Minha conta
    James Cameron compara as sequências de Avatar com O Senhor dos Anéis: "Tive que escrever os malditos romances para adaptar"
    Por Nathalia Jesus — 5 de jul. de 2022 às 19:26

    Avatar: O Caminho da Água chega aos cinemas brasileiros em 15 de dezembro.

    Quando Avatar foi lançado em 2009, levou apenas três semanas nos cinemas para ganhar a honra de se tornar o filme de maior bilheteria de todos os tempos. Sob a responsabilidade de James Cameron, o filme tem como protagonista os atores Sam WorthingtonZoe Saldana e Sigourney Weaver, entre outros, e nos levou a um planeta chamado Pandora onde, no ano de 2154, os humanos encontraram uma maneira de salvar a Terra.

    Com um orçamento de 237 milhões de dólares, um dos mais caros da história, o filme aproveitou os avanços cinematográficos de que dispunha e foi rodado inteiramente em 3D, sendo este detalhe uma das qualidades mais emblemáticas do filme.

    Em apenas 17 dias, Avatar se tornou o filme mais rápido a atingir mais de US$ 1 bilhão e, poucos dias depois, bateu o recorde como a maior bilheteria de todos os tempos. Após um breve período de tempo em que Vingadores: Ultimato arrebatou o trono dele, Avatar o recuperou em 2021 após seu relançamento na China.

    Porém, mesmo sendo um verdadeiro fenômeno e apesar dos planos de se tornar uma franquia, sua primeira sequência não chegou até 2022, com estreia marcada para 15 de dezembro deste ano.

    Por que Avatar 2 demorou tanto para ser feito?

    A 20th Century Fox anunciou que Avatar se tornaria uma saga cinematográfica em 2013, mas a complexidade do projeto, como foi o caso do primeiro filme — que James Cameron tinha em mente desde 1994 —, vem atrasando-o ao longo dos anos. Agora, não apenas Avatar: O Caminho da Água já é uma realidade, mas Avatar 3 foi filmado consecutivamente e os planos são que Avatar 4 e Avatar 5 também sejam filmados em breve.

    Grandes planos pela frente, sem dúvida, mas James Cameron não foi claro no início e por isso confessou em uma entrevista recente ao Empire: "Eu tive que pensar muito sobre se eu queria fazer outro filme de Avatar, porque nós éramos os perdedores;"

    "Quando você faz algo que tem sido tão transcendente em termos de sucesso, você realmente quer tentar fazer de novo? Há muita pressão sobre isso. Eu pensei sobre isso por dois bons anos antes de finalmente fecharmos o acordo”, reflete o cineasta, lembrando ainda que deixou claro ao estúdio desde o início que tinha algo tão grande quanto O Senhor dos Anéis em mente, com o qual não hesita em traçar comparações ao nível de ambição do projeto.

    O que eu disse à Fox na época foi: 'Eu vou, mas temos que jogar um jogo maior aqui. Eu não quero apenas fazer um filme. Eu disse a eles: 'Imagine que há uma série de romances como O Senhor dos Anéis, e estamos adaptando-os. Em teoria, era ótimo, mas eu tive que criar os malditos romances para adaptar.

    O filme foi, novamente dirigido por Cameron, mas o cineasta deixou em cima da mesa a possibilidade de não continuar a comandar os futuros filmes da saga: "Também tenho outras coisas que estou desenvolvendo que são emocionantes", admitiu ao Empire. "Acho que em algum momento, eventualmente, não sei se depois do terceiro ou do quarto, vou querer passar o bastão para um diretor que confio para assumir, para que eu possa fazer algumas coisas que estou também interessado.”

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top