Minha conta
    Drama pernambucano Permanência vence o 19º Cine PE
    Por Bruno Carmelo — 9 de mai. de 2015 às 07:40

    Cavalo Dinheiro também se destaca entre os premiados. A animação Até a China venceu o prêmio de melhor curta-metragem.

    O 19º Cine PE chegou ao fim na noite de sexta-feira, 8 de maio, apresentando os vencedores escolhidos pelo júri oficial, pelos críticos e pelo júri popular. O longa-metragem pernambucano Permanência, de Leonardo Lacca, foi o grande vencedor, com cinco troféus Calunga, incluindo o prêmio de melhor filme. Cavalo Dinheiro também se destacou com quatro estatuetas. Entre os curtas-metragens, vitória da animação Até a China, de Marão, e destaque para o suspense O Segredo da Família Urso, que levou quatro prêmios.

    Confira a lista completa de vencedores:

    Longas-metragens

    Melhor filme: Permanência, de Leonardo Lacca Melhor direção: Pedro Costa (Cavalo Dinheiro) Melhor ator: Lázaro Ramos (O Vendedor de Passados) Melhor atriz: Rita Carelli (Permanência) Melhor ator coadjuvante: Genésio de Barros (Permanência) Melhor atriz coajuvante: Laila Pas (Permanência) Melhor roteiro: Pedro Costa (Cavalo Dinheiro) Melhor fotografia: Pedro Costa e Leonardo Simões (Cavalo Dinheiro) Melhor montagem: Karen Akerman (Aqui Deste Lugar) Melhor edição de som: Miram Biderman e Ricardo Reis (O Vendedor de Passados) Melhor trilha sonora: Petrônio e as Criaturas (O Gigantesco Ímã) Melhor direção de arte: Juliano Dornelles (Permanência) Prêmio do júri popular: Mães do Pina Prêmio da crítica (Abraccine): Cavalo Dinheiro Menção honrosa da crítica (Abraccine): O Gigantesco Ímã

    Curtas-metragens nacionais

    Melhor filme: Até a China, de Marão Melhor direção: Cíntia Domit Bittar (O Segredo da Família Urso) Melhor roteiro: Marão (Até a China) Melhor atriz: Liz Comerlatto (O Segredo da Família Urso) Melhor ator: Vinicius Tardio (Vestibular) Melhor fotografia: Kaue Zilli e Pepe Mendes (Vestibular) Melhor direção de arte: Dicezar Leandro (O Segredo da Família Urso) Melhor edição de som: Gustavo de Souza (O Segredo da Família Urso) Melhor trilha sonora: Eduardo Braga (Bajado) Melhor montagem: Cao Guimarães (Palace Hotel) Prêmio do júri popular: Até a China Prêmio da crítica (Abraccine): Xirê Prêmio Canal Brasil: Bajado

    Curtas-metragens pernambucanos

    Melhor filme: Salu e o Cavalo Marinho, de Cecília da Fonte Melhor direção: Lírio Ferreira (O Poeta Americano) Prêmio do júri popular: Salu e o Cavalo Marinho Menção honrosa da crítica (Abraccine): O Poeta Americano

    A noite foi completada com homenagens emocionantes à grande atriz Helena Ignez, que recebeu o Calunga de Ouro das mãos da filha Djin Sganzerla, e ao ator e diretor Alceu Valença, que divertiu a plateia com seu ótimo filme A Luneta do Tempo.

    Confira as nossas críticas de Permanência, Cavalo Dinheiro, Aqui Deste Lugar, O Gigantesco Ímã, O Vendedor de Passados e Mães do Pina, recompensados no festival. E leia a crítica de A Luneta do Tempo, apresentado na noite de encerramento.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top