Meu AdoroCinema
    DOM: Entre homenagens a Cidade de Deus e Tropa de Elite, confira 5 curiosidades sobre a série do Prime Video
    Por Lucas Leone — 9 de jun. de 2021 às 18:01

    Os atores Gabriel Leone e Flavio Tolezani estrelam o mais novo drama policial de Breno Silveira, já disponível no serviço de streaming.

    DOM chegou ao Amazon Prime Video na última sexta, trazendo para as telas a história real e eletrizante de Pedro Dom (Gabriel Leone), um jovem da classe média carioca que liderou um bando criminoso focado em assaltar residências de luxo no Rio do início dos anos 2000. Com muitas sequências de ação – desde perseguição policial até tiroteio no fundo do mar –, a série acompanha o vício de Pedro em cocaína e mostra como isso arruinou sua família, sobretudo a relação com seu pai, o policial Victor Dantas (Flavio Tolezani).

    Se você ficou curioso para saber como algumas dessas cenas foram rodadas ou quais easter-eggs existem na série, não se preocupe: nós, do AdoroCinema, também ficamos e separamos 5 curiosidades sobre DOM no Amazon Prime Video.

    DOM: Elenco revela bastidores eletrizantes das cenas de ação que marcam nova série do Amazon Prime Video (Entrevista)
    DOM TEM HOMENAGEM A TROPA DE ELITE
    Amazon Prime Video

    A sequência de abertura de DOM é embalada pelo icônico funk "Rap das Armas", da dupla carioca MC Júnior & MC Leonardo. Quem não se lembra da letra "Morro do Dendê é ruim de invadir, nós com os alemão vamos se divertir"? Originalmente composta em 1995, a música fez muito sucesso nas paradas da época e chegou a aparecer nas cenas iniciais daquele que se tornaria um grande clássico do cinema nacional – Tropa de Elite.

    DOM: Tudo o que sabemos sobre a nova série brasileira do Amazon Prime Video
    VOCÊ RECONHECE ESTA FRASE DE CIDADE DE DEUS?
    Amazon Prime Video

    As referências na nova série do Prime Video não param por aí. No final do 2º episódio, Pedro Dom profere a seguinte frase: "Loirinho é o caralho! É Pedro Dom." Você já ouviu algo bem parecido antes, não? O personagem de Gabriel Leone cita ninguém menos que o Zé Pequeno do filme Cidade de Deus, conhecido por sua fala "Dadinho é o caralho, meu nome agora é Zé Pequeno, porra!"

    FAVELAS DO RIO FORAM RECRIADAS PARA A SÉRIE
    Amazon Prime Video

    Como DOM transita entre três épocas diferentes (Victor nos anos 70, Pedro nos anos 90 e no início dos anos 2000), a direção de arte precisou recriar em locações reais duas comunidades famosas do Rio de Janeiro – a favela Santa Marta e o Morro dos Tabajaras. A primeira para a linha narrativa do pai quando jovem, que se infiltrou lá para ajudar a polícia a derrubar uma facção de traficantes. A segunda para a trama do filho, que passou boa parte da vida no Morro dos Tabajaras, em Copacabana. 

    A equipe liderada por Claudio Amaral Peixoto fez sua reconstituição em duas favelas menores da zona sul carioca. A Santa Marta de 1970, com barracões de madeira, foi transportada para a Tavares Pinto, no bairro do Catete. Já o Morro dos Tabajaras ganhou uma representação mais típica da virada do século, só que dessa vez no Morro Azul, no Flamengo.

    CAMPEÃO BRASILEIRO ORIENTOU CENAS DE MERGULHO
    Amazon Prime Video

    Na década de 70, o Victor de Filipe Bragança, é um jovem mergulhador que descobre um corpo no fundo do mar e acaba se tornando uma espécie de agente secreto da polícia. Ele usa suas habilidades para rastrear carregamentos de droga nas profundezas do oceano – o que significa que a série tem muitas passagens embaixo d'água.

    Para isso, Filipe contou com o reforço especial de Francisco Loffredi, pescador carioca e campeão mundial de caça submarina. O atleta ficou responsável por coordenar, executar e produzir as sequências subaquáticas de DOM. "A partir do momento que eu soube que eu precisaria mergulhar em grandes profundidades, eu quis fazer tudo. Eu não queria dublê, até porque é uma experiência interessante. E agora eu sei mergulhar", conta o ator no X-Ray do Prime Video.

    Lançamentos do Amazon Prime Video em junho de 2021
    EQUIPE GRAVOU NO URUGUAI POR CAUSA DE UM AVIÃO
    Amazon Prime Video

    Já em sua fase mais velha, o Victor de Tolezani ainda faz missões para o serviço de inteligência policial, agora investigando um esquema de tráfico envolvendo figuras poderosas. Uma de suas cenas era uma apreensão de drogas em um avião militar gigantesco, conhecido como Buffalo. O diretor Breno Silveira explica que o exército brasileiro não tinha a aeronave e que, procurando pela América Latina, conseguiu encontrá-la no Uruguai. Ele não pensou duas vezes e deslocou uma parte da equipe só para filmar esse avião cheio de cocaína.

    BÔNUS: O QUE O ELENCO CHEIRA NO LUGAR DE COCAÍNA?
    Amazon Prime Video

    Em meio a tantos momentos de ação e drama familiar, a série não mede esforços para retratar a questão do vício em drogas e os efeitos destrutivos que podem gerar no corpo – e na mente – do dependente químico. Para simular o consumo de cocaína, o elenco usou nada mais, nada menos que soro fisiológico em pó. Tudo aquilo que aparece em cena não passa, portanto, de água misturada com sal.

    DOM está disponível no catálogo do Amazon Prime Video, lembrando que novos assinantes ganham 30 dias grátis para testar todo o conteúdo da plataforma.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top