Minha conta
    Milagre na Cela 7: Conheça outros filmes adaptados de obras sul-coreanas
    Por Nathalia Jesus — 9 de abr. de 2020 às 15:10

    Além de popularizar o K-Pop, a Coreia do Sul também fez grandes contribuições para as produções cinematográficas ocidentais.

    Após o sucesso de Parasita nos festivais e nas principais premiações de cinema, as produções audiovisuais da Coreia do Sul passaram a receber mais atenção. O mundo direcionou os olhares para o cinema asiático porém, muito antes do fenômeno de Bong Joon Ho, a indústria cinematográfica ocidental já fazia isso. 

    Adaptações de filmes asiáticos são uma prática comum cujas vantagens para ambas as produções funcionam de forma praticamente unilateral. Ou seja, os remakes hollywoodianos trazem visibilidade para a história criada no oriente. No entanto, as produções costumam ser muito alteradas para melhor aceitação ocidental, o que acaba apagando a referência das histórias originais e o público raramente fica sabendo que o roteiro é adaptado. 

    Confira a crítica de Milagre na Cela 7

    A alteração acontece porque diretores, roteiristas e produtores ignoram os aspectos socioculturais que são essenciais para a narrativa. E, dessa forma, perdem o sentido de existir, uma vez que filmes coreanos sempre carregam elementos históricos e questões culturais que fora do eixo asiático não fazem o menor sentido. 

    Para trazer uma luz para as produções originais, o AdoroCinema preparou uma lista de filmes adaptados de obras sul-coreanas. 

    Milagre na Cela 7 (2019)

    A adaptação turca, Milagre na Cela 7, foi lançada recentemente e se tornou um dos dez filmes mais assistidos do catálogo da Netflix. A história original intitulada como 7 Beon Bang-Ui Seon Mul foi lançada em 2013, pelo diretor Lee Hwan-Kyung. Estrelado por Ryu Seung-RyongSo-Won Kal e Park Shin-Hye, o drama conta a história de um homem com deficiência intelectual que foi injustamente acusado de sequestro, estupro e assassinato e é fadado a ficar longe de sua amada filha. 

    Milagre na Cela 7: Diferenças entre o filme original e a adaptação da Netflix

    A Casa do Lago (2006)

    O drama dirigido por Alejandro Agresti e estrelado por Keanu ReevesSandra Bullock é, na verdade, uma história originalmente coreana lançada em 2000. Baseado em Il Mare, do diretor Lee Hyun-Seung, A Casa do Lago acompanha uma médica solitária que ocupava uma casa à beira do lago. Ela passa a trocar cartas de amor com o novo residente, um frustrado arquiteto. O empecilho neste romance é que eles estão a dois anos de distância e precisam encontrar uma forma de se inserir na mesma linha temporal. 

    Oldboy: Dias de Vingança (2013)

    O diretor Spike Lee bebeu da fonte coreana e trouxe Josh BrolinElizabeth Olsen como personagens principais deste longa-metragem. O filme original Oldboy, lançado em 2003, faz parte da trilogia de Park Chan-Wook (A Criada), junto com Mr. Vingança e Lady Vingança. O ator Choi Min-Sik vive o protagonista Oh Dae-Su, que foi sequestrado por durante 15 anos, tendo apenas a TV como forma de contato com o mundo externo. Após ser libertado, ele descobre que foi acusado injustamente pelo assassinato da esposa.

    A produção foi responsável por uma das cenas mais emblemáticas do cinema coreano, que é um plano-sequência de uma luta no corredor, com a duração de três minutos e utilização de armas brancas. O conceito estilístico ficou tão famoso que inspirou séries como Demolidor, da Netflix, e o filme A Vilã

    O Mistério das Duas Irmãs (2009)

    Não poderia faltar um pouco de terror nessa lista, afinal, produções asiáticas são referência em trazer filmes impactantes neste gênero. A adaptação de Charles Guard é baseada no longa Medo, lançado em 2003 na Coreia do Sul. O Mistério das Duas Irmãs gira em torno de irmãs que, depois de passarem um período em uma instituição psiquiátrica, retornam à casa do pai e da madrasta cruel e começam a ver o espírito da mãe morta.

    Ironias do Amor (2008)

    A comédia romântica estrelada por Elisha CuthbertJesse Bradford também é fruto da terra dos doramas. O filme original foi lançado em 2001 e protagonizado por Cha Tae-Hyun e Jun Ji-Hyun, a mesma atriz que estrelou o longa que inspirou A Casa do Lago. O enredo tem início quando um jovem vê uma mulher bêbada parada perto dos trilhos de uma estação de metrô em Seul e a segura para não cair. Após este incidente, eles se encontram diversas vezes e iniciam um romance. 

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top