Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    A Escavação: Filme da Netflix é baseado em história real?
    Por Vitória Pratini — 29 de jan. de 2021 às 17:53

    Conheça a produção estrelada por Ralph Fiennes, Carey Mulligan e Lily James.

    O novo filme da Netflix, A Escavação, como o nome já diz, traz uma trama emocionante sobre uma descoberta arqueológica. Produções do gênero se popularizaram com obras como Indiana Jones na década de 80 e A Múmia nos anos 2000. No entanto, o longa-metragem, que chegou ao streaming na última sexta-feira (29), é inspirado em uma história real. Quer saber mais sobre o projeto? O AdoroCinema te conta!

    Leia a crítica de A Escavação, novo filme da Netflix

    A Escavação é inspirado em fatos?
    LARRY HORRICKS/NETFLIX © 2021

    Ambientado em 1938, A Escavação acompanha um arqueólogo (Ralph Fiennes) que é contratado por uma viúva (Carey Mulligan) para escavar formações misteriosas em suas terras. Só que ele acaba fazendo uma descoberta histórica de uma grande quantia de ouro em uma câmara mortuária de um navio enterrado. Às vésperas da Segunda Guerra Mundial começar no Reino Unido, eles precisam decidir se continuarão cavando. 

    A produção dirigida por Simon Stone (The Turning) é baseada no livro de mesmo nome de John Preston, de 2007. A obra á uma narrativa ficcional de um fato que realmente aconteceu. 

    A trama do filme da Netflix retrata a verdadeira escavação de Sutton Hoo, que até hoje é considerada a descoberta arqueológica mais significativa da Inglaterra no século 20, cujos eventos ocorreram na véspera da Segunda Guerra Mundial. O longa é descrito como um drama histórico no qual a própria história é analisada, sobre descobrir o passado em um momento em que a Inglaterra e o mundo enfrentavam um futuro incerto.

    Lançamentos da Netflix em 2021 que vão enlouquecer o público

    "O reconhecimento de nossa mortalidade e a transitoriedade de nossa existência é exatamente o que provoca os personagens a irem em busca de momentos de alegria, paixão e união", disse Simon Stone ao RadioTimes.com. "E eu acho que essa dinâmica, esse paradoxo, a tensão de que sabemos que está prestes a desaparecer e o fervor da luta para encontrar a conexão, é assim que tantas pessoas descrevem o verão de 1939 no Reino Unido — como sendo uma estranha festa selvagem antes do inferno."

    Além disso, a maioria dos personagens apresentados no drama é baseada em figuras da vida real — principalmente o humilde arqueólogo amador Basil Brown e a dona das terras escavadas, Edith Pretty — e a maioria dos eventos aconteceram realmente de acordo com o que é visto na tela. 

    O que foi descoberto em Sutton Hoo?
    Getty Images

    A escavação verdadeira de Sutton Hoo encontrou um navio de carvalho de 86 pés (27 m) que foi a tumba de um governante anglo-saxão. Ele foi enterrado há cerca de 1.300 anos junto com seus pertences para hospedar um banquete na vida após a morte.

    Os tesouros encontrados dentro incluíam um capacete de ferro de guerreiro, uma espada magnífica, talheres bizantinos, joias de ouro, um conjunto de festa luxuoso e um caixão de osso de baleia.

    As descobertas revelaram extensas ligações comerciais com a Escandinávia, o Império Bizantino (centrado em Constantinopla (Istambul dos dias modernos) e o Egito. Eles revolucionaram a compreensão dos historiadores do século 7, anteriormente visto como um tempo retrógrado, quando a Inglaterra foi dividida em reinos anglo-saxões. 

    Tudo o que foi achado agora está no Museu Britânico, enquanto o local da escavação é propriedade do National Trust (Fundo Nacional para Locais de Interesse Histórico ou Beleza Natural).

    Estrelado por Ralph Fiennes (Harry PotterO Jardineiro Fiel), Carey Mulligan (As Sufragistas) e Lily James (Cinderela), A Escavação já está disponível no catálogo da Netflix.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • JM Monteiro
      Tipo de filme que você não quer que termine...
    Mostrar comentários
    Back to Top