Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    A Vida Depois do Tombo: 5 momentos polêmicos no documentário de Karol Conká
    Por Kalel Adolfo — 30 de abr. de 2021 às 21:32

    Disponível no Globoplay, A Vida Depois do Tombo retrata como a rapper Karol Conká lidou com a sua rejeição após sair do Big Brother Brasil 2021.

    A Vida Depois do Tombo — documentário sobre a rapper Karol Conká — já é uma das produções mais polêmicas deste ano. Extremamente criticada por internautas, a obra chegou ao Globoplay nesta quinta-feira (29), com o intuito de humanizar a artista, explicar a sua trajetória e mostrar como ela está lidando com a rejeição que sofreu no Big Brother Brasil.

    Durante quatro episódios, é possível ter uma ideia do que pode ter levado a cantora a cometer tantas atrocidades no programa. Claro, todas as suas ações são injustificáveis. Mesmo assim, o projeto permite que o espectador reflita sobre as diferenças entre cancelar e responsabilizar uma figura pública.

    E claro, assim como a passagem de Conká no reality show, o documentário também tem alguns momentos bem polêmicos. Se você ainda não assistiu, nós separamos as cenas mais importantes. Dá uma conferida:

    Rapper se revolta com produtores após a eliminação do BBB

    Assim que é eliminada, Karol Conká se reúne com assessores e produtores para tentar contornar — e lidar — com a sua rejeição no Big Brother Brasil. É aí que ela descobre que os seus perfis nas redes sociais ficaram paralisados durante a sua estadia no programa. Completamente insatisfeita, ela confronta os membros de sua equipe, afirmando que eles deveriam ter continuado a postar coisas positivas sobre ela para tentar salvar a sua imagem no reality show.

    Um dos produtores rebate, afirmando que o hate estava tão grande, que as novas postagens a faziam perder ainda mais seguidores. Então, a rapper responde que eles não mereciam estar trabalhando com ela, já que não confiavam que ela poderia dar a volta por cima. Pesado, eim?

    5 Filmes polêmicos que nunca mais sairão da sua cabeça

    Paranoia e medo ao sair do confinamento

    Quando descobre que se tornou a participante mais rejeitada na história de todas as edições do Big Brother — nacional e global — Karol teme sofrer retaliações em público. Portanto, ao invés de voltar para São Paulo de avião, ela decide pegar a estrada. Segundo a artista, as pessoas poderiam atacá-la no aeroporto.

    A situação fica tão paranoica, que Conká não para em nenhum lugar — nem mesmo para comer — até chegar em casa. Já na calçada de seu apartamento, ela abraça rapidamente o irmão, com medo de que a vizinhança perceba a sua presença.

    Em outro momento, a rapper entra em uma loja de conveniência, tentando passar despercebida. Mesmo assim, a atendente do caixa a reconhece, mas não trata a cantora mal. Ao invés disso, pede para tirar fotos com a polêmica ex-participante do BBB.

    BBB21: 10 personagens da ficção que ganhariam o reality da Globo

    Participantes se recusam a participar do documentário

    O momento em que Karol está cercada de telões que exibem o seu comportamento bizarro no programa é um dos mais comentados. É aí que os espectadores descobrem que tanto a atriz Carla Diaz quanto o modelo Arcrebiano recusaram participar do documentário. Ambos não comentaram a decisão nas redes sociais, e provavelmente querem distância da artista.

    Big Brother: Personagens do cinema que representam os participantes do BBB

    Lucas Penteado grava um recado para Karol Conká

    Apesar de recusar um encontro presencial com Karol para a gravação do documentário, Lucas Penteado gravou um recado para a ex-sister. Nele, o ator afirma que ela o causou muito mal, mas que não cabe a ele perdoá-la: “Agora está entre você e Deus. Ele é o melhor amigo de todos, e só ele pode te desculpar”, afirma o ex-participante, que desistiu do reality após sofrer abuso psicológico dentro da casa. A rapper apenas chora, dizendo incessantemente que está envergonhada e culpada.

    BBB21: Filmes e séries para te ajudar a superar a saída de Lucas Penteado do reality

    Karol reflete sobre a morte do pai

    No último episódio de A Vida Depois do Tombo, Karol explica que o seu pai era um alcoólatra que faleceu quando ela tinha apenas 14 anos. Apesar de amá-lo, a rapper ficou traumatizada com as inúmeras oscilações de humor que ele apresentava.

    Muitos anos depois, após entrar na casa, o convívio com Lucas a fez lembrar do pai, já que o ator também tinha problemas com álcool. “Ele fazia muitas coisas ruins no dia anterior, e depois acordava falando com todo mundo, como se nada houvesse acontecido. Meu pai fazia muito isso”, explica Conká na produção.

    Segundo a artista, ela acabou descontando traumas e frustrações em uma pessoa que não tinha culpa. Pesado, né?

    Framing Britney Spears: O que está acontecendo na vida polêmica da cantora?

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top