Meu AdoroCinema
    Festival de Cannes 2019: Os principais filmes que ficaram fora da competição
    Por Bruno Carmelo — 18 de abr. de 2019 às 12:18

    Nem Tarantino, nem Kore-eda?

    Enquanto os brasileiros celebram a seleção de BacurauA Vida Invisível de Eurídice Gusmão nas mostras principais do Festival de Cannes 2019, os cinéfilos já começam a apontar os principais filmes que ficaram de fora da prestigiosa lista de selecionados.

    Devido aos desacordos entre Cannes e a Netflix, já se sabia que produções aguardadas como The Irishman, the Martin Scorsese, e The Laundromat, de Steven Soderbergh, não estariam presentes no evento francês. No entanto, outro filme bem cotado foi excluído pela mesma razão: Ema, de Pablo Larraín, era dado como aposta certa até ser adquirido pela Netflix dias atrás, sendo descartado da seleção.

    Era uma Vez em Hollywood, de Quentin Tarantino, foi a principal ausência no anúncio de 18 de abril, mas não por falta de interesse de Cannes. O diretor artístico Thierry Frémaux confirmou que as portas permanecem abertas ao filme caso Tarantino consiga finalizá-lo a tempo, mas a edição ainda está longe de ser concluída.

    Hirokazu Kore-eda e o elenco de The Truth

    Outro título que não estará pronto a tempo é The Truth, de Hirokazu Kore-eda. O cineasta japonês foi o grande vencedor do ano passado com Assunto de Família, mas agora deve apresentar seu novo drama, estrelado por Catherine Deneuve e Juliette Binoche, ao comitê de seleção do Festival de Veneza.

    Mesmo assim, nem todos os interessados ficaram de fora por problemas de pós-produção. Midsommar - O Mal Não Espera a Noite, de Ari Aster, está concluído e despontava em todas as listas de favoritos a Cannes, mas não foi incluído nem mesmo nas sessões especiais. O novo projeto de terror do diretor de Hereditário ainda pode ser incluído em mostras paralelas independentes como a Quinzena dos Realizadores ou a Semana da Crítica.

    Ad Astra, de James Gray

    Os fãs de James Gray (Era uma Vez em Nova York, Z - A Cidade Perdida) também estranharam a ausência do cineasta na seleção após quatro participações em Cannes. A ficção científica Ad Astra, estrelada por Brad Pitt e Tommy Lee Jones, foi ignorada na seleção.

    Além destes, Wendy (dirigido por Benh Zeitlin, de Indomável Sonhadora), First Cow (dirigido por Kelly Reichardt, de Certas Mulheres) e The True History of the Kelly Gang (dirigido por Justin Kurzel, de Macbeth) foram ignorados. One Second, de Zhang Yimou, permanece presumidamente censurado pelo governo chinês, e depois de ser retirado da competição em Berlim, também não será exibido em Cannes.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Vidamell Vida R.
      Muitas injustiças.
    Mostrar comentários
    Back to Top