Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Diretor de Liga da Justiça confundiu Mulher-Maravilha com personagem da Marvel
    Por Caio Garritano — 17 de mar. de 2021 às 12:02

    Ray Fisher, o Ciborgue, revelou que Joss Whedon não conseguiu superar as críticas que recebeu depois do lançamento de Vingadores: Era de Ultron

    Depois do fracasso de Liga da Justiça, dirigido por Joss Whedon e lançado em 2017, finalmente os fãs da DC vão poder conferir a versão original do filme, que inicialmente estava sendo desenvolvida por Zack Snyder. Ao longo das últimas semanas, imagens inéditas revelaram os novos visuais dos super-heróis e o teaser final criou ainda mais expectativas para o confronto contra o vilão Darkseid. Apesar de todo o entusiasmo ao redor do lançamento do Snyder Cut, muito ainda se fala sobre a versão teatral do filme. Durante uma entrevista à Vanity Fair, o ator Ray Fisher, que interpreta o Ciborgue no longa, revelou que Whedon confundia com certa frequência a Mulher Maravilha (Gal Gadot) com a Viúva Negra (Scarlett Johansson). 

    Snyder Cut de Liga da Justiça: O que assistir para se preparar para o lançamento do filme?

    Para quem não lembra, o diretor foi responsável por comandar os dois primeiros filmes dos Vingadores, e na época, ele tinha acabado de lançar o ‘Era de Ultron’, que não foi tão bem recebido pela crítica, muito menos pelo público. Fisher revelou que a todo momento, Whedon tentava trazer referências desse filme ao projeto da DC. “Na minha primeira reunião criativa, ele ficava chamando Diana de Natasha, o que é loucura. Essas foram algumas das conversas que me forçaram a ter com ele antes de me entregarem os roteiros. Ele diminuía muito as pessoas no set, ficava zoando a versão anterior, os atores e a equipe”, afirmou o ator. 

    A partir desse momento, a relação entre os dois foi se deteriorando cada vez mais, até que chegou o momento em que o diretor o comparou com outra estrela da Marvel: "Em certo momento, ele me comparou a Robert Downey Jr. E disse: 'Escute, não gosto de fazer anotações de ninguém, nem mesmo de Robert Downey Jr.' E eu disse: 'Bem, tudo bem. Seja como for’”. 

    Snyder Cut de Liga da Justiça: O que queremos ver no novo filme da DC?

    Desde julho de 2020, Fisher vem fazendo uma série de denúncias contra o diretor e já chegou a processá-lo pelo tratamento que ele deu ao elenco e à equipe no set de Liga da Justiça, considerado pelo ator como nojento, abusivo, antiprofissional e completamente inaceitável. Depois que uma investigação interna foi aberta pela Warner Bros., o intérprete do Ciborgue começou a questionar também a maneira como o processo estava sendo conduzido. Para Fisher, a empresa não buscou as principais testemunhas do filme, além de “escolher entrevistados que melhor se adequavam a falsa narrativa” do estúdio, nas palavras dele. Em dezembro, as investigações foram concluídas e o estúdio afirmou que "ações corretivas" seriam tomadas, sem divulgar maiores detalhes.

    Vale lembrar que Snyder se afastou do projeto inicial de Liga da Justiça após o suicídio de sua filha, aos 20 anos de idade. Agora, o Snyder Cut chega aqui no Brasil no dia 18 de março, através das plataformas de aluguel digital com cenas completamente inéditas gravadas durante a pandemia. Ainda não há informações sobre o preço. Nos Estados Unidos, o filme será lançado exclusivamente na HBO Max, serviço de streaming que será disponibilizado em território nacional no final de junho.‎

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top