Minha conta
    She-Hulk: Tatiana Maslany usa “poderes” para apoiar comunidade trans e cita detalhe que poucos perceberam em teaser
    13 de ago. de 2022 às 12:58
    Diego Souza Carlos
    Apaixonado por cultura pop, latinidades e karê, Diego ama as surpresas de Jordan Peele, Guillermo del Toro e Anna Muylaert. Entusiasta do MCU, se aventura em estudar e falar sobre cinema, TV e games.

    A última série da Marvel em 2022 chega ao catálogo do Disney+ em 18 de agosto.

    Na próxima quinta-feira, 18 de agosto, o Disney+ vai apresentar a Gigante Esmeralda mais brava da Marvel, depois do Hulk, claro. Jennifer Walters chega ao MCU interpretada por Tatiana Maslany, conhecida por seus inúmeros e elogiados papéis em Orphan Black.

    A última série do estúdio neste ano apresentará a rotina da prima de Bruce Banner (Mark Ruffalo) ser alterada após um acidente de carro em que ela recebe uma transfusão de sangue do monstrão verde para sobreviver.

    She-Hulk: Tatiana Maslany se manifesta sobre polêmicas da Marvel com artistas de efeitos visuais

    Com a proximidade da estreia de Mulher-Hulk: Defensora de Heróis, a Marvel tem liberado diversos materiais de divulgação nas redes sociais. Um deles chamou a atenção do público ao ver a atriz vestida com uma camiseta com os seguintes dizeres: Support trans futures. Em recente entrevista ao LA Times, Tatiana abordou o tema.


    “Estou ciente do alcance de imagens como essa e estou ciente de que houve projetos de lei aprovados na Flórida aos quais a Disney está conectada em termos de fornecer dinheiro a [políticos que aprovaram] projetos de lei anti-LGBTQ ”, disse a atriz em referência ao projeto “Don’t Say Gay” .

    Ela continua: “Eu sei o quão pouco me custa fazer algo assim. Sou incrivelmente privilegiada e muito afortunada por ter a plataforma que tenho. E eu apoio muito as pessoas que estão lutando no terreno pelos direitos LGBTQIAP+. Essa comunidade significa muito para mim e se houver alguma maneira de continuar a expressar meu apoio, eu farei isso”.

    Anteriormente, Tatiana já havia citado inspiração em uma artista trans para a construção de Mulher-Hulk. Ela enaltece Sophie, uma cantora, produtora e DJ escocesa que faleceu no ano passado.

    QUAL É A HISTÓRIA DE SHE-HULK?

    A série acompanha Jennifer Walters (Maslany), uma advogada bem-sucedida que vive uma vida comum e tranquila até sofrer um grave acidente. Para se recuperar, ela recebe uma transfusão de sangue de seu primo, o cientista e super-herói Bruce Banner (Ruffalo). Mas nesse procedimento, ele acaba transferindo também o DNA do Hulk para ela. A partir disso, sua vida muda completamente enquanto ela se transforma na versão feminina da criatura verde.

    She-Hulk: Série vai introduzir diversos personagens das HQs no MCU, revela roteirista

    Agora, a advogada precisa aprender a controlar seus novos e intensos poderes e, mesmo contra sua vontade, se torna uma heroína com muita visibilidade. Além das novas habilidades, Jennifer também recebe uma inesperada promoção no trabalho: ela é encarregada de comandar a divisão de leis super-humanas e seu escritório utiliza sua nova fama como Mulher-Hulk para ganhar status. Enquanto se adapta a sua nova condição, será obrigada a enfrentar vilões como Abominação (Tim Roth) e Titânia (Jameela Jamil).

    Com episódios semanais, She-Hulk chega ao catálogo do Disney+ em 18 de agosto.

    Mulher-Hulk: Defensora de Heróis
    Mulher-Hulk: Defensora de Heróis
    Data de lançamento 17 de agosto de 2022 | min
    Séries : Mulher-Hulk: Defensora de Heróis
    Com Tatiana Maslany, Ginger Gonzaga, Mark Ruffalo, Tim Roth, Josh Segarra
    Usuários
    2,0
    Assista agora em Disney +
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top