencial só aumenta ainda mais nossa insanidade frente a tantas ações viciantes. Mas o descaso provocado pela sociedade, só torna o delírio ainda mais rotineiro.
    A desmoralização, o abandono, o infortúnio, o desgaste físico e psicológico. Todos são os inevitáveis desprazeres que formam um inverno sentimental para os que não se livram de seus piores vícios. Para Aronofsky, é lutar ou sofrer. Nenhum entorpecente é capaz de provocar uma evasão da realidade que afaste essas angustiantes consequências.
    _Requiem para um sonho_ é aterrorizante, gritante, intimidador. Não deixando de ser excepcionalmente esplêndido.
    anônimo
    Um visitante
    5,0
    Enviada em 17 de julho de 2019
    Ano 2000, o então jovem e desconhecido realizador Darren Aronofsky surpreende todos com um drama visceral chocante que pôs o dedo nas mais variados mazelas sociais americanas e não tirou. Como já era de se esperar do diretor, este filme que o colocou no mapa(e que é, na minha opinião, o seu melhor até hoje) não é para todos os gostos, aliás, prepare-se bem antes de vê-lo, porque algumas partes podem ser incomodas demais para alguns. Réquiem para um Sonho é uma viagem perturbadora pela mente de quatro personagens com vidas absolutamente trágicas, já destinados à indignidade. É um filme que fala sobre o potencial destrutivo de diferentes tipos de vício, como todos eles são fundamentados em nossas inseguranças, e nossa incapacidade em reconhecê-los. Também é um filme que fala sobre como as estruturas sociais, o sistema, é em si viciado, feito para penalizar os que menos tem, os que menos podem, não resolvendo seus problemas, mas os tratando com truculência ou suavidade excessivas, assim, agravando-os. Poderia discorrer sobre todos os significados do filme por milhares de caracteres, mas seria uma injustiça esquecer de mencionar as atuações fantásticas de basicamente todo o elenco e a edição brilhante. Ellen Burstyn em uma atuação devastadora, uma das melhores que já vi, ela captura a essência de sua personagem de uma forma realmente tocante. Jared Leto também não fica muito atrás, encorporando o espírito problemático de Harry com muita verdade. Jennifer Connelly claro excelente como sempre. E até Marlon Wayans entrega uma interpretação intensa. Enfim, Réquiem é um drama psicológico de se tirar o chapel, poucos filmes dão seu recado de forma tão incisiva, inteligente, e original quanto este.
    Crismika
    Crismika

    Segui-los 441 seguidores Ler as 391 críticas deles

    4,5
    Enviada em 10 de julho de 2019
    Réquiem para um sonho, um filme perturbador do fantástico diretor Darren Aronofsky. O filme começa de forma normal, com os personagens em suas vidinhas, mas é o tipo que filme que vai mexendo com o expectador com o passar de cada minuto, culminando com a nossa consciência, fazendo pensar e repensar cada passo de nossas vidas. Destaque para a personagem que faz a mãe, viciada em anfetaminas, que brilha em sua interpretação. Imperdível, mas preparem-se que esse é o tipo de filme que mexe com a gente, fazendo a gente ficar pensando sobre o acontecido.
    Gustavo T. Almeida
    Gustavo T. Almeida

    Segui-los 8 seguidores Ler as 7 críticas deles

    5,0
    Enviada em 6 de julho de 2019
    Um filme realista e melancólico, nos faz refletir sobre os males do consumo incontrolável de drogas, tanto as ilegais quanto as "legais", e a prisão na qual o vício coloca o ser humano. Direção, roteiro e atuações espetaculares. Entrou pra lista dos meus favoritos.
    anderson j
    anderson j

    Segui-los 182 seguidores Ler as 222 críticas deles

    4,0
    Enviada em 4 de março de 2019
    Filme extremamente difícil e pessimista, dirigido com muita maestria, com uma edição e montagem incrível, sem contar na trilha sonora que é um marco. Em momento algum Requiem for a dream te dá esperanças que seus personagens vão ter um final feliz, fato. Eu só não esperava que o filme fosse dar a esses personagens destinos tão desgraçados e sofríveis. É impossível, ao término do filme, ficar com qualquer tipo ânimo, pelo contrário, o filme deprime e deixa uma mensagem : " A VIDA MATA O SONHO! ". É uma experiência devastadora e impactante sobre o mundo das drogas e dos vícios e claro, suas consequências. As atuações deste filme são impecáveis, roteiro e direção perfeito . Não é o tipo de filme que você quer rever com frequência, por ser um filme que te põe pra baixo mesmo. Mas é uma obra poderosa e como experiência é inesquecível.
    Carlos Henrique S.
    Carlos Henrique S.

    Segui-los 7454 seguidores Ler as 799 críticas deles

    4,0
    Enviada em 19 de dezembro de 2018
    Darren Aronofsky já demonstrava seu talento para a direção de cinema e nos passa uma história triste ,angustiante e ao mesmo tempo realista sobre o uso das drogas.O filme aborda como tema principal o consumo das drogas e os estragos que elas fazem na vida de uma pessoa,e isso o diretor soube traduzir de uma forma crua e que te faz refletir,uma coisa que conta bastante é o elenco que tem atuações perfeitas,ele também faz o filme com mais de 2.000 cortes. Jared Leto, Ellen Burstyn e Jennifer Connelly destroem na atuação,a Ellen que acaba se viciando em medicamentos tem um desenvolvimento muito bom que passa muita ansiedade ao ponto de ela chegar ao ápice mental e ela tem visões que lembram bastante ao filme Cisne Negro,Jared está sensacional,ele é um jovem apaixonado pela namorada e que que apenas viver em paz,mas sempre as drogas são empecilhos e a Jennifer tem uma das melhores interpretações da vida.O roteiro é muito bom ele sabe desenvolver os personagens muito bem e faz um desfecho que é uma tristeza muito grande que mexe com você,até porque as atuações são tão boas que você torce por todos.Filme de grande qualidade que aborda as drogas de forma assustadora e conta com grandes atuações.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top