Minha conta
    A Menina Que Matou os Pais: Suzane Von Richthofen vai receber algum lucro do filme no Amazon Prime Video?
    28 de set. de 2021 às 19:35
    Nathalia Jesus
    Nathalia Jesus
    -Redatora
    Apaixonada por filmes e séries (principalmente sul-coreanos), a redatora é uma contadora de histórias no mundo do entretenimento. No AdoroCinema, ela acompanha os principais lançamentos, premiações, festivais e solta o verbo em discussões relacionadas à diversidade e inclusão na sétima arte.

    Os dois filmes sobre o caso Von Richthofen são protagonizados por Carla Diaz e Leonardo Bittencourt.

    A Menina Que Matou os Pais, lançado com o paralelo O Menino Que Matou Meus Pais, é o assunto do momento! Lançado no catálogo do Amazon Prime Video em 24 de setembro, o filme é baseado nos autos do julgamento de Suzane Von Richthofen, Cristian e Daniel Cravinhos, responsáveis pelo assassinato brutal que chocou o Brasil em 2002.

    O primeiro longa-metragem citado acima acompanha a versão de Daniel Cravinhos sobre os acontecimentos que resultaram na morte de Manfred e Marísia Von Richthofen. Já o segundo retrata a visão de Suzane de acordo com seus relatos no tribunal, nos quais afirmava que o namorado era abusivo, manipulador e a convenceu a assassinar seus pais.

    A Menina que Matou os Pais
    A Menina que Matou os Pais
    1h 20min
    Criador(es): Mauricio Eça
    Com Carla Diaz, Leonardo Bittencourt, Allan Souza Lima, Leonardo Medeiros, Vera Zimmermann
    Assista agora

    Ambos os filmes são dirigidos por Maurício Eça, que também comandou as câmeras em CarroselA Garota Invisível e até mesmo o famoso clipe de Barbie Girl, da cantora Kelly Key. Já o elenco é formado por Carla Diaz, grande personalidade da televisão brasileira — incluindo o BBB 2021, além de Leonardo BittencourtLeonardo Medeiros e Vera Zimmermann.

    Suzane Von Richthofen vai receber cachê?


    Não, Suzane Von Richthofen não vai ganhar dinheiro pela produção de A Menina Que Matou os Pais. O filme é baseado nos autos do julgamento, documentações registradas em um caso público. Assim, a autorização dos envolvidos no caso não seriam necessárias, assim como o pagamento de cachê. Além disso, em duas entrevistas concedidas ao AdoroCinema, o diretor Maurício Eça enfatizou que nenhum dos três criminosos terão algum benefício financeiro com o filme.

    Em visita ao set do filme, realizada pelo AdoroCinema em 2019, Maurício Eça explicou que sequer conheceu Suzane Von Richthofen pessoalmente, porque seu objetivo não era ouvir uma nova versão da criminosa. Ele também aproveitou para comentar que, apesar da inicial reação negativa do público, não haveria nenhum lucro para Suzane.

    Em qual ordem assistir aos filmes sobre caso de Suzane von Richthofen? Diretor tem a resposta

    "Hoje as pessoas estão entendendo um pouco mais que isso é cinema. Já divulgamos que nenhum dos envolvidos está ganhando dinheiro com a produção. O filme todo é baseado num processo penal, então não estamos contando algo que já não foi divulgado. Vivemos um momento em nosso país que as pessoas estão se expressando de forma diferente do que antes. O que está sendo interessante é que tem muita gente defendendo o filme, a ideia de se fazer esse ou outros longas sobre casos reais, assim como isso é feito lá fora.”

    Já em recente entrevista para o lançamento do longa-metragem no Amazon Prime Video, o cineasta reforçou: "A gente sofreu críticas no começo do projeto, tivemos que fazer uma campanha de informação, porque tinha muita desinformação. [Tinha] pessoas que achavam que eles estavam envolvidos, que a Suzane ia ganhar dinheiro, então a gente teve que informar que os envolvidos não fazem parte da produção."

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top