Minha conta
    Drama sobre freiras lésbicas de Paul Verhoeven ganha data de estreia no Brasil
    Por Lucas Leone — 17 de set. de 2021 às 19:40

    Baseado em uma polêmica história real, Benedetta disputou a Palma de Ouro em Cannes e tem como protagonista a atriz belga Virginie Efira.

    Não é segredo que o diretor holandês Paul Verhoeven gosta de polemizar em seus trabalhos. Com um currículo que inclui Instinto Selvagem, Showgirls e Elle, o cineasta apresenta agora seu mais novo projeto: Benedetta. Uma coprodução entre Holanda e França, o filme fez sua estreia oficial no Festival de Cannes deste ano e esteve na disputa pela Palma de Ouro. Depois de chocar tanto o júri quanto o público da premiação, o longa acaba de ganhar sua data de estreia no Brasil: 23 de dezembro. A distribuição fica a cargo da Imovision, que já trouxe ao país inúmeras obras consagradas e premiadas internacionalmente.

    Benedetta
    Benedetta
    Criador(es): Paul Verhoeven
    Com Charlotte Rampling, Virginie Efira, Hervé Pierre, Lambert Wilson, Olivier Rabourdin

    Baseado em uma história real e adaptado do livro "Atos Impuros: A Vida de uma Freira Lésbica na Itália da Renascença", de Judith C. Brown, o drama biográfico se passa no século 17 e acompanha Benedetta Carlini (Virginie Efira), uma freira italiana que, desde pequena, vive em um convento na Toscana. Abandonada por sua rica família, ela é constantemente perturbada por visões religiosas e eróticas envolvendo a Virgem Maria e Jesus Cristo. Ela afirma, inclusive, que consegue se comunicar com Nossa Senhora.

    Assistida por Bartolomea (Daphne Patakia), sua companheira de quarto, a irmã vê sua permanência no local ameaçada quando sua relação com a jovem rebelde se transforma em um conturbado romance. Considerada uma figura mística e venerada por sua fé, Benedetta foi, no entanto, presa e condenada por safismo – em outros termos, por manter um relacionamento lésbico.

    Ao ser questionado sobre as controvérsias em torno do filme e sobre a acusação de blasfêmia, Verhoeven declarou: "Eu realmente não entendo como você pode blasfemar contra algo que aconteceu… Você pode dizer que aquilo era errado ou não, mas não pode mudar a história depois do fato."

    Vale lembrar que Benedetta conta com a atuação da prestigiada Charlotte Rampling, na pele da Madre Superiora. O elenco é formado ainda por Hervé Pierre, Lambert Wilson, Olivier Rabourdin, Clotilde Courau e Louise Chevillotte.

    5 filmes franceses que devem ser vistos pelo menos uma vez na vida
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top