Minha conta
    Thor 4: Qual será a história de Amor e Trovão? Taika Waititi destrincha segredos do filme
    13 de mai. de 2022 às 13:34
    Diego Souza Carlos
    Apaixonado por cultura pop, latinidades e karê, Diego ama as surpresas de Jordan Peele, Guillermo del Toro e Anna Muylaert. Entusiasta do MCU, se aventura em estudar e falar sobre cinema, TV e games.

    Diretor descreve o projeto como “um filme sobre o amor, com super-heróis e o espaço sideral”.

    Thor: Amor e Trovão será o segundo filme do Universo Cinematográfico da Marvel em 2022, com lançamento após o intenso Doutor Estranho no Multiverso da Loucura. A estreia também acontecerá cerca de um mês após o início da exibição de Ms. Marvel no Disney+.

    Quem assume a direção do projeto é Taika Waititi, que emprestou sua visão irreverente para o longa anterior, Ragnarok, e transformou a franquia que amargava com diversas críticas negativas em seus dois primeiros capítulos.

    Cheio de personalidade, o longa anterior apresenta a assinatura clara, e bem-humorada, do cineasta responsável por O Que Fazemos nas Sombras. Mas e agora, como será que o diretor deve inovar em Amor e Trovão?

    Uma nova aventura

    Em recente entrevista à EW, o cineasta pontuou que apenas aceitou comandar o projeto, pois tinha ciência de que queria fazer algo completamente diferente do que havia feito antes.

    “O que eu não queria era apenas fazer Ragnarok novamente, porque isso já foi feito”, disse Waititi ao veículo. "Eu precisava fazer algo mais interessante para mim mesmo, para manter a coisa toda acesa e ter certeza de que estou me sentindo criativamente estimulado. Eu pensei, 'qual é a coisa menos esperada com essa franquia?'"

    Ele continua: "Ragnarok parecia uma festa! Foi bastante festivo. Este ainda é divertido, e tem momentos de exagero, mas tematicamente, é sobre algo um pouco mais profundo do que o último filme”, revela. "Neste aqui, senti que tenho um pouco mais de experiência e sabia como filmar com muito mais eficiência."

    Por que “Amor e Trovão”?

    De acordo com Taika, a ideia é trazer uma história profunda, sem deixar a comicidade de lado, que possa debater temas importantes para as pessoas em um momento pós-pandêmico. Isso inclui o amor e também abarca as particularidades dos protagonistas, deuses do trovão.

    “Não é um filme sério e não é um drama, mas nós lidamos com ideias com as quais eu acho que muitos humanos lidam - temas universais sobre amor, perda e nosso lugar no mundo. Todo mundo meio que faz essa pergunta no filme: ‘Qual é o seu propósito? Qual é a razão pela qual você é um herói, e o que você faz quando tem esses poderes?’", explica.

    Trailer de Thor 4: Guardiões da Galáxia e poderosa Jane Foster embarcam em aventura insana do Deus do Trovão

    "É como um filme de crise de meia-idade, na verdade", acrescenta Waititi. "Essa é a pergunta que fazemos a todos: estamos fazendo a coisa certa e estamos fazendo tudo o que podemos no mundo? Acho que agora, enquanto o mundo ainda está se recuperando dessa pandemia, é uma boa pergunta a ser feita, bem, estamos fazendo o suficiente para cuidar uns dos outros e cuidar de nós mesmos?"

    Especificamente sobre o amor romântico, o cineasta explica que decidiu abraçar algo que evitava, “essa ideia de amor e mostrar personagens que acreditam no amor”, disse Waititi para outra veículo, a revista Empire. “No papel, parece meio estranho para mim, mas há uma maneira de fazer isso com personagens legais fazendo um filme legal, e também tendo uma coisa que nenhum fã nunca quer em um filme de super-herói, que são pessoas falando sobre amor e personagens se beijando.”

    Doutor Estranho 2 é violento demais? Terror de Sam Raimi abre debate sobre classificação indicativa

    E o público deve segurar um pouco as expectativas em relação aos romances abordados no longa: “Acho que a maioria das pessoas vai supor que a história de amor é entre Chris [Hemsworth] e Natalie [Portman]. Não posso prometer que o que as pessoas pensam que vai acontecer neste filme vai acontecer”, alerta o cineasta da Nova Zelândia.

    QUAL É A HISTÓRIA DE THOR: AMOR E TROVÃO?

    O filme encontra Thor (Hemsworth) em uma jornada diferente de tudo que ele já enfrentou – uma busca pela paz interior, mas sua aposentadoria é interrompida por um assassino galáctico conhecido como Gorr, o Carniceiro dos Deuses (Christian Bale), que busca a extinção dos deuses.

    Para combater a ameaça, Thor pede a ajuda do Rei Valquíria (Tessa Thompson), Korg (Taika Waititi) e da ex-namorada Jane Foster (Portman), que – para surpresa de Thor – inexplicavelmente empunha seu martelo mágico, Mjolnir, revelando-se a Poderosa Thor. Juntos, eles embarcam em uma angustiante aventura cósmica para descobrir o mistério da vingança do Carniceiro dos Deuses e detê-lo antes que seja tarde demais.

    Não falta muito para a estreia de Thor: Amor e Trovão: a aventura cósmica chega exclusivamente aos cinemas em 7 de julho.

    Thor: Amor e Trovão
    Thor: Amor e Trovão
    Data de lançamento 7 de julho de 2022 | 1h 59min
    Criador(es): Taika Waititi
    Com Chris Hemsworth, Natalie Portman, Christian Bale, Tessa Thompson, Russell Crowe
    Imprensa
    2,6
    Usuários
    3,0
    Adorocinema
    4,0
    Assista agora em Disney +
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top