Minha conta
    Liga da Justiça: Após acusações de Gal Gadot e Ray Fisher sobre abusos nos bastidores, diretor detona o elenco
    18 de jan. de 2022 às 15:51
    Caio Garritano
    Caio Garritano
    -Redator | Community Manager
    Redator e Community Manager do AdoroCinema. Especialista em filmes e séries de ficção, principalmente ligadas ao Universo Marvel e Harry Potter.

    Após Zack Snyder se afastar da direção do longa, a Warner Bross. escolheu Joss Whedon para dar prosseguimento ao projeto.

    Depois do fracasso de Liga da Justiça, dirigido por Joss Whedon e lançado em 2017, finalmente os fãs da DC puderam conferir a versão original do filme, que inicialmente estava sendo desenvolvida por Zack Snyder. Porém, muito se fala ainda sobre o primeiro longa, principalmente quando se trata das denúncias feitas pelo ator Ray Fisher contra o diretor. Recentemente, Ben Affleck afirmou que um dos principais motivos para abandonar o papel de Batman da DC também foi o estresse gerado pelo diretor do filme de 2017. Agora, foi a vez de Whedon se defender das acusações. 

    Superman foi motivo de Zack Snyder ter feito seu recente filme da Liga da Justiça; entenda!

    O diretor respondeu, em entrevista publicada nesta segunda-feira (17) pela New York Magazine, as acusações feitas contra ele por Ray FisherGal Gadot e Charisma Carpenter. Na reportagem, Whedon nega todos os relatos feitos ao longo dos últimos anos e ainda acusa os fãs de Snyder de comandarem uma campanha difamatória contra ele nas redes sociais. “Não sei quem começou, sei em nome de quem isso foi feito”. 

    Liga da Justiça
    Liga da Justiça
    Data de lançamento 16 de novembro de 2017 | 2h 00min
    Criador(es): Zack Snyder
    Com Ben Affleck, Henry Cavill, Gal Gadot
    Imprensa
    3,0
    Usuários
    4,0
    Adorocinema
    3,5
    Assista agora em HBO Max

    Ainda de acordo com o cineasta, as acusações contra ele não eram "verdadeiras ou dignas de discussão”. Whedon ainda questionou o caráter e a qualidade de Fisher, responsável por dar ao Cyborgue nas telonas, definindo-o como “um mau ator, em todos os sentidos da palavra”. Em 06 de abril de 2021, Gal Gadot também revelou que Whedon chegou a ameaçar a sua carreira, ele rebateu dizendo que “inglês não é a língua materna” da atriz e que, por isso, ela teria entendido sua fala “irritantemente cheia de floreios”. 

    Por e-mail, Gadot reforçou que “entendeu perfeitamente” as palavras de Whedon. A acusação feita por ela, inclusive, coincide com o que foi dito por uma atriz da série Angel, que ouviu do cineasta que ela “nunca mais trabalharia com ele ou com a 20th Century Fox”.

    Liga da Justiça: Zack Snyder diz que Joss Whedon destruiu sua versão do filme

    Para quem não lembra, desde julho de 2020, Fisher vem fazendo uma série de denúncias contra o diretor e já chegou a processá-lo pelo tratamento que ele deu ao elenco e à equipe no set de Liga da Justiça, considerado pelo ator como nojento, abusivo, antiprofissional e completamente inaceitável. Vale lembrar que Snyder se afastou do projeto inicial de Liga da Justiça após o suicídio de sua filha, aos 20 anos de idade. Depois que uma investigação interna foi aberta pela Warner Bros., o intérprete do Ciborgue começou a questionar também a maneira como o processo estava sendo conduzido. 

    Para Fisher, a empresa não buscou as principais testemunhas do filme, além de “escolher entrevistados que melhor se adequavam a falsa narrativa” do estúdio, nas palavras dele. Em dezembro, as investigações foram concluídas e o estúdio afirmou que "ações corretivas" seriam tomadas, sem divulgar maiores detalhes.

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top