Minha conta
    House of the Dragon: Spin-off de Game of Thrones vai trazer dragões como deuses
    Por Lucas Leone — 12 de ago. de 2022 às 23:00

    Ambientada dois séculos antes da original, a nova série da HBO vai dar um lugar especial para as criaturas ligadas à Casa Targaryen.

    O fenômeno Game of Thrones chegou ao fim em 2019, e George R.R. Martin ainda nem terminou de escrever o sexto volume de “As Crônicas de Gelo e Fogo”, mas a HBO Max já está a poucos dias de lançar o spin-off House of the Dragon (ou A Casa do Dragão). Baseada no livro “Fogo & Sangue”, publicado por Martin em 2018, a nova série se passa 200 anos antes dos eventos vistos na obra original. E dessa vez os dragões não serão apenas três, tampouco meras criaturas que voam e cospem fogo.

    Em entrevista à SFX Magazine, um dos showrunners da prequela, Ryan Condal, admitiu que os bichanos serão encarados como deuses. Ainda que no domínio Targaryen existissem mais espécimes do que durante a cruzada de Daenerys, os dragões já estavam em risco de extinção – daí o fato de serem quase uma presença sobrenatural.

    “Eu não acho que os dragões são dados como algo garantido, porque são um recurso bastante raro naquela época", explicou Condal, que divide o cargo com Miguel Sapochnik. "No auge da dinastia dos dragões, acho que havia 17 adultos – eu contei, acredite. Isso é muito, mas se você tivesse uma espécie na Terra da qual restassem apenas 17, ela estaria tão criticamente ameaçada que você nem seria capaz de olhar para eles."

    A Casa do Dragão: Muitas cenas de sexo foram gravadas no spin-off de Game of Thrones, revela ator

    “Eles certamente existem e são onipresentes no sentido de que são enormes, mas são muito especiais e reverenciados como deuses", continuou Condal. "Eles são celebridades e até mais famosos e adorados do que muitos dos Targaryen que os montam", completou.

    Na San Diego Comic-Con 2022, Condal já havia anunciado que o derivado terá mais dragões do que Game of Thrones. Prova disso é que eles criaram algumas criaturas que o público sequer verá na 1ª temporada. "Queríamos diferenciá-los na aparência e na personalidade", contou o cocriador na ocasião, dando a entender que não economizaram nos efeitos especiais.

    Um dos dragões do seriado foi, inclusive, apresentado ao público em um cartaz promocional. Como é possível ver abaixo, atrás da jovem princesa Rhaenyra Targaryen (Milly Alcock) está Syrax, uma dragão fêmea de escamas amarelas e batizada com o nome de um antigo deus da Cidade Franca de Valíria. Com apenas sete anos de idade, Rhaenyra se tornou a “dona” dessa majestosa criatura.

    Interpretada por Emma D’Arcy em sua versão adulta, a princesa é filha do rei Viserys I Targaryen (Paddy Considine) e Aemma Arryn, que falece ao dar à luz seu segundo filho (também morto). Viserys então se casou com Alicent Hightower (Olivia Cooke), filha de Otto Hightower (Rhys Ifans), a Mão do Rei. Ela foi criada na Fortaleza Vermelha e é considerada uma das mulheres mais bonitas dos Sete Reinos.

    Juntos, eles têm quatro filhos: Aegon II Targaryen (Tom Glynn-Carney), Helaena Targaryen (Phia Saban), Aemond Targaryen (Ewan Mitchell) e Daeron Targaryen. Mas o verdadeiro foco da história está na guerra civil que ficou conhecida como "A Dança dos Dragões".

    A Casa do Dragão é melhor que Game of Thrones? Primeiro episódio do spin-off deixa crítica chocada

    Trata-se da disputa pelo trono, em que Rhaenyra precisa enfrentar o príncipe Daemon Targaryen (Matt Smith), irmão mais novo de Viserys e, portanto, seu tio. Ao mesmo tempo, Alicent arma para colocar seu filho, Aegon II, no assento mais poderoso de Westeros. Quem será que leva a melhor?

    House of the Dragon estreia no dia 21 de agosto, tanto no canal da HBO quanto no catálogo da HBO Max.

    House of the Dragon
    House of the Dragon
    Data de lançamento 21 de agosto de 2022 | min
    Séries : House of the Dragon
    Com Paddy Considine, Matt Smith (XI), Emma D'Arcy, Rhys Ifans, Olivia Cooke
    Usuários
    4,2
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top