Minha conta
    O filme de ficção científica que ia gerar uma franquia de 7 capítulos, mas foi um fracasso
    Por Bruno Botelho dos Santos — 1 de ago. de 2022 às 15:59

    Eu Sou o Número Quatro (2011) é adaptação de uma popular saga literária, mas não teve sucesso como franquia no cinema.

    O gênero de ficção científica está repleto de adaptações de livros populares e tentativas de franquia que não conseguiram alcançar o sucesso comercial que esperavam. Se tratando de produções caras e complicadas de fazer, ao menor sinal de fracasso, os estúdios podem cancelar os planos por completo. Esse foi o caso de Eu Sou o Número Quatro (2011), que prometia muito, mas foi uma decepção.

    Na história, nove alienígenas fugiram do planeta Lorien, onde eram conhecidos por números, para se esconder na Terra e dos Mogadorians, inimigos que precisam eliminar todos eles – na ordem certa – para que seus poderes especiais não possam ser usados contra eles. A caçada já começou e os números Um, Dois e Três já foram assassinados. O número Quatro vive disfarçado entre os humanos, como John Smith (Alex Pettyfer), ajudado por seu protetor Henri (Timothy Olyphant) na tranquila cidade de Paradise, em Ohio. Enquanto descobre seus novos poderes, Smith conhece a estudante Sarah Hart (Dianna Agron) e se apaixona por ela, colocando em risco a vida de ambos e o futuro de sua raça, porque o inimigo já o localizou. Para sua sorte, a número Seis (Teresa Palmer) também o encontrou e pode ajudar na batalha.

    Por que os planos para a franquia Eu Sou o Número Quatro foram cancelados?

    Em 2011, essa mistura de ficção científica, fantasia e romance chegou aos cinemas pelas mãos de D.J. Caruso, mesmo diretor de Paranóia e xXx: Reativado. Ele foi contratado para adaptar nos cinemas o primeiro livro da saga composta por 7 capítulos. O fenômeno literário teve seguidores em todas as partes do mundo, mas isso não ajudou o filme a atingir os patamares que o estúdio esperava. Isso não quer dizer que Eu Sou o Número Quatro tenha sido um fracasso de bilheteria, pois atingiu 150 milhões de dólares mundialmente, triplicando seu orçamento. Infelizmente, os críticos não o receberam tão bem com comentários principalmente negativos e que fizeram o produtor reconsiderar a continuação da saga. Essa recepção ruim, com o fato de que um número maior de bilheteria era esperado pela populariedade da saga, fizeram com que os planos para futuras sequências fossem cancelados.

    O roteirista Marti Noxon confirmou ao Collider em 2011 que as sequências foram arquivadas por enquanto. Alguns anos depois, o diretor abriu uma porta para a esperança. "Houve algumas conversas nos últimos dois meses sobre tentar fazer algo porque há esse apetite do público por aí [...] Acho que a DreamWorks também vai conseguir, então será interessante. Não sei se estaria envolvido, mas eu sei que eles estão falando sobre isso", afirmou. Porém, em 2021, o ator Alex Pettyfer, que foi protagonista do filme, afirmou que a DreamWorks havia descartado qualquer tentativa de reviver a saga. Inclusive, o fracasso crítico da produção foi tão grande que Pettyfer nunca mais voltou aos holofotes da mesma maneira.  Desta forma, mais de uma década depois do lançamento do fime, parece improvável que alguém resgate essa saga novamente nos cinemas, mas pelo menos ela ainda tem uma legião de fãs torcendo.

    Eu Sou o Número Quatro
    Eu Sou o Número Quatro
    Data de lançamento 15 de abril de 2011 | 1h 51min
    Criador(es): D.J. Caruso
    Com Alex Pettyfer, Timothy Olyphant, Teresa Palmer
    Usuários
    3,8
    Adorocinema
    2,5
    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top